2001 - Uma Odisséia no Espaço | 45 anos

Dez curiosidades sobre um dos melhores filmes de todos os tempos

Natália Bridi
02 de Abril de 2013

2001

Há 45 anos chegava aos cinemas uma obra-prima. Da colaboração entre Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke, nascia o épico espacial que se tornaria um marco cinematográfico, considerado um dos melhores e mais influentes longas da história - sendo o #6 na lista da  Sight & Sound dos melhores filmes de todos os tempos.

Parcialmente inspirado no conto A Sentinela de Clarke, 2001 - Uma Odisséia no Espaço trata com apuro científico temas como a evolução humana, tecnologia, inteligência artificial e vida extraterrestre. O pioneirismo e a qualidade dos seus efeitos especiais foram premiados com o Oscar e criaram um novo (e alto) parâmetro para as ficções científicas. Para celebrar o aniversário, separamos dez curiosidades sobre a produção:

1 - Não há diálogo nos primeiros 25 minutos de filme (o silêncio acaba com a voz da comissária de bordo em 25:38) e nem nos últimos 23 minutos (sem contar os créditos finais). Somando essas duas sequências, e outras duas mais curtas, há 88 minutos sem diálogos no filme.

2 -Para as cenas na superfície da Lua, Kubrick mandou importar, lavar e pintar centenas de toneladas de areia.

2001

3 - Originalmente, Kubrick pediu ao maquiador Stuart Freeborn para criar um visual primitivo, mas humano, para os primeiros homens. O problema é que a maquiagem criada exigia que os atores estivessem nus, o que levaria o filme a ganhar uma classificação 18 anos. Kubrick, então, optou pelo visual dos macacos. Com exceção dos filhotes de chipanzé, todos os personagens foram interpretados por humanos, sendo o comediante Ronnie Corbett o modelo usado para a maquiagem criada por Freeborn e sua esposa, Kathleen.

4 - De acordo com produtor e supervisor de efeitos especiais Douglas Trumbull, a quantidade de material filmado superaria em 200 vezes os 160 minutos de filme exibidos na première.

2001

5 - Depois de trabalhar meses, sem sucesso, com a equipe de efeitos especiais para chegar a um efeito verossímil para cena da caneta flutuante, Kubrick decidiu que a melhor forma seria "colar" a caneta a uma lâmina de vidro e suspendê-la na frente da câmera. Ao final da cena, é possível ver a comissária da nave puxar a caneta do vidro.

6 - Segundo Gary Lockwood, Kubrick originalmente concebeu HAL 9000 como Athena e o computador teria a voz de uma mulher. Em seguida, o diretor tentou usar Martin Balsam, mas achou que sua voz tinha muita emoção e um sotaque nova-iorquino. Nigel Davenport também foi testado e considerado "britânico demais". Douglas Rain foi então escolhido pelo diretor-assistente Derek Cracknell e aprovado por Kubrick por ter uma "espécie de sotaque brando do meio do Atlântico" que seria ideal para o papel. Rain gravou sua participação em apenas 9 horas.

7 - Kubrick e Clarke assistiram diversas ficções científica durante a preparação criativa para filme e o próprio Kubrick admitiu a influência dos filmes do produtor George Pal. A Conquista do Espaço (1955), por exemplo, teria influência em diversos pontos da trama.

8 - Segundo Clarke, Kubrick tentou conseguir uma apólice de seguro na Lloyd's of London,  mercado de seguro britânico famoso pelas coberturas incomuns (como segurar a voz de Bruce Springsteen em US$ 6 milhões), caso extraterrestres fossem descobertos antes do lançamento do filme. O astrônomo Carl Sagan chegou a comentar a recusa da Lloyd's: "Em meados da década de 60 não existia nenhuma busca por inteligência extraterrestre e as chances de alguém se deparar acidentalmente com extraterrestres era extremamente pequena. A Lloyd's of London perdeu uma boa aposta".

2001

9 - O monolito originalmente seria um tetraedro preto, porém, o objeto não refletia bem a luz. Kubrick então decidiu usar um cubo transparente, mas a alternativa se provou díficil em função dos reflexos criados pelas luzes do estúdio. Antes da conhecida placa preta também foi testato um monolito retangular de acrílico, mas a opção foi descartada pois não parecia convincente.

10 - O Pink Floyd faria a trilha sonora do filme. Apesar da colaboração não ter acontecido de fato, acredita-se que, seguindo a tradição da ligação entre O Mágico de Oz e Dark Side of the Moon, os mais de 23 minutos de "Echoes", do álbum Meddle, podem ser perfeitamente sincronizados à sequência "Jupiter & Beyond the Infinite" do filme.



Publicidade

Comentários (146)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Eduardo (02/04/2014 03:48:53)   0 0
Concordo que o filme seja sim uma obra prima para a época em que foi feito, lindo visualmente. Porém, assistí-lo hoje é quase uma tortura, não porque eu não possa entendê-lo mas porque é um filme propositalmente simples e ao mesmo tempo feito para não ser entendido, quer dizer, interprete como você quiser. Essa forma de brincar com a imaginação das pessoas e deixar que cada uma pense o que quiser é diferente de tudo o que há hoje, e verdade seja dita, os filmes de hoje cansam, é sempre a mesma coisa, então um filme que deixa as possibilidades em aberto passa a ser o melhor de todos os tempos apenas por que faz as pessoas pensarem, mas na verdade sem nunca chegar a uma conclusão, até que se cansam, desistem e esquecem. Não concordo que esse filme seja bom, usar a imaginação pra preencher lacunas também é cansativo, gosto de histórias com começo meio e fim, quero ampliar meus horizontes pela observação do ponto de vista do autor/diretor em contraste com minhas idéias e não por um devaneio da minha imaginação. Fazer pensar sem concluir! Se era era o objetivo, acho que foi mesmo alcançado, mas obra prima? Concordo apenas pelo pioneirismo e esforço, isso sim, merece muito respeito.



sem avatar Djalma (10/10/2013 16:49:43)   0 0
Por que esse filme é perfeito?! Porque as pessoas que assistem, muitas vezes deixam de observar os mínimos detalhes da produção dessa obra prima. Essa foto acima, por exemplo, o que ela traz de interessante?

