Assista Agora

Sem Limites | Crítica

Inteligência do thriller não se restringe apenas ao personagem principal

Marcelo Forlani
24 de Março de 2011

Sem Limites

Sem Limites

Limitless
EUA , 2011 - 105 min.
Drama / Suspense

Direção:
Neil Burger

Roteiro:
Leslie Dixon

Elenco:
Bradley Cooper, Robert De Niro, Abbie Cornish, Anna Friel, Jennifer Butler, Johnny Whitworth, Robert John Burke

Ótimo
Sem Limites
Sem Limites
Sem Limites

Na entrevista que publicamos esta semana com o criador de House, David Shore, ele fala que um escritor basicamente só faz duas coisas: escrever e evitar escrever. O cada vez mais deprimido aspirante a escritor Eddie Morra (Bradley Cooper) está se especializando na segunda tarefa e por isso perde a namorada (Abbie Cornish) e está prestes também a ver escorrer pelos esgotos de Nova York o contrato que tem com uma editora e seu imundo apartamento em Chinatown. Andando sem destino pelas ruas da cidade, ele encontra um ex-cunhado, que lhe oferece a solução para os seus problemas em formato de pílula. Trata-se de uma droga em fase de testes chamada NZT, que permite ao seu usuário ter acesso total ao seu cérebro e não apenas aos 20% que utilizamos normalmente.

Sem perspectivas, Eddie reluta (pouco), e acaba experimentando a novidade. E quando "bate" o efeito do NZT ele muda. O filme muda. Eddie tem primeiro uma experiência fora de seu próprio corpo. A luz azulada e fria que predominava até então fica avermelhada, mais quente, refletindo o próprio aumento de confiança do personagem, que começa a ter acesso a informações que estavam perdidas nas quinas escuras da sua mente. Surge junto um sorriso largo, e em questão de minutos ele está tagarelando sobre direito, flutuações do mercado financeiro, ganhando dinheiro em mesas de pôquer, dormindo com as mais belas mulheres de Nova York e, no melhor estilo Bruce Wayne de briga, enfrentando brutamontes usando as memórias dos filmes do Bruce Lee e lutas de Muhammad Ali.

Em suas palavras, ele sabia o que tinha de ser feito, finalmente sabia como fazer e tinha ânimo para cumprir a tarefa. O apartamento passa de muquifo a algo habitável, o livro vai de zero palavras a meia edição em questão de horas. Só de ouvir novas línguas ele passa a ficar fluente. Como em Matrix, passa a enxergar lógica onde outras pessoas só veem números e letras. Para mostrar esse mundo a mil por hora que passa pelos olhos azuis de Eddie, o diretor Neil Burger (O Ilusionista) e seu diretor de fotografia Jo Willems (30 Dias de Noite) criam um efeito-vertigo-com-luzes bastante interessante, com a câmera passando em alta velocidade através de tudo o que está em sua frente. E aqui fica difícil imaginar outra cidade como pano de fundo para este filme. Só mesmo Nova York para combinar tantas luzes e informações quanto um cérebro pode absorver.

Estes elementos gráficos, embora bastante imaginativos e importantes para ilustrar as mudanças vividas por Eddie, não são o único ponto positivo do filme. O roteiro também é ao mesmo tempo esperto, ligeiro, engraçado e perspicaz. Enquanto faz sua meteórica carreira, pílula a pílula (às vezes até exagerando na dose), rumo ao topo do mundo, Eddie vai passando pelos mundos paralelos do tráfico, da máfia e das grandes corporações até chegar à política. É a escalada natural do dinheiro e do poder, que o leva a esbarrar em Carl Van Loon (Robert De Niro em ponta de luxo). A trilha sonora também não podia ser mais acertada. Além da música incidental pontuada está lá também uma das melhores bandas da atualidade, o Black Keys, com sua "Howlin' For You". Matadora.

E mesmo que Eddie usasse todo o potencial de seu cérebro com QI maior que mil, escapam aqui e ali alguns furos no roteiro. Nada comprometedor, mas suficiente para mostrar que até os scripts mais inteligentes têm suas falhas. Falta também uma certa sutileza na hora de dar dicas ao espectador da guinada que o roteiro vai dar no final. Mas dá para encarar esses pequenos deslizes como lembretes da nossa humanidade enquanto o NZT não começa a ser vendido nas ruas.



