Pra que serve uma crítica? | OmeleTV

Uma discussão sobre jornalistas, arte, gosto e cinema!

Tem gente aqui querendo soltar os cachorros então decidimos fazer este OmeleTV para falar, afinal, de que servem a crítica e os críticos de cinema! Opinião tudo mundo tem, mas nunca foi tão importante discutir nossa relação com a mídia, com a arte e a  Internet. Precisamos falar sobre isso!

Todo dia tem um programa novo! Para assistir aos OmeleTVs desta semana sem pausas, clique aqui e tenha acesso à nossa playlist!

Muito legal o conteúdo. Pessoalmente, sinto que faltou sugerir ou indicar que a crítica é um esforço de imaginação e análise. Acho que consiste na capacidade de estender a experiência do cinema para além dos seus limites imediatos. E esse esforço do crítico pouco tem a ver com "falar bem do que foi bom" e "falar mal do que foi ruim", pois além de ser evidente que o que deu certo merece ser elogiado e o que foi mal merece ser depreciado, esse exercício é possível para crítico e não-críticos de cinema. Então, qual seria a diferença da visão de um crítico para um não-crítico já que as duas são pontos de vista? Para mim, por óbvio, a visão que cada um possui é um direito que cada um possui. Nesse caso, um crítico se distingue ao realizar esse esforço de imaginação e análise, tendo a capacidade de estender a experiência de cinema que um filme apresenta. Quer dizer, menos que "falar bem/falar mal", a missão da crítica é pensar aquilo que num geral apenas se assiste.

Sen-sa-ci-o-nal. Disse tudo. As críticas do Hessel e da Natália são tão tendenciosas que nesse próprio vídeo já vêm falando da "histeria na internet com relação à arte", e que "arte não tem que ser aquilo que você gosta", ou algo assim, obviamente remetendo ao que está acontecendo com as críticas do público (por que histeria?) com relação às mostras do MAM, ou do Queermuseu. O Assunto do vídeo era da importância da crítica, e eles distorceram o assunto para se justificarem. Gosto mais do Borgo, mais "debochado", no bom sentido, e que não tem papas na língua. Mas todos precisam tomar mais cuidado com o "achômetro". Quando falam sobre o som "8.2" com desdém tipo "não dá pra perceber", ou que "já sair falando sobre o filme é insegurança de quem tá começando", demonstram toda a ignorância e arrogância deles, como se eles fossem críticos consagrados e donos de ouvidos absolutos, que estão no mercado há décadas. Sim, estão há anos, mas um bom profissional não arrota arrogância. Já pararam para pensar, que talvez a pessoa que está soltando a crítica, ao invés de insegura, é tão segura de si e de sua experiência que não precisa de 1 ou 2 dias para pensar sobre o que viu? Quanto ao som, um bom som é sim perceptível e fundamental, assim como uma boa imagem é perceptível e fundamental. Se não fosse assim, o som e imagem do IMax ou das salas XD do Cinemark, por exemplo, não seriam tão melhores que a TV de nossa casa, talvez ligados a um sistema stereo ou a um sistema 5.1. E gostem ou não, tudo isso é "matemática": os 120 decibéis ou mais que um bom sistema de som poderá reproduzir, com taxas de distorção harmônica na casa dos 0,005% ou os milhares de lúmens que uma tela poderá alcançar com os bilhões de cores na reprodução, e os milhares de níveis de contraste, foco perfeito e muito mais, tudo é a mais pura matemática, trabalhando para trazer prazer e entretenimento no cinema. Não a despreze como se não fosse importante e relevante.

O Borgo ta igual o Tico Santa Cruz nessa foto.

porrr o Borges ficou pistola aein

O Hessel da boas críticas pra filmes estrelados por Channing Tatum. hehehheeh

Exato amigo, já vi a Natália torcer o nariz no trailer do filme e depois fazer uma crítica negativa sobre ele, como assim?Já foi assistir desgostando. H3ssel fica mais preocupado em achar palavras no dicionário para encher seu texto de palavras difíceis e esquece sobre o que estava falando, é óbvio que o que ele escreve está totalmente fora da sua linguagem normal expressada nos vídeos ou mesmo divergente de qualquer crítica no Brasil, se a crítica é pra ajudar o público a entender certos pontos do filme ele falha pois a pessoa não consegue nem entender o que ele escreve.