Não pelo fato dos móveis sugerirem cores quentes e modernas ou visual do interior da espaçonave que parece dos dias atuais (tão genial que foi sua produção), mas porque se vocês observarem atentamente as linhas de emendas do revestimento do piso, perceberão que as linhas são paralelas duas a duas, entretanto elas avançam em direção ao fundo do espaço de forma curva e não como duas linhas de um trilho de trem.

Mas, muitos se perguntariam, o que isso tem de genial?

Claro que é genial! Afinal, essas pessoas estão em um pavimento secante de um anel de um dos grandes braços em forma de toro da espaçonave idealizada por Wernher von Braun e cuja forma cilíndrica justificava sua funcionalidade aos propósitos de geração artificial de gravidade, se não essas pessoas, ali, não estariam conversando naturalmente, como se estivessem na superfície de nosso planeta.

Nota-se, também, a genialidade de Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke que pela suavidade dessa curva dá para se estimar em centenas de metros o diâmetro dessa espaçonave.

Somente quem vê as coisas de forma completa e prima a unificação de detalhes sem equívocos é que pode ser considerado um gênio.

Dessa forma, me desculpem os críticos de cinema que elegeram esse filme como apenas o 6º na lista da Sight & Sound dos melhores filmes de todos os tempos, porque muito provavelmente essas coisas, que cito aqui, podem ter passado simplesmente despercebidas aos olhos menos perspicazes.

Não tem para ninguém: Disparado o melhor filme de todos os tempos no mundo!

Sou arquiteto e já fiz um anteprojeto de uma estação espacial baseado nessa estação de W.Braun.



sem avatar Rafael Forechi (10/04/2013 20:43:47)   13 0
A trilha sonora é uma das melhores que eu já vi, o filme poderia ser mudo tranquilamente, mas o debate do Hall com o Dave é sensacional, uma classico que jamais será esquecido, pode passar mais 1000 anos.



sem avatar MARCELO (09/04/2013 11:18:47)   5 0
Realmente um filme que jamais haverá outro parecido. Também assisti ele na minha adolescência e fiquei sem entender, mas ao mesmo tempo ligado à ele de alguma maneira. E com mais idade assisti de madrugada e então notei que comecei a entende-lo...daí parti para uma verdadeira "viagem" para extrair o maximo que pudesse da obra.
E aqui vai o link para os fãs desse filme-evento...veja o video e corra para rever o filme, não tem quem não faça isso. Eu mesmo comprei o blu-ray na hora que assisti. Abs a todos.

www.kubrick2001.com/index.html



Edu Porto Edu Porto (07/04/2013 01:26:24)   550 1
Meu primeiro contato com 2001 foi, como tantos outros filmes, numa madrugada insône. Eu estava na adolescência ainda, e como tal, meu gosto para cinema era um tanto quanto, sei lá, menos refinado para o que eu penso hoje.

Naquela noite, eu não curti o filme. Achei arrastado e confuso. Mas mesmo assim, continuei assistindo, sem saber bem o porque. Como que hipnotizado por aquilo. Imerso na trama. Até a sequência final, incapaz de desgrudar os olhos da tela.

Fiquei dias com o filme na cabeça, tentando entender o que eu havia visto, eu que era um adolescente boboca, espectador de filmes mais blockbusters.

E como os humanos, primitivos e modernos, deram saltos evolucionários quando toparam com o monolito, meu gosto cinéfilo, da mesma forma, se modificou ao contato com a obra do Kubrik.

E minha catárse foi mais ou menos assim: "Cara, preciso assistir mais essas pirações"

Tá, não foi uma epifania, mas foi uma virada nos meus gostos pessoais. Valeu, Kubrik.



sem avatar francisco carlos (06/04/2013 11:22:54)   536 0
Esse filme sempre me intrigou, e lembro que quando Guerra nas Estrelas foi lançado em 1978 por aqui, alguns cinemas de São Paulo, começaram à re-exibir 2001, com a chamada: "Antes de Guerra nas Estrelas, havia...2001!"Quando assisti a primeira vez, ele foi assinado pela Globo, que passou ele ,dividido em 2 partes em 1982.A segunda parte foi quase a viajeira inteira de "Jupiter e alem".Imagina o efeito (ou defeito!)que causa, em quem esta assisitindo, desconectando essa parte, da primeira que gera todo o suspense?!!Foi ridiculo.
Depois consegui, rever em DVD (que aliás eu tenho) e aí sim, deu pra curtir toda a experiência.2001 é uma OBRA DE ARTE.Nunca um fime assim, de FC, seria feito hoje em dia. No minimo chamariam o Tom Cruise ou o Will Smith, pra ser o Bowman, e um ator engraçadinho para ser o outro que é assasinado (pra deixar o publico mais comovido)e na sequência do desligamento do Hal, rolaria uma luta, com direito a explosões e tiros.No final Bowman desceria num planeta e apertaria a mão dos alienigenas que diriam algo como:"Agora vcs estão prontos...Vamos começar a nossa jornada juntos..."E pronto,bilheteria esta garantida e todo mundo feliz...Nas não.Kubrick sempre desafiou o coro dos contentes e não negou fogo tb desta vez.Não se engane quem acha a interpretação dos atores humanos fria.É assim por que Kubrick quiz.O ritmo é lento, por que é assim que teria que ser.TUDO foi estudado e faz sentido.Por tudoisso(tantas idiocrassias), é claro que não agradaria à todos.E normal que não curtiu.Não quer dizer que não entendeu nada ou não entende de cinema, bla.bla, bla....O filme´,( e o proprio Kubrick como diretor), se comunica com QUEM se sentiu tocado pelo filme.E nessa relação,tem muita magia e subtextos á serem explorados.Acho que é tudo que se pode querer de uma obra artística.Outros filmes de FC que destaco, neste estilo:Solaris (o original russo), Stalker (ambos do mesmo diretor, aliás), Zardoz, e mais recente, Lunar.Pra terminar, não tenho nada contra blokcbusters.Coloco o Imperio Contra Ataca e Caçadores da Arca perdida, assim como BLade Runner e Alien, como filmes de cabeceira, (me diverti muito com os Vingadores)mas as vezes é legal se sentir intrigado com obras do calibe de 2001.


Tércio Felipe Tércio Felipe (06/04/2013 13:00:34)   187 0
Eu concordo contigo, o cinema de hoje em dia é muito "hermético", tudo é muito "começo-meio-fim", tudo tem que ser explicado, prova disso é o filme "Prometheus" de Ridley Scott, o diretor que fez "Blade Runner", olha como antigamente o cinema era algo que fazia a gente pensar, ficar com ideias martelando na nossa cabeça por vários dias.

