Assista Agora

Confissões de Adolescente | Crítica

Sobram peitinhos e falta coragem na nova adaptação da peça de Maria Mariana

Natália Bridi
09 de Janeiro de 2014

Confissões de Adolescente

Confissões de Adolescente

Maria Mariana
Brasil , 2014 - 100 min.
Comédia

Direção:
Daniel Filho e Cris D'amato

Roteiro:
Matheus Souza

Elenco:
Sophia Abrahão, Bella Camero, Malu Rodrigues, Clara Tiezzi, Cássio Gabus Mendes,

Regular
confissoes de adolescente
confissoes de adolescente

O que muitas meninas guardavam a sete chaves (ou com um cadeado minúsculo que de tão seguro podia ser aberto com um grampo de cabelo), Maria Mariana transformou em espetáculo. Em 1992, apoiada pelo pai, o cineasta Domingos de Oliveira, a então adolescente apresentou as confissões do seu diário no porão do Teatro Laura Alvim, no Rio de Janeiro. Na plateia, o diretor Daniel Filho descobriu o potencial televisivo da peça, que retratava com precisão a complicada fase entre a infância e a vida adulta.

Passados 20 anos da série, exibida pela TV Cultura entre 1994 e 1996, Confissões de Adolescente chega aos cinemas em versão atualizada. Daniel Filho dirige mais uma vez, agora ao lado de Cris D'amato, pensando em uma geração que trocou os segredos dos diários de papel pelas publicações em redes sociais. O roteirista Matheus Souza (Apenas o Fim) é quem desbrava essa nova adolescência, acrescentando “frescor tecnológico” e cultura pop a ritos de passagem como o primeiro beijo, a primeira vez, o primeiro relacionamento e a escolha profissional.

Novamente, quatro irmãs de diferentes idades - Carina (Clara Tiezzi), Alice (Malu Rodrigues), Bianca (Isabella Camero) e Tina (Sophia Abrahão) - marcam o início, o meio e o fim da adolescência. Porém, se a série original quebrava tabus a cada episódio, falando abertamente sobre questões temidas (e evitadas) pelos pais, a nova versão é moderna apenas na forma. As confidências adolescentes são apresentadas no formato de vlog e atualizações de status no Facebook são constantemente citadas, mas falta coragem para ir além da tabela convencional dos problemas teens. Ao invés de explorar o relacionamento de Bianca, por exemplo, que esconde dos amigos namorar outra menina, Confissões de Adolescente prefere focar na batida luta de Alice para perder a virgindade e nas consequências dessa iniciação sexual. A ousadia cabe aos peitinhos da irmã hétero, expostos em longas cenas de sexo. O namoro lésbico fica apenas na teoria, sem jamais aparecer em cena.

O filme parece desencontrado, como se escrito por jovens e editado por adultos. Além da censura temática, arcos envolvendo bullying e outros dramas da classe média são prejudicados por uma montagem falha, que se perde entre tantos personagens e não entende a relevância dos acontecimentos. As participações especiais das atrizes do original são quase desperdiçadas, não fosse pela atuação de Deborah Secco como uma mãe solteira preocupada com prazo de validade das camisinhas do filho. Já Maria Mariana, Georgiana Góes Daniele Valente são inseridas porcamente, em momentos que parecem mais obrigação do que homenagem.

Se os tempos são outros, a natureza exagerada da adolescência permanece imutável - “Nessa idade, tudo é importantíssimo”, resumia o personagem de Luis Gustavo no primeiro episódio da série dos anos 90. A nova versão de Confissões de Adolescente carrega essa urgência, graças ao bom elenco, mas perde a oportunidade de retratar devidamente a nova geração ao transformar tecnologia em mero adorno e fugir de tópicos mais relevantes e menos explorados. Teria sido melhor investir em uma nova versão para a TV, sem condensar tantas confissões em apenas 100 minutos.