O problema é que ele deu 5 ovos para filmes como Magic Mike então não use a crítica dele como parâmetro para gastar seu dinheiro...kkkk

Falam tanto de Birdman e tão refletindo sobre crítica tanto quanto... Sono

Omelete fez esse vídeo pra se defender das suas últimas criticas e os comentários detonando. Sim ou Com Certeza? kkkk

Dar 5 ovos para um filme é dizer que ele é um clássico, um épico. No máximo 4 ovos seria o adequado, não se faz mais clássicos hoje em dia.

Um dos problemas do omelete é das propagandas e merchans pagos na entrada do site. Como o omelete vai dar credibilidade às suas críticas fazendo mensagens de filmes a estrear? Alguns são verdadeiras bombas!

A crítica que mais me faz rir até hoje é do Arnaldo Jabor, que ao saber do resultado final e dos 11 oscars que James Cameron ganhou, ele afirmou com aquela dor de cotovelo que o diretor oscarizado deveria ganhar tb um oscar de engenheiro pelo Titanic digitalizado.

A critica de cinema me educou, pois aprendi muito com a revista SET e Scifinews, onde tinha muitas analises de filmes e dicas. Hoje em dia compro as vezes a Preview. Tenho a revista SET com indicações para locação de filmes por gênero, de 1990 e é a minha bíblia de cinema. Levei 20 anos pra assistir alguns filmes indicados, tipo Ulisses do Kirk Douglas... e fui atras nas locadoras de muitos filmes antigos por dica da revista. Acho que hoje o pessoal implica demais com a critica do critico... cada um faz o que quiser claro, mas é somente a opinião do cara, nao gostou bola pra frente.

Acho que o Hessel foi muito feliz ao dizer que é papel do crítico ajudar pessoas a encontrar uma obra de qualidade. Afinal, cinema tá caro pra car*alho mano e pagar pra ver filme ruim é osso.

Omelete, libera meu comentário por favor. Nunca mais eu faço bulyng no Hessel. hehhehehe -Ah "NÃO" perdi meu comentário maravilhoso para re postar. Estava aqui no cntrl V AHHHHH NÂOOOO

Gosto é gosto, ninguém vai me bater por gostar de Transformers.

kkkkkkkkkkkkkkk

Análise magistral. Crítica de cinema é algo complicado no Brasil. Num site tão dependente dos estúdios gringos como é o Omelete, pior ainda. Crítico de cinema brasileiro é, com raras exceções, dependente desses estúdios. São uma casta que recebe ingressos pra ver os nossos blockbusters favoritos semanas antes de todo mundo, sem precisar invadir cinema ou baixar pirata. Ai daquele que detonar o filme depois disso. Se fizer isso várias vezes, nunca mais receberá convite pra ir pra cabine destinada à crítica. Com os filmes que não são blockbusters americanos, o procedimento é o mesmo, se o filme tiver o padrão Rede Globo ou for lacrador. O resto os críticos brazucas detonam mesmo, por melhor que sejam os filmes.

Humanos de Humanas. Entendo vocês huasdhuasd

to ligado mano, mas cê não acha q ir ver um filme por causa do título famoso, ou pelo diretor consagrado também não influência na percepção do filme?

HAHAHAHAHAHAHA!

Eu adorava as críticas do Belotti, mas só até perceber que ele também é resenhista. Pior, resenhista não assumido, ou seja, hipócrita. Quando, por ideologia ou por gosto mesmo, ele não gosta de alguma coisa ou quer enaltecer outra em detrimento da primeira, ele usa sua carta de "critério técnico" só como disfarce daquilo que é, na verdade, puro gosto subjetivo. Parei de segui-lo por conta disto.