O desempenho dos atores é daquela maneira propositadamente para mostrar como o homem enquanto espécie tornou-se frio como uma máquina. Olhe as cenas das viagens do Dr. Floyd, um homem que viaja pelo espaço e está sempre dormindo, não dando a menor importância a bela paisagem do planeta Terra que se mostra por sua janela. Aquilo sempre me deixou intrigado. É como se fosse algo corriqueiro pra ele.

O trecho mais controverso do filme, ao meu ver, é claro, é "Júpiter e além do infinito" - o trecho final do filme. Porque justamente aqui, ele se difere de filmes que vemos hoje em dia. Suas cenas podem ser consideradas psicodélicas, subjetivas, mas é o que faz de 2001 uma obra aberta a qualquer tipo de interpretação. Você pode entender aquilo como quiser. É como Kubrick gostaria que fosse.

Eu li diversos artigos sobre 2001 na internet, e um deles dizia que originalmente os ETs apareceriam no filme, mas devido a restrições orçamentárias isso não pôde ser feito. Mas Kubrick justificou dizendo que "não se mostra 'Deus'". Interessante, não? Mas realmente se fosse hoje em dia Will Smith ou Tom Cruise iriam encontrá-los e haveria uma explicação lógica para tudo, subestimando o intelecto do público.

Por essas e outras 2001 é uma obra-prima.


Shadow Play Shadow Play (06/04/2013 09:37:45)   389 0
Esse filme é uma das coisas mais lindas que eu já vi no cinema.
Época que os blockbusters ( esse termo não existia na época)baixavam a guarda para a criatividade e não seguiam padrão de estúdio para estúdio de hoje em dia.
Um colega meu disse que o filme é tão foda que quando a acaba sequencia de desativação do Hal 9000 o filme poderi a ter acabado ali que já teria sido um final digno.Eu concordo com ele.
O "fim da onisciência" de Hal era "a" passagem do filme.Como um Deus que perde seus poderes e se mostra mais humano no seu fim.Mas somente no fim.E o humano mais robótico sem "sentimentaliza" coma fraqueza da maquina e seguindo prontamente o seu plano.
Uma linguagem de cinema única , alguem que sabia o que estava fazendo e deu conta do recado com sobras.

Kubrick é um dos meus cineastas favoritos.E foi esse o filme que colocou ele no pedestal.


Tércio Felipe Tércio Felipe (06/04/2013 12:37:44)   187 0
Foi legal você falar desse momento da desativação do HAL, porque eu sempre fico com "pena" dele à medida que o Dave vai desligando seus "arquivos" com a chave de fenda, ele começa a implorar para que Dave não faça isso, e depois diz que sabe cantar uma canção e pergunta se Dave quer ouvi-la, este responde que sim - aliás é a única conversa que ele tem com HAL, depois deste tê-lo deixado trancado do lado de fora da nave - HAL começa a cantar cada vez com a voz mais esquisita devido ao fato de sua memória estar se esvaindo, até que então pára. Ali eu fico triste por ele, apesar de todas as mortes que causou. Prova da maestria de Kubrick, né? Não há maniqueísmos aqui.


Darkseid Darkseid (05/04/2013 08:51:45)   2550 0
"Ao final da cena, é possível ver a comissária da nave puxar a caneta do vidro."

Eu não vi nada disso!!! Repeti várias vezes a cena e realmente parece que ela tirou a caneta do ar e não de um objeto transparente sólido. Acho que a forma com que ela segurou a caneta com uma das mãos dificultou a percepção desse detalhe (pelo menos pra mim).



Edemberg Edemberg (04/04/2013 20:48:22)   12 3
1968 foi um ano espetacular pra o cinema, imaginem só de uma vez O Bebê de Rosemary, O Planeta dos Macacos e esse 2001: Uma Odisséia no Espaço! Que acham de um vídeo sobre isso no próximo OmeleTV?


Tércio Felipe Tércio Felipe (04/04/2013 21:44:44)   187 2
1968 foi um ano de grandes acontecimentos, não só no cinema, mas no mundo. Há uma série de livros que tratam especificamente desse ano. Dando uma zapeada por aí você encontra alguns. É interessante saber até do ponto de vista histórico.

Mas falando especificamente sobre o cinema, daria um tema legal mesmo. Planeta dos Macacos também me deixou aterrorizado quando moleque, hehe.


Kestrel Kestrel (04/04/2013 18:52:41)   318 0
Gente na duvida LEIAM OS LIVROS



Publicidade
Cabeça de teia Cabeça de teia (04/04/2013 14:13:08)   2843 0
Um filme tão foda que chamá-lo de "filme" é quase um chingamento, já que na verdade é uma lição de vida, uma obra pra ser apreciada.



darth vader darth vader (04/04/2013 01:06:42)   47 2
um dos melhores filmes que ja vi na vida mesmo ! stanley kubrick era um genio ! sem duvida esta entre os 5 melhores diretores da historia do cinema !(e olha que nunca ganhou um oscar) so fez filmaço ! e minha opiniao , mais acho que 2001 foi o melhor filme dele so atras do epico '' laranja mecanica '' !

abraços a todos e '' que a força esteja com vc '' rsrsrs



sem avatar Fabio (03/04/2013 22:20:34)   1 1
Acho que depende muito do momento em que você assiste. Da primeira vez que vi, com uns 18 anos mais ou menos, achei chato e nem consegui terminar, dormi na metade.

Uns 10 anos depois, um pouco mais maduro e principalmente - bem mais saturado das explosões de Hollywood, assisti novamente (no mesmo mês em que vi todos os outros filmes do Kubrick) e achei sensacional.

Não é um filme simples de ser assimilado, é muito diferente do padrão. Por isso entendo e respeito quem não gosta. Não acho que seja só uma questão de entender ou não (até porque, mesmo na 2º vez eu não entendi muita coisa e gostei! :D)

Não sei se vocês já leram sobre a continuação da história:
http://pt.wikipedia.org/wiki/2010:_Odyssey_Two


Também escrevi um conto de ficção sobre a lua de Júpiter, evidente que muito aquém da qualidade do de Arthur C. Clarke, mas talvez vocês gostem:
http://tinyurl.com/c3unk3w


Abraço.



Poeta CICERO Poeta CICERO (03/04/2013 21:35:48)   309 1
VALE LEMBRAR...