Comentários (61)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Rodrigo Rodrigo (19/01/2014 19:52:21)   21 0
PQP,o Bradley Cooper destrói nesse filme,queria ver o cara como Batman.filme foda.



André Filipe André Filipe (07/10/2013 08:11:16)   1076 1
otimo filme!!



R@finha VERDÃO Rises R@finha VERDÃO Rises (07/07/2013 00:03:13)   705 1
Acabei de ver, o filme é muito bom!

Mas achei o terceiro ato apressado, tudo se resolveu muito rápido. Tomamos um NZT e voilá!

4 ovos merecidos!



sem avatar Davi (01/06/2012 12:28:28)   40 0
Não gostei do filme, porque não ter só alguns furos no roteiro, existem milhares de furos. É entediante escrever aqui todos. Primeiro, que o roteiro não tem sacada alguma. Todos que leram Phillip Dick vai se lembrar de certa semelhança - a droga, não seus efeitos, mas a droga em si. A droga é a porta para a fuga da realidade, fuga não para os problemas, pois, voltando ao filme e somente ele, ele não tem problemas propriamente dito, mas a fuga do entediante, do chato, do comum. O filme explora isso e se embaraça num emaranhado de possibilidades - sua destruição biológica é esquecida subitamente no filme, como se tudo pudesse ser esquecido por alguns milhões de dólares. Num momento ele está decidido a abandonar a droga, ela destrói seu cérebro, seu cérebro passa a ser mais letárgico do que seria normalmente, com os "20 porcento". Pois então ele acorda num quarto de hotel, com sua namorada ao lado e está convencido que a droga pode ser mudada, pode ser adaptada para que aguce seus sentidos, aguce o trabalho cerebral, ele está convencido de que ela é realmente boa e solução para a fuga do normal, do entediante, do comum. enquanto ela o avisa que a droga o destruirá.
É um filme que, realmente sem limites, ultrapassa o limite da lógica e torna-se um filme ousado. A câmera derrapa por dentre os reflexos dos vidros dos carros.
Se o filme tivesse terminado no momento em que ele encontra Melissa e vai até o trabalho da namorada para pedir que ela o ajude, o filme teria sido melhor.


Erik Erik (04/02/2013 10:17:07)   8 0
interessante.
Mas ai você tocou no assunto "droga"
Se o filme focasse nesse sentido ele iria se sair mais PESADO E ARRASTADO.
Assim como foi o "diário de um adolescente".
Acredito que esse filme poderia ter vários finais diferentes.
Eu por exemplo gostaria de dar um baque no público, fazendo o ator principal terminar ruim nessa história.

Tipo, terminando no exato momento em que ele Carl Van Loon (Robert De Niro) coloca eddie em xeque mate. Quando carl van fecha o laboratório e passa a ser o distribuidor exclusivo do NZT.
Ai entrariamos num debate profundo sobre o poder das mega coorporações no estado, no caso Estados Unidos.
A pergunta que sempre faço quando termino de ver esse filme, SERÁ QUE EXISTE O NZT ?


Osnir Osnir (03/05/2012 22:35:58)   -1 0
Muito interessante o filme, bem feito, com uma fotografia legal...acima da média. A maioria das falhas de roteiro apontadas, na realidade não são falhas, tratam-se de situações que são passíveis de acontecerem, porém improváveis.
Além disso, muita gente confunde inteligência com capacidade intelectual. São coisas completamente diferentes. O quonciente intelectual (QI) é a capacidade que se tem de armazenar informações no cerebro e a velocidade que se processa essas informações, essa capacidade pode ser avaliada em testes de QI (essa é a capacidade que o NZT turbina). Já inteligência é a habilidade de usar "da maneira mais eficiente possível" as informações que se tem na memoría. Isso não dá para se avaliar e varia de pessoa para pesssoa.
Ou seja, uma pessoa de QI alto não é necessariamente uma pessoa inteligente e virse versa. Além do mais a maioria das pessoas avaliam as decisões do personagem utilizando como parâmetro o que "elas próprias" fariam se estivessem no lugar do protagonista. Isso é errado pois cada ser, independente de seu QI ou inteligência, tem personalidade própria e age como acha melhor. Pessoas super inteligentes não agem da mesma maneira.
Apesar das críticas o filme cumpre bem o seu papel e traz algo a mais que andava em falta nos ultimos tempos. Vale apena conferir.