Há sempre divergências de opiniões sobre os assuntos tratados que variam por diversos fatores, porém quando se verifica razoável número de usuários (talvez a grande maioria) criticando o modo como são realizadas essas críticas ou opiniões, claramente há algo errado. Por exemplo, as críticas da Natália são sempre baseadas em seus ideais políticos. Não que a mesma não os possa ter, porém como uma profissional tem que se portar como uma, deixando de lado suas opiniões ou ideais pessoais e comentar ou criticar o assunto de modo que os usuários do site tirem suas próprias conclusões políticas ou filosóficas por eles mesmos. Se ela pretende expor ou defender seus ideais políticos está no canal errado e com o público errado. As críticas do Hessel são estranhas, tendo em vista seus textos elaborados e com uma linguagem totalmente diferente se comparado com suas falas simples na Omeletv, ou seja, quer passar ao usuário algo “transcendental” e que acaba por realizar suas críticas de modo que ninguém entende nada. A partir do momento em que se usa um veículo de comunicação para dar sua opinião/crítica a determinado assunto, você se torna uma pessoa pública e passível de ser também criticado e opinado por esta. Tratar essas “réplicas” dos usuários como “histeria” e que “são obrigados” a dar a opinião é uma falta de sensatez, afinal o site somente existe por conta dos usuários, tendo em vista que seus colaboradores são remunerados justamente por isso e não são obrigados a nada, apenas a realizarem o seu trabalho.

não é puro achismo. é simples: Títulos, diretores ou gêneros consagrado: Star Wars, Star Trek, 007, It, Tarantino, Nolan, Del Toro, Scorsese etc etc etc. Alguns da Marvel/DC (fox dezulivre) E os que causam curiosidade, tipo A Chega, No Limite do amanha, etc etc. Resumindo, nao é todo mês que vou ao cinema. quiçá a cada trimestre kkkkkkkk Pra mim, crítica (e ultimamente o trailer) influenciam demais na hora de 'perceber' o filme. Prefiro e livre de qualquer influência.

Então resumindo o Borgo indiretamente disse que falta profissionalismo ao Hessel! O que é verdade!

H&ss&l nunca está feliz com nada, ele avalia positivamente os filmes mais esdrúxulos possíveis (vide magic mike), e fica pagando de "crítico f o d a", para né! Ele quer desenvolver uma p u t a argumentação e se perde no caminho, o texto que ele faz é muito ruim! Chinelas da humildade pra ele!

Chegaram as viúvas dos Hessel!! Vai passear meu filho!

Tá discutindo com você mesmo! Parabéns!!

E você deve ser o "intelectual", o cara dos comentário construtivos e cabeça, no mínimo deve ser formado em ciências sociais!!

Então o Borgo fez uma revelação sobre seus amigos jornalistas. Somos todos de humanas ! Por isso, que muitas vezes a crítica do dito "profissional" não têm nada a ver com o público a que o filme se destina. Daqui a pouco vão contratar um crítico de orelhas pontudas e nascido em Vulcano. rsrsrsrs

No entanto você está aqui, não?

bom, vc não está se baseando na sua opinião sobre o filme. apenas tá indo no achismo. e não digo q tá errado. assim como não tem nada de mais em se guiar pela crítica. tanto q até hoje, ela não falhou comigo

A crítica serve para avaliar o filme, positivamente ou negativamente. Existe a crítica especializada. Existe a crítica não especializada. A crítica não especializada pode ser distorcida por vários fatores: - Manipulação. - Paixão. - Ego. - falta de conhecimento técnico. - ''Ibope''. - Etc... Veja bem criticar (avaliar) é uma coisa, o problema é na hora de dar nota. Nota??? Mesmo se o cara for especialista ele pode avaliar o filme com os seguintes quesitos: - Recursos técnicos - Atuação - Enredo - Etc, Mas tem um item importante, o fato do 'gostar'. Porque ''gostar'' de alguma coisa, muitas vezes não há uma explicação racional, a pessoa simplesmente gosta de algo, porque está ligado a alguma sensação que lhe dá satisfação e prazer. Então vale por na balança se o gostar tem mais peso muitas vezes de quesitos técnicos. É nesse momento em que a crítica se perde e há muita discussão entre as pessoas. Quanto de valor o avaliador especialista deveria depositar na nota 50% e mais os recursos técnicos ?

#SouFãQueroService

Eu só vou nas ''certezas'' ou nas curiosidades. O resto deixo pra assistir em casa.

Prefiro ler antes, para não perder tempo com filmes muito ruins.

"Se eu quiser saber a b*$t@ da sua opinião, eu entro no lixø do seu veículo e leio" Parabéns pelo profissionalismo!! Vai que os frequentadores do site resolvem seguir o seu conselho... Inté.

Só de você expressar sua opinião a respeito de determinada obra, você se arrisca a te mandarem para o 1.n.f.3.r.n.0, x.1.n.g.4.r.3.m à você, à sua m.4.3... É reprovável.