Que esse filme não tem uma sequencia
linear cronológica.
Por isso que aqueles que falam mal deste
clássico fala que o filme é sem sentido.

O que diferencia nesse filme é mostra-lo
nas imagens que são constituídas numa
especie de slide progressivo. Imagine como uma pintura psicodélica.

Quem é poeta como eu, ou gosta de poesia,
vai entender que esse filme é um poema!
Tudo vai depender de como você vai
interpretar. É um filme que faz PENSAR...

OBS:

Adoro STAR WARS e STAR TREK, mas peço
por favor, parem de comparar essas
franquias com
2001 - UMA ODISSEIA NO ESPAÇO,
seria a mesma coisa que comparar
DESENHO ANIMADO com CARAVAGGIO!!!

http://CASTELOdeMARCAS.blogspot.com.br



sem avatar Alexandre Floquet (03/04/2013 18:36:40)   177 2
Que me perdoem os fãs de Star Trek e Star Wars, mas 2001 uma odisséia no espaço é o melhor filme de ficção científica de todos os tempos.


Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 20:35:10)   187 4
Mais uma vez concordo com o Otto, rs.

Muito bem colocada essa diferença.


sem avatar Alexander (03/04/2013 18:25:27)   210 0
me perdoem pelo comentário, mas é minha opinião pessoal.
Ainda hj nao entendi se esse filme é bom ou um enchimento de linguiça infinito. eu vi o filme quando criança... dormi.
vi quando adolescente... dormi.
fui vem há algumas semanas... dormi
eu acho que é o meu organismo que nao gosta desse filme, só pode ser isso.



sem avatar Sérgio (03/04/2013 17:02:08)   19 -1
Parabéns; ótimo artigo sobre "2001"! Aproveito para sugerir um texto sobre o filme de Kubrick:

http://cinematographecinemafilmes.wordpress.com/2013/04/03/2001-uma-odisseia-no-espaco-1968/

Abraço



sem avatar Marcelo (03/04/2013 14:57:11)   6 1
Tive o privilégio de assistir a esse filme numa grande sala de cinema (o saudoso Cine Comodoro, em São Paulo), quando eu tinha uns 14 anos. Saí da sessão com a cabeça fervilhando de ideias, dúvidas e teorias sobre o que havia visto na tela. Fui atrás do livro homônimo de Arthur Clarke, e depois de ler o romance, tive de ver o filme de novo! Até hoje, esse filme exerce uma atração quase hipnótica sobre mim.
“2001” é cinema de primeiríssima linha. A arte de contar histórias pela conjunção de imagem e som é tão soberba que praticamente dispensa diálogos. A interpretação dos atores pode parecer apagada, mas é perfeita para demonstrar a tese de que os homens pré-históricos e o próprio computador HAL (em suas falhas, emoções e conflitos) são mais “humanos” do que os astronautas do século XXI.
Como ficção científica, “2001” também é uma obra da mais alta qualidade, com um embasamento profundo e corajoso na ciência real, a ponto de dispensar as fáceis “licenças poéticas” abraçadas por tantos outros filmes (tais como o rugir de motores em pleno vácuo espacial, tão comuns em Star Wars e Star Trek, por exemplo). Talvez seja um pouco elitista, mas quem já possui algum conhecimento científico certamente terá maior facilidade para acompanhar a narrativa.
Nada contra o grande cinema de entretenimento, que facilita e simplifica tantas coisas só para divertir o espectador. Mas “2001 – Uma Odisseia no Espaço” pertence a outra categoria cinematográfica: mais do que entreter, o filme quer fazer pensar.


Nimrod Nimrod (03/04/2013 16:22:11)   3 2
"2001" não é filme de ficção; é poesia em estado puro.


Ðartђ Ѵadęr™ Ðartђ Ѵadęr™ (03/04/2013 13:58:22)   2249 1
As pessoas que viram esse filme estão divididas entre as que gostaram e as que não entenderam...


Breno Breno (03/04/2013 14:41:50)   621 -1
Seu comentário está certíssimo. Apesar de 2001 não ter um significado direto para algumas coisas, possibilitando diversas interpretações, uma grande parte das pessoas que assistiram não entenderam o longa...

sem avatar Alexander (04/04/2013 04:10:58)   210 -1
cara, te garanto que nao sou idiota. tanto que fui atrás dos livros e achei melhor que o filme. É como ver uma pintura de picasso. vc ESCOLHE que está diante de uma obra ou ADMITE que é um bando de rabiscos toscos. e só por respeito ao impacto que esse filme tem na história, nao digo o que realmente penso sobre ele.


Ricardo Ricardo (03/04/2013 12:16:53)   1815 5
Bela matéria sobre um dos melhores filmes de todos os tempos. Essa obra-prima não somente foi importantíssima para elevar a ficção científica para um nível jamais alçado por qualquer outro filme até hoje, como também serviu de inspiração para Spielberg, Lucas, Cameron, e se formos pensar nos cineastas mais modernos, podem contabilizar aí Christopher Nolan, Darren Aronofsky, Terrence Malick e outros feras que temos na atualidade.

2001 é objeto de estudo de cinema com temas abstratos e fotografia em faculdades de áudio-visual, além de conter uma filosofia sensacional sobre os rumos do homem e suas ferramentas, aliás como explica até hoje o site http://www.kubrick2001.com/ que mostra pontos de vista interessantes sobre o filme.

Sem sombra alguma de dúvida, uma obra-prima rara que tenho na minha coleção e que de tempos em tempos volto a explorar e redescobrir!


Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 12:54:25)   187 3
Assino embaixo, prova de que bons filmes são atemporais, como alguém já disse por aqui.

sem avatar Ze (03/04/2013 12:59:02)   -174 1
O Malick é da mesma época do Lucas e anterior ao Cameron.

Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 20:36:29)   187 4
Haha, muito bom Otto!

Desculpe, eu não lembrava que tinha sido você! Seus comentários são sempre pertinentes e inteligentes, parabéns!


Publicidade
Lukas Demian Lukas Demian (03/04/2013 11:41:54)   -1 1
Arthur C. Clarke. Tá ai um gênio da ficção cientifica e respeitável fisico. Para quem nao sabe ele era um dos grandes nomes do mergullho. Exatamente para ter a sensacao que esta em outro planeta. E nunca falhou com a qualidade de seus livros.