 

  • Confissões de Adolescente | Trailer 1 | Trailer 2
  • Confissões de Adolescente | Cinemas e horários
  •  



    Comentários (26)

    O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
    Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

    Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    sem avatar josé (27/01/2014 19:56:03)   -58 0
    a adolescência foi romanceada de uma tal forma que os problemas nunca são PROBLEMAS... isso sem falar que parece que adolescente no rj só existe na zona sul... excelente trilha sonora, filme leve tipo sessão da tarde, mas MUITO FRACO pra complexidade do tema...



    sem avatar Bruno (23/01/2014 08:44:43)   1 1
    Já havia assistido a série e achei fantástica, quando saiu o filme não fazia ideia de como eles iriam juntar tudo em tão pouco tempo. Acho que merecia três ovos, porque o filme mostra como é a vida de um adolescente e as situações que acontecem, uma coisa é clara, o filme e a série tem propósitos totalmente diferentes.



    sem avatar carolina (22/01/2014 11:20:08)   0 0
    Assiti o filme ontem e gostei mto do que vi, achei que merecia 3 ovos.
    Estava com um certo preconceito, pois assistia a versão da Cultura e era mto difícil aceitar novas atrizes nos papeis principais, mas acho que as meninas deram conta do recado.
    Ele realmente não se aprofundou mto nos assuntos mais polêmicos (homossexualidade, aborto) mas num boa, talvez eu seja sem graça, mas minha adolescência não foi repleta d e polêmicas, eu inclusive me vi em várias situações presentes no filme. Meu primeiro namoro aos 13 anos só acontecia graças ao cinema, não tínhamos mto papoa, era cinema e beijinhos rsrs. Já achei que estava grávida e fiz um teste de gravidez chorando enquanto meu namorado me esperava do lado de fora desesperado rs (o meu deu negativo|). E a irmã mais velha foi a q eu mais me identifiquei, namoro a muitos anos, desde a época da escola, e acabei de terminar a facu de Direito, já questionei várias vezes minha vida e meu namoro, mas no fim opto pelo namoro pq acho q vale a pena, e como ela diz no filme "só de olhar as outras pessoas me dá uma preguiça".
    Enfim acho q apesar de não ir afundo em assuntos mais "sérios" retrata mto bem alguns assuntos que parecem não sair de moda. Achei que o clima da séria permanceu, e o elenco de apoio se saiu mto bem.
    Recomendo para meninas que gostam de ver histórias de meninas, vá com sua irmã mais velha (como eu fiz) com suas amigas, vai ser divertido!



    sem avatar Felipe Erthal (13/01/2014 10:45:50)   -1 0
    O Peito da Shopia é caido, ela é fraca porem linda

    Agora o peitinho da Loira... tava com uma mulher feia no cinema conseguir beijar na boca dela por causa do peitinho da loirinha

    filme lixo demais uhusahsa



    sem avatar P (10/01/2014 21:54:02)   1 1
    Assisti ao filme hoje. Saí exatamente com a mesma impressão que a Natália, ao escrever a crítica. Filme tinha potencial para explorar questões importantes, no entanto, apostou em temas batidos, como perda de virgindade e gravidez na adolescência. E quando falou de aborto, adotou uma postura super conservadora. Ou seja, apesar de remodelado pra juventude atual, foi covarde e óbvio, ao contrário do seriado durante os anos 90.


    Mark Mark (11/01/2014 21:54:19)   2 0
    Isso mostra como a sociedade do século 21 é muito covarde e conservadora. Estamos cada vez mais dando passos pra trás.


    sem avatar João (10/01/2014 18:27:19)   0 0
    Esses filminhos "Adolescentes Classe Média" já encheram!


    sem avatar Eduardo (12/01/2014 19:53:43)   -215 0
    Que frase mais preconceituosa meu caro @João.




    Luiz Eduardo Luiz Eduardo (10/01/2014 15:26:11)   -327 0
    Meu deus do céu como tem punheteiro nesse site...



    Wander Wander (10/01/2014 15:21:03)   18 0
    Assim, eu acho que quem fez a crítica viu o filme com má vontade. Essa é a quarta crítica seguida que eu li desse filme (acabei de ler no Uol, Cineclick e Adoro Cinema) e todos esses deram cotação "ótimo" ao filme. Não vi, nem me interesso o suficiente pra ir ao cinema (afinal eu não sou o público alvo), mas as criticas positivas até me bateu curiosidade pra conferir quando estrear na Tv a cabo.


    sem avatar Connor (10/01/2014 17:07:14)   -8 0
    Amigo, e se for pelo fato de a maioria dos sites brasileiros forçar a barra para os filmes nacionais? Em nome do nacionalismo, muito internauta, site e órgão de imprensa releva as fraquezas do cinema nacional porque, afinal de contas, somos brasileiros. Mas o cinema nacional é péssimo (em relação à qualidade). Não só desprezamos muitos livros e personalidades brasileiras, tanto do passado quanto do presente, como perdemos nosso tempo assistindo a prostitutas famosas, grupos que representam uma parte do país (e não foram tão famosos assim), comédias pastelão que não tem graça nenhuma etc. As salas desse filmeco vagabundo vão ficar vazias.


    Fabiano Fabiano (09/01/2014 22:45:36)   314 0
    Malu Rodrigues mostrando as peitcholas ja é noticia velha, ja fazia isso no teatro desde os 16..



    Majin-Boo Majin-Boo (09/01/2014 20:56:31)   430 1

    Só por curiosidade, qual é o nome da atriz que mostra os peitinhos?



    Pedro Paulo Pedro Paulo (09/01/2014 22:01:42)   197 1
    Malu Rodrigues. A Sophia Abrahão também mostra caso você queira saber.


    Publicidade
    R@finha VERDÃO Rises R@finha VERDÃO Rises (09/01/2014 19:48:25)   697 0
    Agora ferrou... Peitinhos ou Sly vs De Niro???


    James Spader Zuero James Spader Zuero (10/01/2014 00:02:25)   79 0
    O De Niro que me desculpe, mas com a Malu Rodrigues mostrando os peitos, não tem competição.


    nilton nilton (09/01/2014 18:49:19)   -2446 -1
    ah minha musa natalia vai ver q é pq a antiga séria era patrocinada pela tv do estado enquanto essa pelicula visa a bilheteria consumista capitaloista sem profundidade



    Maldi♱☯ Kakar☯♱♱☯ Maldi♱☯ Kakar☯♱♱☯ (09/01/2014 18:23:42)   994 0
    PUTZ A SERIE ERA INCRÍVEL.



    sem avatar Alexandre (09/01/2014 18:09:44)   20 1
    "As Melhores Coisas do Mundo" ainda é um dos melhores filmes sobre adolescentes feitos por aqui.



    sem avatar Filipe (09/01/2014 18:09:10)   25 3
    Pode ser que não tenha muito haver com o tema da página, mas gostaria de comentar uma coisa: como pode um filme com cenas de sexo e nudez conseguir classificação etária 12 anos?

    Meu questionamento não é o ter ou não, mas é que tem filmes que tem menos cenas como esse e pega uma classificação 14/16 anos...

    É por ser brasileiro e ter mais público? Enfim só um comentário e peço desculpas antecipadas por não ser o tema da crítica....


    Erik Lehnsherr Erik Lehnsherr (09/01/2014 19:45:39)   57 0
    Cara acho q é pq é brasileiro msm. Filmes infinitamente melhores q esse e com nenhuma cena de nudez por exemplo ganharam classificação etaria de 18 anos como Kick Ass 1 e 2 e Scott Pilgrim(q é um absurdo pq esse deveria ser 14)

    Pedro Paulo Pedro Paulo (09/01/2014 22:06:26)   197 1
    Scott Pilgrim é 18 anos por SUPOSTAMENTE conter menores bebendo álcool, supostamente mesmo pq não contém. Já Kick-Ass é 18 pela violência extrema (Acho que pessoas explodindo e sendo desmembradas são realmente cenas fortes). Já "Confissões" não entendo os 12 anos, filmes com cenas de sexo recebem,normalmente, classificação 16, mas acho que é jogada mesmo pra ter mais público.

    Lord Lord (11/01/2014 15:09:45)   0 0
    Cara, concordo contigo em tudo, mas hj em dia as crianças de 10 anos já sabem mais q os adultos sobre sexo (triste). Infelizmente conheço crianças com até 11 anos q já falam q toda tarde entram em sites pornos pra bater uma. Essa é a realidade brasileira.

    sem avatar Guilherme (17/01/2014 16:38:03)   104 0
    Vai lá entender, a animação Batman O Cavaleiro de Gotham, recebeu 14 Anos, como que um filme com nudez recebe apenas 12 anos??


    Red Leader Red Leader (09/01/2014 17:13:55)   -299 0
    Enfim, na média do cinema brasileiro.




    Cinema

    Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

    Séries e TV

    As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

    Música

    Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

    Games

    Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

    Quadrinhos

    As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.