Borgo está ABSOLUTAMENTE CERTO!!!!!!! O crítico é um PROFISSIONAL!!!!!!! Quer curtir o filme, PAGA INGRESSO, CARALHO!!!!!!

Nossa! Você é mais hater do que eu pensei. Parabéns!

bom, é a sua decisão. eu não me baseio só no q eu sou fã ou não. vejo se tá sendo elogiado, oq geralmente indica q vai ser bom. me deixo levar pelo lado fã e me frustro como rolou com era de ultron e BvS por exemplo

ñ vou ver Thor no cinema, mas vou ver liga da Justiça e Star Wars, simples assim amigo, ñ preciso saber a opinião dos outros para tomar decisões, o q e bom ou ruim para alguem ñ significa q vai ser o mesmo para mim, critica só leio depois de ver m filme, geral hoje em dia vai pela cabeça dos outros

Porém seu porta voz, o ilustre Borges, que de tempos em tempos põe o pau na mesa sobre diversas regras como as coisas tem que ser entre seus colegas de profissão, seu site, seus redatores e seus consumidores, afirmou dessa vez que um crítico tem que ser PROFISSIONAL, logo, se mostrar evidente que em sua cozinha os filmes e séries televisivas são dedicados a cozinheiros que tem afinidade, personalidade ou comodidade em relação aos seus temas é um sinal vergonhoso e ANTI-PROFISSIONAL de INCOERÊNCIA!

Pois é na época de OURO do Omelete(onde o único problema era o uso da crase da Carina Toledo) é assim, mas hoje, sabe se lá o porquê(aham)...

Caramba. Entendi errado. Ahahah Tudo bem. Sua nota é coerente. Ahahah

Não, eu não achei o melhor do ano, só disse que entendo quem o acha... sahusushusa. Eu daria um 8/10

Que bom que achou o melhor do ano. Eu também achei. É isso ai.

Povo gosta de complicar as coisas

Como o mundo seria chato se todo mundo tivesse a mesma opinião, não é mesmo? Não tem nem lógica ser hater de críticas, se for pra ler sempre a minha opinião eu não leio, eu já sei qual é. Eu sempre gostei de ler críticas para ver diferentes pontos de vistas sobre o mesmo filme, as do omelete por exemplo eu quase sempre discordo e nem por isso acho que a crítica é ruim, pelo contrário na verdade, sempre achei muito bem fundamentadas e é isso que importa. Mas isso de ficar bravinho com outras pessoas expressando livremente a sua opinião nos corredores do cinema eu preciso discordar, eu não faço isso mas não me importo com esse comportamento e, sinceramente, quem não quer ouvir que coloque um fone de ouvido.

Pra que serve a crítica? Resposta simples: Para ser ignorada. Minha opinião é minha opinião.

Existe crítico pra tudo inclusive na minha área de trabalho,a Gastronomia. Aprendi ao longo dos anos que crítico bom é o que te faz crescer e melhorar sempre, mas quando se trata de entretenimento seria interessante sempre 3 criticas um que gostou, outro que não gostou e o terceiro que achou meio termo, e baseado nisso tiramos a nossa conclusão, gosto de algumas críticas do omelete, as vezes me esclarece fatos por exemplo que não conheço, sobre um personagem e por aí vai, mas as vezes como o site pode manter imparcialidade sobre um filme que paga patrocínio, aí fica difícil, acho que esclarecer o público deveria ser a função do critico e sem frescuras.

Daqui do Omelete só o Forlani mesmo e de vez em quando...

não acompanho mais as críticas do Omelete por causa da polarização política. mas, em relação a se atualizar quando o assunto é séries, cinemas, games e HQs o Omelete é bem ativo de forma profissional. Geralmente procuro críticos menos conhecidos e que apenas falam do filme quase sem demonstrar uma opinião pessoal como por exemplo o Rodrigo Sadovski do Blog do Sadovski, o Nagib do Salha de Cinema e o crítico inglês Tom Shone do Sunday Times. Todos eles sem muito público, mas, por sorte no Google acabei chegando até eles.

oi

Querem criticas sem haterismo ? O canal Super 8 mandou lembranças

Fora Hessel, baguá de mola

Sim, foi válido ter visto, é um filme muito bonito visualmente e a parte sonora está animal. Não vou repetir a experiência por não ser o estilo de filme que me identifico, mas compreendo quem goste e tenha o considerado melhor do ano até aqui.