Willie Willie (03/04/2013 11:40:53)   814 5
Parabén pelo especial, Omelete! Realmente 2001 é uma obra-prima, top-5 um dos melhores de todos os tempos. Genial.

Kubrick além de gênio, era muito ligado em ocultismo, então o filme é coalhado de referências ocultas que não vem ao caso comentar aqui! heheh

Puta filmaço!!!



sem avatar Clecyo (03/04/2013 11:31:41)   4 1
"2 -Para as cenas na superfície da Lua, Kubrick mandou importar, lavar e pintar centenas de toneladas de areia."

_Apenas uma ressalva: Kubrick é responsável pelo melhor filme de não-ficção da nossa era: o pouso do homem na Lua, em 20 de julho de 1969. Este cuidado todo com a areia justifica-se, pois o filme foi lançado em 29 de abril de 1968.

_E claro, este comentário é uma ironia, que mistura lendas urbanas ao típico humor nerd.



sem avatar Ze (03/04/2013 11:03:16)   -174 0
Eu concordo que tem muita gente que diz que gosta de 2001 sem nem ter visto ou tentando entender, mas não se pode dizer que 2001 só teve sua fama graças a essas pessoas.

2001 é famoso pq é um dos filmes preferidos de George Lucas, James Cameron, Wood Allen, Spielberg, Orson Welles, por exemplo.

Além disso 2001 é um dos poucos filmes que ultrapassaram o cinema e realmente foram a fusão de diversas artes e pode ser criticado e gera discussão em todas elas.

Seja na música, fotografia, artes plásticas, no cinema, literatura, além de filosofia, psicologia, e podemos pensar em antropologia e sociologia.

Pensem rápido que filme lançado em 2012 pode ser discutido desta forma?



Jefferson José Jefferson José (03/04/2013 09:52:34)   1616 7
Indiscutivelmente é um dos melhores filmes de todos os tempos!

Kubrick levou a ficção a outro patamar.


Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 12:58:01)   187 3
Fato!


Zica das Almas Zica das Almas (03/04/2013 08:29:17)   399 3
A primeira vez que vi tinha uns 11 anos(tenho 27) pq fui alugar um filme e gostava de ficção científica, mas na época achei chato pq não tinha explosões, naves espaciais etc. Mas algo no monólito me deixava angustiado, com os pelos dos braços extremamente arrepiados.
E a última vez que revi foi nesse último feriado e devo admitir que toda vez que aparece o monólito me sinto angustiado e com os pelos dos braços arrepiados.

Li um dos argumentos de Kubrick depois do lançamento do filme em 1968 sobre a pergunta de um repórter que o questionou sobre o significado do filme. Ele responde dizendo que no dia que uma pessoa disser que entendeu meu filme por completo então ele teria fracassado.

Um filme para ser visto e respeitado por todas as gerações.


ian ian (03/04/2013 08:42:42)   103 2
Boa época esta onde por ano eram feitos ao menos 5 grandes filmes, em todos os aspectos.

Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 13:03:45)   187 2
Aquele monólito é inquietante mesmo. Toda vez que ele surge, acompanhado daquela trilha sonora "iiiiiiiii", rs, ficamos assustados com aquele mistério.


sem avatar Thiago (03/04/2013 07:26:14)   0 0
Kubrick é um gênio e este filme é uma das provas disso...Ele conseguiu se recriar a cada filme e tinha a coragem de, por exemplo, produzir um humor sobre a Guerra Fria em plena Guerra Fria! (Dr. Strangelove)...

Não é à toa que Spielberg irá utilizar o roteiro de Kubrick sobre Napoleão!



sem avatar Ze (03/04/2013 01:31:33)   -174 -2
Não é um dos melhores filmes de todos os tempos É O MELHOR FILME.

Tudo nele é fantástico, do genial roteiro, as imagens, a trilha e fabulosa capacidade de criar interpretações graças ao seu vasto conteúdo.

Só tentando explicar o título você já faz uma tese de doutorado.

2001 é como Ulisses, a Nona de Beethoven etc se você não entende e não gosta vocÊ demonstra sua total incapacidade de interpretar uma obra artística.


sem avatar Pedro Ivo (03/04/2013 10:00:19)   255 0
Imagine se a trilha fosse do Pink Floyd então.

sem avatar Ze (03/04/2013 10:55:38)   -174 -1
Carlos, veja: qual o motivo para 2001 ter ganho apenas o Oscar de efeitos especiais e aparecer mais nas cerimonias do Oscar que filmes que ganharam 5,6, 7 etc Oscars? Justamente por 2001 ser um dos poucos filmes que tem essa magia que você fala.




Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 01:12:27)   187 8
Kubrick era sensacional. Fico feliz que muita gente assim como eu adora esse filme. Eu o tenho aqui em dvd junto com Laranja Mecânica, Nascido Para Matar e Spartacus. Eu admiro muito o trabalho do Kubrick.

Especificamente falando sobre 2001, é como a galera falou, um filme que pode ser interpretado de incontáveis maneiras. Tal qual uma obra de arte num sentido ascético do termo. É belíssimo, é inquietante, é misterioso. Poucos são os filmes que nos causam sensações assim. Vou até assisti-lo novamente, porque esse merece. Fico muito "mexido" quando o assisto, mas quero ver a que conclusão chego desta vez. O que é a voz do HAL 9000? O que é aquela trilha sonora composta de músicas clássicas que são atemporais? O que são aquelas imagens fantásticas do espaço?

2001 é muito emocionante mesmo. São essas pequenas coisas que mantém a minha fé na humanidade. Somos boas pessoas. Talvez apenas "crianças estelares"...


sem avatar Pedro Ivo (03/04/2013 10:00:25)   255 6
Carlos, uma coisa não anula a outra. É perfeitamente possível gostar de Spielberg e de Kubrick ao mesmo tempo. São estilos diferentes de cinema, um complementa o outro.
O próprio Spielberg reverenciava Kubrick, e foi amigo de longa data do diretor.
Idéias confusas em filmes lentos? Que babaca.

Willie Willie (03/04/2013 11:59:27)   814 5
Perfeito! Crianças estelares em todos os sentidos.

Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 12:52:05)   187 3
Otto e Willie,

É isso mesmo. Eu achei muito bonita aquela ideia passada no fim. Depois de toda a evolução tecnológica - representada também na figura de HAL 9000 - o retorno a inocência de uma criança, querem coisa mais bonita do que isso? 2001 é demais!

Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 13:12:04)   187 2
Carlos,

Gosto é algo que não se discute. Mas felizmente, a maioria aqui tem sensibilidade e inteligência para reconhecer em 2001 uma obra-prima do cinema. Se você não consegue compreender isso, eu lamento profundamente.

Quem sabe se você não voltar a infância como uma "starborn child", quando chegar a fase adulta novamente 2001 não o sensibilize?


sem avatar Flavio (02/04/2013 23:55:46)   61 1
O cinema nos apresentou muitos gênios em seus aproximadamente 100 anos de história:
Chaplin, Coppola, Scorsese, Wilder, Orson Welles, Hitchcock, Ridley Scott, Woody Allen, Peter Jackson, Christopher Nolan, Spielberg, George Lucas, Tarantino, Eastwood, Cameron, Fincher, Kurosawa, Sergio Leone, etc... Todos gênios inegáveis. Kubrick, para mim, foi o maior de todos!
Quem transporta "2001", "Laranja mecânica" e "O Iluminado" para as telas como ele fez, só pode merecer esse rótulo.



Publicidade
sem avatar Vinicius (02/04/2013 23:35:27)   -2 -1
Com tanto clássicos voltando ao cinema seria uma boa se 2001 fosse também, mas que num fosse convertido para 3D. ^^

2001- Uma odisseia no Espaço é um dos meus filmes favoritos, foi graças a ele que me apaixonei por ficção Cientifica, sem falar que foi um dos primeiros filmes que me fez pesquisar sobre a produção.

Uma pena que num e faz mas filmes assim, diferentes, e quando fazem não recebem a devida atenção. Hollywood precisa ousar mais!



sem avatar Pedro Ivo (02/04/2013 23:05:18)   255 4
Stanley Kubrick foi um gênio ultra-perfeccionista que fez pelos menos três ou quatro obras inigualáveis na história do cinema.
"2001 - Uma Odisséia no Espaço", para mim, é o maior deles.
Faz muitos anos que o vi, mas nunca mais saiu da minha cabeça. Também não me lembro de ter entendido muito bem seus enigmas, mas isso pouco importa. "2001" não é filme para ser facilmente assimilado, não é um filme com cartilha de informações e cheio de notas de rodapé como gostam de fazer hoje, é o filme-cabeça por excelência.
Aquele monolito...aquilo é coisa de louco, pode ser muitas coisas, como pode não ser nada, mas te deixa vidrado, hipnotizado.
E é um filme tecnicamente impressionante até os dias de hoje. Não é exagero dizer que é um dos mais belos filmes autorais de todos os tempos. E a melhor ficção científica.
Ver essas fotos de Kubrick no set é de deixar qualquer cinéfilo babando.


Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 13:13:47)   187 0
Tem razão em tudo o que disseste, Pedro Ivo. A primeira vez que o vi, também fiquei impressionado. O filme ficou martelando na minha cabeça por vários dias.


Vinícius Vinícius (02/04/2013 23:05:02)   438 1
Se acham que assistir O Mágico de Oz "alterado quimicamente" é show, não sabem o que tão perdendo com Echoes e 2001! :D



Bruno Bruno (02/04/2013 23:03:57)   61 1
Eu nunca tinha assistido a esse filme inteiro, então dia desses resolvi assistir o bluray e fiquei impressionado com a qualidade técnica de som e imagem! Parece que ele foi feito pra ser full HD!
E quanto ao enredo, gostem ou não do filme, mas não tem ninguém que tenha ficado indiferente após essa "pedrada" na cabeça!
Nota 10!!!


Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 13:15:39)   187 1
Não há como ficar indiferente a esse filmaço. Nota 1000!


Breno Breno (02/04/2013 23:01:10)   93 2
Vocês poderiam fazer essas análises de filmes clássicos com mais frequência, não somente nos aniversários. Acredito que assim o caminho da geração "prepúsculo" seria melhor direcionado :P

ps: estou esperando um especial Jurassic Park 20 anos!


sem avatar MAURICI (03/04/2013 03:23:55)   1 1
Concordo com você Breno, filmes clássicos despertam discussões acaloradas e trazem lembranças sobre detalhes que cada um consegue extrair da obra.


Gustav Klimt. O Zumbi que gostava de sonetos, sangue e cerejas. Gustav Klimt. O Zumbi ... (02/04/2013 22:13:56)   1901 7


Aquele demoníaco monólito sempre me deixou angustiado. A cada salto tecnológico da humanidade, a figura geométrica enigmática aparece com uma trilha sonora incômoda e um pouco assustadora.

O filme do Kubrick é tão fantástico e representa uma ruptura tão grande com o cinema, que ele mesmo é um monólito.

Aliás, acho que é possível estabelecer uma analogia lúdica: uma fita VHS em pé do filme "2001. Uma Odisseia no Espaço" possui o mesmo significado simbólico do monólito.

Ambos representam um salto tecnológico e uma evolução da linguagem.


Tyler Durden Tyler Durden (02/04/2013 22:23:13)   2892 0
Você é o cara, se você falou tá falado!

Willie Willie (03/04/2013 11:56:04)   814 3
Perfeito, mas lembre-se: não é apenas uma fita VHS: não se esqueça que a tela do cinema tem as proporções exatas do monolito. ;-)


sem avatar Santos D. (02/04/2013 22:06:18)   1285 0
Esse é um filme que está entre meus favoritos.A cada vez que revejo percebo novos detalhes.
Kubrick reuniu uma equipe tecnica que realizou um trabalho inigualável.
Uma das coisas que sempre me impressionou é o trabalho de makeup nas cenas dos homens macacos e na cena do astronauta envelhecido.
O som do filme também é outra coisa que considero marcante.



sem avatar scratred (02/04/2013 21:45:21)   699 2
Meu filme favorito, lembro que a globo exibiu o filme lá pelas 2:00 das madruga do primeiro dia do ano 2001, foi a primeira vez que assistir e fiquei encantado com o filme, mesmo sem entender completamente, o filme me deixou intrigado
ao ponto de não dormir nesse dia. Acho que só em 2001 que fiquei com essa sensação no final sem me decepcionar. Um clássico.


sem avatar Ramon (02/04/2013 23:06:00)   8 0
Compartilharmos do mesmo sentimento!! Nesse mesmo dia tb assisti pela primeira vez ao filme! que coincidência né? Já sabia da importância do filme mas nunca tinha assistido até esse dia! Nunca me esqueci tb! :D

sem avatar Ze (03/04/2013 01:50:11)   -174 0
Cara lembro disso, já tinha assistido várias vezes e foi muito emocionante este dia.