Ana Ana (03/02/2012 23:41:43)   7 0
Preciso de um NZT.



Alessandro Alessandro (27/12/2011 10:45:36)   31 0
A idéia central é muito boa, mas é mal executada em alguns pontos.

Boas sacadas: O final; o badass procurar fazer algo egoísta e se dar bem, em vez do clichê "ajudar as pessoas"; a questão das outras línguas sem legenda; a fotografia (como dito na crítica); o lance do sangue (ficou bem legal, mas pouco crível).

Furos: Como todo filme de alguém superinteligente, o grande furo é ele ser superinteligente só em alguns pontos, em quanto outros ele beira o estúpido (esquecer de pagar a dívida de um agiota? casa super segura? sentidos aguçados que não servem para nada o filme inteiro? por que ele não toma o NZT para falar com o policial no início?); A tomada da amnésia temporária e assassinato pouco acrescentam; Os diálogos com a namorada são bem fracos.

Enfim, concordo com a maioria aqui: o filme foi bom, mas tinha potencial para ser melhor.


sem avatar Olive (06/08/2013 03:20:38)   -252 0
Ele era superinteligente, mas não o suficiente para lembrar de tudo e tudo resolver e antecipar. Se bem que no final ele tá num nível absurdo de inteligencia e certamente não teria cometido esses erros.


Leonardo Leonardo (27/12/2011 04:10:51)   49 0
Assisti o filme dublado, sinto que perdi muito!
Com isso daria 3 ovos, e somente pela história.
Nossa como a dublagem é ruim, NÃO INDICO A NINGUÉM!

E os pontos negativos ao meu ver são:
(SPOILER)
-O cara que começa a querer a droga(desculpe não sei o nome) entra na casa (FORTALEZA) com muita facilidade...

-E o final deixa algumas perguntas, como a droga pode ser criada em 6 meses pelo farmaceutico e não ter acabado o estoque que o escritor tinha?
Como ele entrou pra politica?
Como ele deixou o vicio?

Mas o filme é bom, fotografia ótima, atuações boas (vou rever com o audio original para ter certeza disso), e uma trama original.

Recomendo, SEM SER DUBLADO.


sem avatar Marcel (27/12/2011 10:37:55)   91 0
**SPOILER DETECTED**
**SPOILER DETECTED**
**SPOILER DETECTED**
Camarada, o filme dublado perde, se não em 1 mas em 2 ovos na sua avaliação final (eu assisti dublado ((horrível)) e legendado. Assista legendado que acho q vc muda a nota!!! Sobre as suas perguntas, como opinião isolada e também porque acho que é o gancho para uma continuação:
- 6 meses para um farmaceutico com pouca grana sim, mas no filme são disponibilizados milhões de dólares lembra e a cobaia vc deve imaginar quem foi?!?!
- ele deixa claro no final que está 50 passos a frente de qualquer um (tem muitas influências no mercado financeiro, amigos ricos e etc entao entrar na politica é ligeiramente fácil) e se o momento politico nos EUA é ruim o que acha que ele tem em mente na politica???
- Novamente, opinião isolada, ele não largou o vicio, apenas evoluiu para uma droga sem efeitos colaterais (aparentemente)!!!!
Abraço e comenta novamente depois de assistir o legendado.

sem avatar Adriano (11/01/2012 11:23:58)   0 0
SPOILER:
O filme é muito bom.... realmente tem alguns pontos no roteiro que podeiam ser melhorados (a parte do sangue é uma delas).
Quanto ao vicio.... ele apresenta alguns sinais de que continua a todo vapor: ele afirma que se não beber e comer corretamente ele não tem mais os apagões; e ele também aprende com o viciado que se ele diluir a pilula e injetar direto no sangue é preciso menos para ter um efeito muito melhor e mais rápido, diminuindo o vicio.