Eu penso o seguinte: tem q criticar os críticos mesmo. Se não fosse assim, estariam escrevendo sandices de 20 parágrafos até hoje.

Seria muito bonito se fosse simplesmente uma reflexão filosófica ou uma análise técnica, mas todo mundo sabe que a crítica serve pra influenciar a opinião das massas e tem um valor comercial. Uma coisa que me incomoda é quando o intitulado "crítico profissional" não entende, tecnicamente, nada sobre o que resolveu falar, e utiliza apenas elementos subjetivos pra dar o seu parecer sobre aquilo. Vira uma opinião bosta, de um palpiteiro, que não acrescenta nada, e que será repetida por leitores igualmente leigos. Se eu entro em um veículo "especializado" pra ler uma crítica, eu espero, no mínimo, algo um pouco mais embasado do que uma percepção pessoal vazia.

Pode crer. Fui burro de desrespeitar essa regra e ler crítica do Blade Runner 2049 em uma revista que eu pensei q não fosse dar spoiler...e agora sei do que se trata, das principais cenas blablabla...praticamente assisti ao filme, tendo lido menos de 1 página.

Eu não vejo a crítica como algo assim tão exato. Receio que nossa visão sobre a crítica seja diversa. Como o próprio Borgo diz no final e eu concordo com ele, o veredito não é um veredito. Na verdade não deixa de ser uma hipótese, a crítica. Sabe uma boa conversa? Assim como essa que estamos tendo: eu não quero convencer você de que minha ideia está correta. Só lançar uma visão própria sobre o que vimos. E você vai rebater com a sua visão. Então, mesmo que não concordemos, chegamos a um ponto em comum que nos satisfaça. E talvez eu diga: ah, mas ele tem razão nesse ponto... ou talvez vc concorde comigo em outros. Não se trata de criticar a emoção, porque esse negócio de mensurar algo ou comparar com outra coisa nem sempre é correto, mas é uma forma de você explicar porque gosta mais ou menos de algo, entende? Tipo, eu acho que o Zico é melhor que o Romário. Mas isso não quer dizer que ele foi melhor jogador, afinal, vc pode ter uma ideia exatamente diversa. Mas eu consegui explicar meu ponto: o Zico é alguém que na minha visão conseguiu ser melhor em determinados momentos. E vc não vai achar ele mais que o Romário, mas vai entender o porque eu disse isso. Se não ficou confuso, espero que você tenha entendido o meu ponto de vista. Não se trata de saber a verdade ou quem é melhor, mas os motivos que me levam a gostar mais de algo, ou menos. Assim eu vejo a crítica.

A questão não é se doer com a opinião alheia, o grande problema é que tem muita gente que se deixa levar pela crítica e julga se um filme é bom ou ruim antes de mesmo de ver, prejudicando o desempenho da recepção e bilheteria de uma produção. Infelizmente tem uma grande parte do publico, que não entende a arte e nem a função da crítica (verdadeira).

Concordo. O omelete virou reduto de "excluídos socialmente", as ditas pequenas parcelas da sociedade. Tudo gira em termos de ter que aceitar certas coisas goela abaixo através de pessoas do omelete que vomitam suas ideologias, pedem respeito, mas se somos de opinião diferente, somos os errados. Talvez o único com bom juízo seja o Forlani, e é o que menos aparece... O site está igual ao governo: querendo preencher cotas em todos os cantos. Isso fica claro em suas criticas e vídeos.

Não vi o vídeo, mas respondendo a pergunta Depende do veículo e de quem faz a crítica. Se é feita por um blog sem fins lucrativos ou por alguém que gosta de cinema, a crítica é ao mesmo tempo pra passar a impressão de quem criticou o filme e ao mesmo tempo pra informar o leitor, agora se for feita pelo Borgo é por jabá, se for pelo Hessel é uma espécie de apologia narcisista, uma ode a ele mesmo, se for pela Natália em algumas vezes é pra panfletar politicagem e se for pelo Rom4r1z é puro nonsense.

Deixei de acompanhar o Omelete justamento por causa dessa 'Nathalia". Se acha d+, fala nada com nada e paga de foda. Antipatia total dessa menina.

Exatamente. Por isso digo que é contraditório que Natália e Hessel digam isso.