Kestrel Kestrel (02/04/2013 21:44:17)   318 0
Otimo filme de ficção cientifica



Tyler Durden Tyler Durden (02/04/2013 21:38:12)   2892 -5
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Rick Grimes Rick Grimes (02/04/2013 22:02:12)   1471 2
Liga não Tyler

Mas 2001 é foda. Sem mais.

Raul Raul (02/04/2013 22:05:26)   1073 1
Pra quê responder se posso apenas negativar? O pessoal daqui é assim, não concorda com algo.. tome negativar!

Francis Francis (02/04/2013 23:32:54)   2120 1
Negativos não significam nada, é so manter a sua opinião, eu fui um dos que discordaram de você (especificamente na 3° linha) porem eu não dei negativo, e acho que o negativo deveria ser apenas para pessoas ofensivas ou trolls, que não foi o seu caso, o debate sempre é bem vindo e produtivo, e não deveriam dar negativo para opiniões e sim para ofensas.

sem avatar Ze (03/04/2013 02:07:06)   -174 1
Grande, vocÊ não deu argumentos na sua crítica, você só colocou criticas a quem gosta, como se todo mundo que gostasse o fizesse por fingimento para parecer inteligente.

Mas vamos discutir, começar do começo, do título: 2001 uma odisseia no espaço, quem faz essa odisseia?quais são as referencias, o resultado dela no filme e a relação deles com outras obras e qual "mensagem" e relação com a corrida espacial da época e com homem no seu dia a dia?

Mas lembre-se só fique no título e no final do filme.E depois faça isso com Batman ou A origem e veja o qual dos dois dá mais trabalho pra pensar.

Agora outra, esquece as cenas grandes, pensa nas pequenas na menininha telefonando e falando com o pai?Pra mim dá pra discutir mais essa cena que toda filmografia do Nolan, afinal o pai não entende o mundo mágico de uma criança mas está prestes a tentar entender uma civilização de outro planeta.E como termina o filme? a terra e uma criança.E pensa agora, leve pra literatura: as crianças eram o simbolo da pureza, magia e da fuga da sociedade moderna, exata e sem fantasia para diversos escritores modernos, que eram a influência de kubrick e de diversos outros artistas, ou seja, essa menininha não tá lá a toa..

Mas sei lá....Batman deve ser mais profundo...

Tyler Durden Tyler Durden (03/04/2013 10:50:04)   2892 -1
Estamos falando sobre 2001, por que as pessoas tem que citar filmes do Nolan em tudo ? eu nunca cito eles quando falo de um filme, vocês dizem como se eu estivesse comparando 2001 a algo, lá em baixo foi meu ponto de vista em relação a 2001 nada mais. 2001.



Kestrel Kestrel (04/04/2013 18:49:28)   318 -1
Caro @TYLER nem vale a pena se aborrecer por isso essas pessoas que negativam tudo apenas pelo simples fato de voce dizer que gosta ou não de uma coisa, incapazes de dar uma opnião decente são aquelas mesmas pessoas que quando dizemos que um ator que eles gostam é ruim mandam o seguinte argumento" Ah, isso é inveja!" ou " Pelo menos faz sucesso ta ganhando dinheiro". não são todos mas sabe como é.......

Kestrel Kestrel (04/04/2013 18:50:43)   318 -1
Gostei do seu comentario @Francis é isso mesmo


Publicidade
sem avatar luciano (02/04/2013 21:36:59)   53 -18
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Willie Willie (03/04/2013 11:57:12)   814 1
po cara, você é um pobre diabo. :(


Samir Samir (02/04/2013 21:25:37)   20 -5
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Kestrel Kestrel (02/04/2013 21:43:29)   318 1
tem uns caras que dão deslike a toa alias isso tinha que ser banido daqui rsrsr entendo sua opnião mas pra mim é um bom filme de ficção cientifica e sem duvida os livros do Arthur C. Clarke dessa serie devem ser bem melhores. E pode deixar que não te dei deslike fazer isso só por que voce discorda da opnião da maioria é babaquisse valeu

Willie Willie (03/04/2013 11:51:18)   814 1
Samir, acorda cara! O cara foi um gênio mesmo, isso é fato. Qualquer babação de ovo pra ele é pouco. E outra coisa: ele sabia EXATAMENTE o que fazia e que mensagens passar. Tenta se aprofundar mais na obra, vc vai descobrir riquezas.

Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 13:22:52)   187 0
Eu acho engraçado as pessoas ficarem com raiva por não conseguirem compreender um filme. Muitas vezes uma genuína obra de arte, não é para ser compreendida, mas sim sentida? Entendeu?


sem avatar Padofull (02/04/2013 21:15:58)   237 5
Há uma lenda que a produção tentou vender a IBM uma cota de patrocínio, o computador não seria um tipo de herói, o (vilão seria um terceiro astronauta militar) e teria nome derivado dos computadores daquela época da empresa. A empresa já do tio Bill Gates teria rejeitado e como vingança o Kubrick trocou o nome do computador para Hal9000 e o coloou como vilão. Se vocês "subirem" uma letra no alfabeto para cada letra de IBM verão a sigla HAL, e os computadores dela na época eram os das séries 2000, 3000, e 3500. Então naquele século o modelo deveria ser da série 9000. Assim o vilão da história seria a IBM...


Tércio Felipe Tércio Felipe (03/04/2013 13:29:44)   187 0
Haha, tá vendo só? Eu nem sabia disso aí. Kubrick é monstro mesmo. O HAL 9000 é muito sinistro mesmo. Como só uma máquina poderia ser.


Rick Grimes Rick Grimes (02/04/2013 21:14:44)   1471 4
O filme é perfeito, vai além de palavras, é como se ele tentasse expressar em imagens aqueles sentimentos que não conseguimos expressar em palavras

Isso sim que é uma obra-prima



Fabiano Fabiano (02/04/2013 21:10:43)   544 4
Assisti esse filme na televisão na Globo em 1984 e durante alguns anos depois, fiz algumas pesquisas e descobri que ele foi lançado na época quase simultaneamente com O PLANETA DOS MACACOS do Frankilin J. Shafner com Charlton Helston e os 2 longas tiveram exibição exclusiva na sede da ONU e da NASA. É a Ficção Cientifica dandos os seus primeiros passos e nos preparando para o que ainda veriamos mais adiante. Um detalhe deste filme : A DIREÇÃO DE FOTOGRÁFIA E DE GEOFREY UNSWORTH, O MESMO DE SUPERMAN - O FILME.



Gabriel Gabriel (02/04/2013 20:38:12)   21 2
Eu pensei eu assisti-lo esses dias, fiquei curioso. O filme é tão difícil assim de se entender ?


cable cable (02/04/2013 21:01:15)   638 7
o filme foi feito para cada pessoa tirar sua conclusão sobre ele , se você entender o filme estaria decepcionando o kubrick.

o filme e uma obra serio , e um filme obrigatório para os omelenautas.

Cabeça de teia Cabeça de teia (02/04/2013 21:04:13)   2843 6
Esse é o impressionante, você entende o filme do jeito que você quiser!

Renan Renan (02/04/2013 22:36:34)   2484 3
É Kubrick, vc vai entender do seu jeito, é tipo o Iluminado, nao tem o q entender, o q vo achar é o correto. Só é um filme com ritmo diferente dos atuais, é um filme longo e muitos vezes parado, conheço pessoas q acharam ele monótono.

sem avatar Ze (03/04/2013 01:35:35)   -174 1
Não é, a questão é que o Kubrick filma como se fosse um documentário, totalmente se imprimir opinião sobre o que ele mostra,se fazer juízos de valor sobre qualquer personagem ou objeto que aparece em cena.

Veja em quase duas horas e meia de filme não temos nem 30 minutos de diálogo, ou seja, é a celebração do cinema como a arte que coloca imagens em movimento: você tem que prestar muita atenção em tudo e somar pra tirar sentido.


Luis fernando Luis fernando (02/04/2013 20:25:43)   436 -1
Eu adoro Stanley Kubrick ,mas 2001 não é um dos meus filmes favoritos.pelo memso motivo do colega de cima!



Tyler Durden Tyler Durden (02/04/2013 20:14:22)   2892 -9
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Tyler Durden Tyler Durden (02/04/2013 20:27:14)   2892 -10
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Lucas Lucas (02/04/2013 20:32:55)   5506 4
E aí Tyler, cara, eu gosto muito de 2001. Vale lembrar que cinema acima de tudo é sensação e interpretação, o que combina perfeitamente com o filme.

Tyler Durden Tyler Durden (02/04/2013 20:36:46)   2892 0
por*

Lucas Lucas (02/04/2013 20:37:22)   5506 1
Mas o que você disse tem toda a razão.

sem avatar Flavio (02/04/2013 20:39:10)   61 4
Pois eu sou um desses.
Acho o filme espetacular.
Vai muito além dos efeitos especiais.
Quando assisti, fiquei com ele na cabeça por dias.
Filosófico e extremamente enigmático.
Por isso mesmo, memorável!

Francis Francis (02/04/2013 20:59:36)   2120 6
Quando o filme consegue lidar com grandes efeitos técnicos, uma historia filosófica que realmente te faz pensar, e explora um universo muito interessante que é a origem do homem e a evolução tecnológica, tudo isso tem que ser visto com o ponto de vista da época, e nestes aspectos 2001 é considerado uma obra prima do cinema, e é cultuado não porque todo mundo cultua, mas porque tecnicamente ele merece.
Agora por outro lado, tem ums filmes de merda, que tem técnicas meia boca que todo mundo ama e cultua, Evil Dead é um deles, é um filme muito divertido, mas todo mundo paga um pal terrível. mas gosto é gosto.

cable cable (02/04/2013 21:06:56)   638 4
uma coisa eu concordo com o Tyler , pessoas não entendem e fingem entender um filme que não deve ser entendido.

e meu filme preferido , opinião não se discuti , tem muitos significados e um filme cult como mal dos trópicos , a critica do tyler ao filme eu não concordo , mas eu devo respeita-lo , mas o legal e que pelo menos ele se preocupou em procura-lo e assistido e tirar suas conclusões.


se kubrick estive-se aqui iria dizer que e melhor não gostar dele sendo uma opinião pro pia do que gostar pela opinião dos outros ou fingir que entendeu.

Cabeça de teia Cabeça de teia (02/04/2013 21:09:14)   2843 5
Eu acho o filme incrível, e ainda melhor por ele ter moldado toda a industria de filmes de sci-fi depois dele, e também, é lindo ver tudo aquilo que o cara consegui fazer na década de 60!

Renan Renan (02/04/2013 22:49:16)   2484 2
Não sei pq te negativaram, cada um tem uma opinião, tem muita gente q realmente finge gostar do filme. Eu gosto muito, acho uma puta ficção cientifica, mas nao acho o melhor filme do gênero.

Mas tem muita gente q finge gostar desses filmes apenas pra fazer média, acho q isso é gente sem personalidade, tem filmes assim de "arte" q eu adoro tem outros q eu odeio, como o Anticristo

sem avatar Ze (03/04/2013 01:48:04)   -174 0
Cara infelizmente sua critica não se sustenta...
"até tem suas mensagens, filosofias.." Amigo infelizmente são pouquíssimos filmes que conseguem ser discutidos no meio acadêmico por suas questões filosóficas e 2001 é um destes, aliás é provavelmente o que mais é discutido e não falo por baba ovos, conheço pessoas fodas que falariam horas sobre 2001 enquanto destruiriam toda trilogia batman apenas falando que é mais um filme sobre o complexo americano de ser herói.

2001 desde 1968 é considerado uma das maiores obras primas do cinema, por muitos a maior, mudou o cinema, ninguém fez cinema depois dele sem pensar em 2001, de George Lucas a Nolan.



Tyler Durden Tyler Durden (03/04/2013 10:48:36)   2892 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

sem avatar Ze (03/04/2013 11:21:54)   -174 1
Eu citei o Batman pq todo mundo baba o ovo pra ele e para o Nolan, e só quis comparar um clássico 2001, com um filme besta e vazio como o Batman.

Willie Willie (03/04/2013 11:44:39)   814 2
Respeito sua opinião, mas não concordo com algumas coisas. Entendo o que quis dizer, mas não se aplica nesse caso: 2001 é realmente uma obra-prima. Obrigatório de ser assistido, fundamental pra qualquer estudante de cinema e uma referência pros apreciadores de ficção científica.



ver todas ↓

Imagens (3)


Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.