Bolas fora do filme: Esquece de pagar o agiota, como ele nção pensa desde a primeira vez em como criar a droga (já que é tão inteligente) para não depender dos fornecedores.


Rodrigo Rodrigo (07/12/2011 00:24:05)   -2 1
com toda humildade, que filme... adorei a idéia... apesar de um tanto quanto fícticia, consegue te prender de tal forma. A idéia e genial, ótimas atuacões dos atores e o enredo é isso que vocês estão lendo ai, muito bem feito... nota 5 para o filme!



sem avatar Marcel (21/11/2011 12:48:25)   91 1
Filme muito bom!!!! O filme consegue te prender durante o andamento da trama.
É meio que uma teoria da conspiração com um roteiro a la Warren Ellis que você consegue viajar na história e se questionar no final, se faria ou não a mesma coisa. Recomendo.



Publicidade
sem avatar marcelowns (12/11/2011 17:36:42)   0 0
O filme é bem legal, tem um contexto muito bom, não sei porque tem tanta gente reclamando do filme, caiu super bem, um dos melhores do ano, fiquei empolgado até o final, erros mínimos.



Diego Francisco Diego Francisco (24/10/2011 14:05:37)   897 0
realmente um filme muito interessante tem um errinho aqui ou ali em relação ao personagem de Bradley Cooper(sem contar que a dublagem e horripilante) mas tem os qquatro vos merecidos.



sem avatar Tiago (11/10/2011 02:58:06)   0 0
Tem comentários no omelete que me impressiona, principalmente dos tipos que falam que a ideia foi mal aproveitada, roteiro cru, faltou inteligencia etc. Não sabia que tinha críticos tão bons ou roteiristas profissionais comentando. Alguns fazem uma análise completa do filme, comentam de forma absurda citando trechos etc!

Se são tão bons pq não criam um roteiro ou escrevem um livro? É dificil dizer:

Ah! não gostei do filme, não faz meu genero!
Achei meio fraco e parado, não me empolgou!

... simplesmente diga o pq não gostou e oq faria pra ser melhor, uma critica construtiva.

enfim, gostei do filme!!! simples assim.



Victor Victor (25/09/2011 19:02:26)   229 0
Filme meio babaca, só em alguns momentos há boas inspirações. Merecia 3 ovos.


sem avatar Olive (06/08/2013 03:14:39)   -252 0
Burro.NZT em ti.


Carlos Carlos (19/09/2011 19:21:46)   1821 0
Sem Limites é ótimo...

Curti demais o filme!

O Bradley Cooper mandou muito bem...

4 ovos muito merecidos.



James James (23/07/2011 15:51:02)   152 0
De qualquer maneira. Concordo com todas as observaçãoes anteriores dos ilustres colegas. "idéia legal muito mal aproveitada"., "furos de roteiros" abissais.
Mas...Apesar de tudo, ainda vale uma Sessão da Tarde num Sábado chuvoso.



James James (23/07/2011 15:46:01)   152 -1
Ai,ai,ai...A "Geração Ritalina" deve estar gozando por causa deste filme.



marlon marlon (21/07/2011 14:20:48)   2 0
vi o filme ontem a noite...quando terminou, fiquei me perguntando o por quê de ficar quase 2 horas vendo algo tão superficial...além da produtora C, imagem filmes, e da dublagem ridicula posta no filme, não foram os dois grandes atores, de niro e cooper que salvaram o filme. idéia boa, muito mal aproveitada...uma lástima...enfim...nota 2, pq gostei da interpretação da loirinha...rs



sem avatar Fernando (04/07/2011 13:03:16)   0 0
Acabei de ver o filme e realmente enquanto você assiste parece ser fantástico o desenrolar da história, mas depois de analisar mais a fundo a idéia você percebe que foi muito mal aproveitada. Me lembrou dois filmes: Matrix Reloaded e Todo Poderoso. Lembrou, porque a idéia mal utilizada é a mesma: dois simples humanos que recebem um 'poder divino' e fazem um uso muito limitado dele.


Joselito Joselito (20/11/2011 16:44:45)   301 0
concordo com tigo cara! O filme é muito bom como os dois citados ai,mas os protagonistas fazem um uso muito limitado...


João João (18/06/2011 21:03:42)   105 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.


Publicidade
alekis alekis (13/06/2011 15:45:29)   -27 -5
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Marckos Paulo Marckos Paulo (15/08/2011 23:58:50)   96 2
que inteligencia voce tem?

vc nao viu q o cara pegou um cientista e pediu pra ele copiar a formula? melhorar a formula? e depois saiu pra 'resolver' os 'problemas...





nehemias nehemias (13/06/2011 11:12:02)   -1 0
Outras coisas (Spoilers e furos no roteiro):

- Principal buraco: A droga pode ser reformulada para se tornar permanente. Então como Eddie seja o primeiro a vir com a idéia de fazer? Qualquer um dos cientistas que criou a nova droga poderia tomar a droga, tornar-se mais inteligente e fazer a droga permanente como Eddie fez. A história menciona algumas pessoas que ficaram doentes e mortos pela droga por causa de efeitos colaterais, mas eles poderiam ter aperfeiçoado as drogas em si com a sua inteligência em um par de semanas.

- O Vernon sabia da morte de seus clientes e mesmo assim ofereceu a pílula com forma de "ajuda" e depois deixou o Eddie entrar no apartamento dele pra comprar mais?

- Vernon deu pílulas pra irmã dele, viu que ela tava se ferrando e continuou a entregar isso pra ela até ela se degenerar completamente?

- A briga intelectual entre o Eddie e o Van Loon que é aquecida durante toda segunda parte do filme, jogaram isso no lixo.

- Outro absurdo: porque pegar 100.000 de empréstimo se ele podia fazer esse dinheiro em poucos dias?! Talvez até em um dia, pelo ritmo.

- Ele esquece de pagar o dinheiro e só vai lá quando apanha. (Esquece? WTF?)

- Eddie não é nada discreto. Apesar de todo mundo saber porque o cunhado dele morreu e das drogas ele não mantém nenhuma discrição, nem ao sair do apartamento, nem depois na vida que leva.

- O personagem pode usar a inteligência para criar a cura de doenças e prefere ficar no mercado de ações? É isso que é genialidade? Gênio e yuppie = coisas diferentes.

- Mensagem final: Se você tiver a oportunidade tornar-se muito rico e 'legalzão', use o sistema legal para se esquivar de crimes que você pode muito bem ter cometido, ignorar os problemas do planeta e, ao invés disso, explore para fins de ganho pessoal, pegue atalhos, como se envolver com o crime organizado, e faça tudo que puder para manter esse estilo de vida incluindo o uso de crianças como arma e homicídio.


No mais, tem tantas coisas, que eu dá pra ficar o dia todo falando.


Marckos Paulo Marckos Paulo (16/08/2011 00:10:59)   96 1
- O personagem pode usar a inteligência para criar a cura de doenças e prefere ficar no mercado de ações? É isso que é genialidade? Gênio e yuppie = coisas diferente

R: se voce fosse super inteligente...
vc entraria pra bolsa de valores e ficaria rico, ou sairia fazendo curas pra doenças? RICO, o ser humano é assim ele nao pensa nos outros só a sí, isso é genetico.

- porque pegar 100.000 de empréstimo se ele podia fazer esse dinheiro em poucos dias?! Talvez até em um dia, pelo ritmo.

R: não é mais facil vc conseguir 100.000 sem esforço nenhum do que 'trabalhar' para isso?

- Vernon deu pílulas pra irmã dele, viu que ela tava se ferrando e continuou a entregar isso pra ela até ela se degenerar completamente?

R: Vernon nao viu ela se ferrar... ela ficou degenerada completamente pq PAROU DE UMA VEZ de tomar o NZT, ela mesma dis pro Eddie "pare aos pucos"

- Principal buraco: A droga pode ser reformulada para se tornar permanente. Então como Eddie seja o primeiro a vir com a idéia de fazer? Qualquer um dos cientistas que criou a nova droga poderia tomar a droga, tornar-se mais inteligente e fazer a droga permanente como Eddie fez. A história menciona algumas pessoas que ficaram doentes e mortos pela droga por causa de efeitos colaterais, mas eles poderiam ter aperfeiçoado as drogas em si com a sua inteligência em um par de semanas.

R: no momento q vc usa uma droga, voce só quer mais, mais, e usa la, ficar inteligente, claro que é um buraco. mas, as pessoas nao GANHARAM a droga como Eddie.. elas tiveram que pagar.. US$800,00 o comprimido.

tenta ver o filme de novo, prestar mais atençao.. buracos tem, mas essses que voce sitou sao facilmente explicados

Joselito Joselito (20/11/2011 16:42:13)   301 0
Tudo que eu ia falar o Markos falou.Filme muito bom.


nehemias nehemias (13/06/2011 10:29:57)   -1 -2
Parece que só eu não gostei do filme.

Se desse pra dividir as notas, seria uns 4 ovos para a edição, 5 para trilha sonora e no máximo 2 ovos para o roteiro.

Afinal, onde estão enxergando essa genialidade toda no roteiro? O cara não consegue escrever, toma drogas e se sente o super man. É isso que é genialidade? Todo mundo que já sentiu isso, sabe que é um sensação boa, mas que não é realidade. Sei que no filme ele não tinha nada a perder, aí pensa "por que não arriscar?", mas isso é mais batido ainda. Pelo amor de Deus.

Se esquecem das partes bizarras, como por exemplo quando a namorada dele fica lá escondida atrás da árvore, demora um tempão pra ver que tem que tomar o remédio, aí toma a pílula, sai correndo e gira aquela criança na cabeça do cara. Bisonho.

E quando ele começa a ligar para as pessoas que o cunhado dele vendeu a droga? Parece que isso foi enfiado no filme. Aliás, muitos trechos parecem ter sido enfiados no filme, depois que já estava pronto. Muito confuso.

O que gostei mesmo foi do clima do início do filme. Tava um climão de 12 Macacos e Filhos da Esperança, aí de repente acontece uma cagalhada de coisas sentido. Aí ficou muito parecido com os motivos do filme "Adrenalina" do Jason Stathan. Um monte de gente correndo, com uma edição moderninha e algumas pessoas morrendo. Aliás, eu vi o próprio Jason Stathan naquela cena que ele toma sangue do chão.



sem avatar gustavo (01/06/2011 20:27:00)   2 0
este filme e mt bom , nao entendi o pq de 4 ovos , merece 5 , atores mt bons , com uma trama mt boa , fazia tempo q nao tinha filmes assim



Eduardo Eduardo (07/05/2011 11:29:52)   -4 -1
Alguém sabe o que, DIABOS, ele falou no final do filme EM JAPONÊS?


Brunno Brunno (10/11/2011 21:15:48)   12 0
Aquilo é mandarim (chinês) e não japonês.


sem avatar Carla (01/05/2011 01:18:51)   1 1
Ótimo roteiro. A história poderia ficar babaca ou sem pé nem cabeça se o roteiro não fosse redondo (apesar de concordar com a presença de "pequenos furos", mas nada que comprometa a fita).

Achei bem interessante também a "parte visual" da película. Os efeitos combinam perfeitamente com todas as "viagens mentais" (ou insights, se preferir) que o personagem vive no decorrer da história.

Movimentos de câmera também muito bem sacados. Curti!



Fábio Fábio (05/07/2011 00:47:12)   2 0
tbm curti, ótimo roteiro!


Carlos Eduardo Carlos Eduardo (03/04/2011 16:48:09)   -14 0
Esse filme merecia 5 ovos, pq é impecavel em tudo!
Somente uma cena deixa a desejar, mas foi a cena que eu achei a menos legal.
QUem tiver indeciso, assista esse filme. Sucker punck é um lixo. Olha que sou fã dos filmes do snyder.



albert r. albert r. (02/04/2011 02:01:03)   100 0
Sempre assisto filmes com De Niro, nunca me arrependo.



Ad Samp Ad Samp (28/03/2011 20:37:45)   181 -1
IMO

Um forte candidato à melhor roteiro do ano.

Filmaço!!



sem avatar sergio (28/03/2011 10:42:26)   10 0
Depois de ter "Entrado Numa Fria" ...poderei ver novamente Robert de Niro em seu melhor estilo de filme ...

Vou assistir hoje, e pelos comentarios vai valer a pena.




Publicidade
sem avatar Fernando (28/03/2011 00:55:17)   -8 0
Achei muito legal o filme e sem dúvida recomendo pois na minha opinião é um dos melhores do ano já de cara. Falei mais sobre ele no blog: http://temumcoelhonocinema.blogspot.com/2011/03/sem-limites.html



sem avatar Antonio Pedro (27/03/2011 10:26:44)   0 0
Pra quem tá esperando o remedinho milagroso, o nome é MODAFINIL. Só procurar... Hehhee



sem avatar Tulio (26/03/2011 17:44:30)   0 0
impressionante como o subtitulo n tem nd a ver com o texto.

ancioso pelo filme!



Renato Renato (26/03/2011 00:17:12)   22 0
Acabei de assistir o filme, e é otimo um dos MELHORES do ano com certeza! 5 OVOS



Prince Prince (26/03/2011 00:16:28)   14 0
@Matheus PSN:matt500millenium XBL:matt500milenium


Nem perca seu tempo com o Battle LA cara, serio mesmo, o filme é bem fraquinho, também fui achando ser muito f0d@ mas acabei me decepcionando legal...



Márcia Márcia (25/03/2011 12:31:59)   31 0
Gosto muito das sua críticas Forlani. São as melhores. Parabéns!! Parece realmente um bom filme.


Valew!



DDanilo DDanilo (25/03/2011 10:51:06)   -135 0
Na minha cidade ele só vai estrear semana que vem,mas Sucker Punch vai estrear hoje!!

E eu vou estar lá!!:D



sem avatar Alisson (25/03/2011 10:41:53)   2 0
Esse filme deve ser realmente mto bom,pena q aqi na minha cidade ñ chegou,mas dexa essa semana tem sucker punch. :)



sem avatar Eder teixeira (25/03/2011 09:47:47)   0 0
Qual seria a Nota do Mr. Hessel nesse filme?? fiquei curioso ...rs




Carlos Carlos (25/03/2011 09:27:08)   1821 0
Muito boa crítica, desde o primeiro trailer eu achei a história interessante...

Pretendo assistir!



Publicidade
R@finha R@finha (25/03/2011 07:27:11)   20 0
Como os caros colegas omelenautas abaixo fica a grande duvida: esse ou Suker Punch? Bom como este ultimo já tá programado desde o ano passado vô de SP!
Pela critica,ótima por sinal, deve ser mesmo um bom filme



DDanilo DDanilo (25/03/2011 06:08:11)   -135 0
Estamos diante de um novo cult(ou estou viajando?)????

. Personagem fudido que tem um upgrade na vida e vira fodão!!

.Trilha sonora recheada de bandas legais!

Vou assistir com certeza!!



Henrique Henrique (24/03/2011 22:54:04)   0 0
putz eu tava certo q ia ve sucker punch amanha mas depois dessa critica e do trailler fico a duvida



Rubens Rubens (24/03/2011 22:34:54)   41 0
O cinema aqui em BSB ta muito caro.
E agora? Vejo Sucker Punch ou Sem Limites?



sem avatar Thiago (24/03/2011 22:21:41)   4 0
sou escritor e estava na palestra de Shore no rio content, é a mais pura verdade o "escrever e o evitar escrever"... às vezes preciso de uma droga como esse nzt. Filme bom esse limitless, vale a pena!



ariane ariane (24/03/2011 22:13:29)   0 0
Parabéns pela crítica, já estava curiosa pra ver, agora então!



Matheus Albano Matheus Albano (24/03/2011 21:18:39)   133 0
preciso assistir esse, sucker punch e battle LA. Agenda cheia



Why So Serious Why So Serious (24/03/2011 20:08:05)   257 0
Interessante...deu vontade de ver!



Renato Renato (24/03/2011 19:20:52)   211 0
Nossa, eu nem sabia qual era a história desse filme, mas depois dessa crítica deu vontade de ver. Esse lance do cara usando o cérebro completamente parece bem legal.



sem avatar João Paulo (24/03/2011 19:05:55)   1 0
Review interessante, eu já estava interessado em assistir agora então vo assistir com certeza.



Publicidade

Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.