Truque de Mestre, só não dei se é o 1 ou o 2

são dois babacas...

Truque de Mestre

Eu pensava que as pessoas iriam ao cinema como um entretenimento e curtir o filme, que gostar ou não do filme fosse uma consequência e independente disso, no fim do dia, valeria o ingresso por ter feito um passeio e esparecer a mente.

Se eu estivesse no lugar do Borgo eu falava para pessoa eu ainda não quero ouvi a sua opinião do filme e se insistir mandava tomarnocu. Agora esse mimi de as pessoa sair no corredor falando a sua opinião eu não concordo se a pessoa quer expressa sua opinião pode fala sim se a pessoa estiver em comoda sai correndo e não escuta. Agora a pessoa tem que ser oprimir por causa de alguns que não gosta.

Pra que se doer com a opinião dos outros? Crítica é apenas a opinião de alguém sobre um produto. Fim. Qual a sua opinião? Vc gostou? Vc viu? Isso é que faz a diferença. Ok, há um direcionamento, se é bom ou ruim na visão daquele indivíduo, mas é só isso.

Não se trata de ego, critica profissional trata de assunto mais técnico, para ajudar o publico a entender porque um filme não apresentou um bom espetáculo ou ficou confuso. Mas ultimamente eu escuto muito a frase "eu acho" em criticas apenas pessoais, deixando assim de ser profissional, que seria o ideal! Procura o comentário do James Howllet abaixo, descreve bem o que seria o ideal!

Kkkkkkkkkkkk... Sem falar no estilo "parnasiano" dos figuras! E a sessão de cartas?!?! Kkkkkkkkkkkk...

Desculpa, na verdade queria dizer o filme as 3:26

Kingsman 2 o circulo dourado.... ta no cinema.

Que filme é esse que aparece as 4:26?

Ultimamente nem estou olhando a crítica. Só a reação do público (que muitas só sabem seguir a onda de "criticos").

No quesito textao ele venceu

Eu nem crítica leio, eu não espero nada de um mero 4 fun em blockbusters. O último que esperei algo e me decepcionei foi bvs

Você problematizou tanta coisa, prefiro pensar que a crítica só avalia se o filme é bom ou ruim

Bom, eu penso o seguinte, o site é deles, fazem o que quiser, e acompanha quem quiser....

Só leio a críticas Depois de ver o filme

Pq fere o seu ego?

politicamente correto é bom!!!

<3 Omelete

Você falando em Rock Brigade , lembro da birra que o Fernando Souza Filho(um dos meus críticos preferidos) tinha com o Iced Earth uma das minhas bandas preferidas, falou mal e deu uma nota ruim pra "baralho" para o Alive In Athens, que é um dos melhores albuns ao vivo da história do Heavy Metal, criticou o formato de 3 discos pois "encarecia" o produto , mas havia uma edição nacional cujo o preço era 5 pila a mais de um CD simples e até mesmo a "gringa" não era cara pois o dólar era quase 1 pra 1, e no CD de covers "Tribute to the Gods" ele desceu a lenha no Matthew Barlow dizendo até que a unica música boa era "Transylvania" do Iron Maiden porque era instrumental, quanto todo mundo havia justamente dado destaque ao vocal do Barlow nas versões.

essa retórica pífia, que virou moda com esse pessoal patético que saiu do 4chan, MBL, e etc, foi inventada há muitos séculos pelos sofistas. melhore, caro fake sem vida.

Eu gosto das críticas do Hessel. Fale por você.

Como assim, cara? É obvio que tem gente compartilha dos mesmos gostos que ele. Isso não tem nada haver com gostar da crítica que ele faz.

Hoje as críticas do Omelete é para consolidar seu posicionamento ao politicamente correto, onde filmes e séries tem se dividido na cozinha para aqueles que demonstram pertencer a parcela da sociedade que essas produções evidenciam, como a feminista que sempre inicia o primeiro parágrafo da crítica para escrever algo empoderado sobre a representação oprimida da mulher do filme em questão, tem o homossexual que escreve artigos defendendo séries que o representam, onde, por uma incrível coincidência, dá notas máximas para séries direcionadas a esse público, com direito até a viagens para falar in loco sobre diversidade nos sets de filmagem, tem o militante raiz que usa o cinema pra falar de polarização política, país pós-golpe e garimpar atores de interpretações cinematográficas que tem a força de um "jovem Lula", e por aí vai... Lógico, essa segmentação não está apenas no campo político, mas também no comodismo, já que tem cozinheiro no Omelete que parece que só escreve crítica de filme que assistiu com a família ou pra conhecer ator famoso. Se o Seu Borges está tão enfático com o termo PROFISSIONAL do ofício de crítico da sétima arte, seria coerente botar ordem na casa, pois entende-se que um jornalista da área tem que criticar qualquer tipo de filme, e não aqueles que estão atrelados a seus gostos e personalidade. Só mais uma coisinha Borges, já que representatividade, justiça social e diversidade estão sendo levado mais a sério que o Entretenimento na cozinha, não esqueça de avisar o RH do Omelete que Pantera Negra estréia no ano que vem, e pegaria muito mal para o site fazer um textão sobre o filme sem nenhum representante dele na redação ou na apresentação das lives e programas da cozinha! ;)

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, 4:38, Hessel: "Tem muita gente que eu sei que me lê porque compartilha dos mesmos gostos que eu"!! Essa foi foda!! Esse senhor deve estar se referindo a algum outro universo paralelo, porque nesse filhão ninguém gosta das suas críticas!! Agora que o omelete esta nadando no dinheiro, já passou da hora de contratarem críticos de verdade, e não esses estagiários, afinal somos os consumidores e merecemos o melhor! Porra!

Disse tudo! Essa Natália e esse Hessel se acham os intelectuais nerds! Mas não!

Mais um vídeo para o Omelete se colocar acima de todos! Já faz tempo que o site cresceu, evoluiu, e o "poder subiu as suas cabeças". O omelete tem críticas escritas e em vídeos pendendo para certos diretores e certas categorias, e vem falar mal de outros? Que absurdo. Falta de ética. Fale na cara da pessoa, não aqui. Estão parecendo os youtubers adolescentes que ficam brigando pela web afora.

Boa! É por aí mesmo. A questão do gosto existe assim como as idiossincrasias de todos nós. Eu, por exemplo, gosto de Coldplay e Odair José não vendo problema nisso .

Hum...Mas aí quando se justifica apenas por gosto e achismo deixa de ser crítica e passa a, no máximo, ser uma resenha ou algo parecido.

Sim, dentro da forma de consumo de hoje, também nunca fiquei limitado ao lix0 que é produzido hoje, mas as vezes é impossível ficar longe deste tipo de música, principalmente quando se vizinho chato resolve fazer uma festa ou seu amigo de gosto musical duvidoso resolve tocar a música direto para lhe irritar. Mas o que me torna menos exigente em relação a música é mais o fato da geração em que eu cresci, não sei a sua idade, mas eu sou novo, tenho só 19, durante minha infância não tinha tanta coisa boa tocando no mainstream, e na adolescência para a frente a coisa só piorou, para escutar legião, titãs, paralamas, Raul seixas, Chico Buarque e etc eu sempre tive que ir atrás. Logo se a letra tiver pelo menos a intenção de passar alguma mensagem, eu meio que já me contento, mesmo que o artista não seja tão talentoso assim. De qualquer forma não acho que meu gosto pelos tribalistas seja fruto da minha falta de exigência, eu realmente acho o som deles algo bem relaxante, mas aí é questão de opinião.

Ter preferências ok....mas falar mal de uma só porque gosta da outra é atitude de fã, não de um profissional. E é muita contradição ela dizer nesse vídeo que "tem muita gente que acha que a crítica tem que ser feita para corroborar com as suas ideias"...

Já teve alguns vídeos em que ela fala que prefere a Marvel porque acha mais divertido e diz que a DC é séria demais.

Ver o Hessel e a Natália falando que as críticas não são para corroborar com a opinião pessoal dos críticos, chega a ser engraçado. O Hessel sempre usa o mesmo discurso pseudo-intelectual de que falta profundidade, que os diretores explicam demais e não deixam o espectador pensar... A Natália então, exalta os filmes da Marvel como se fossem a melhor coisa do mundo e mete o pau nos filmes da DC como se ninguém soubesse o que está fazendo. E já teve omeleteve em que ela disse que prefere a Marvel porque é mais divertida. Se não é para deixar a opinião pessoal interferir, ela e o Hessel não são os mais adequados para escreverem críticas.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus