Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer | Crítica

Quinto filme refaz as graças consagradas mas não entende o espírito da franquia

Marcelo Hessel
21 de Fevereiro de 2013

Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer

Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer

A Good Day to Die Hard
EUA , 2013 - 104 minutos
Ação

Direção:
John Moore

Roteiro:
Skip Woods

Elenco:
Bruce Willis, Jai Courtney, Yuliya Snigir, Sebastian Koch, Cole Hauser, Mary Elizabeth Winstead

Regular
duro de matar
duro de matar

John McClane sempre foi um anacronismo, o policial à moda antiga (workaholic e marido ausente) que sabota planos modernos de vilões sofisticados porque recusa-se a aceitar que ficou obsoleto. Se, como McClane, a franquia Duro de Matar tende à longevidade mesmo depois de três ótimos filmes, é porque sua graça está justamente nessa teimosia.

Lançado em 2007, Duro de Matar 4.0 é um filme que funciona. Embora fizesse concessões à geração 2000, como o ajudante geek vivido por Justin Long, era o estilo analógico de McClane, em contraste com essas modernidades, que continuava valendo. Já o quinto filme, Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer (A Good Day to Die Hard), não tem essa percepção. É uma continuação que reproduz as piadas internas consagradas (os bordões, o herói preso no trânsito) mas não entende o espírito da franquia.

Na trama, McClane (Bruce Willis, cada vez mais com cara de quem acabou de voltar das férias) viaja para a Rússia para tentar ajudar seu filho, Jack (Jai Courtney), que está preso sob acusação de homicídio. Em Moscou, McClane descobre que o rapaz trabalha para a CIA numa operação de tráfico de armas nucleares. E Jack é bom no que faz. Se o quarto filme tentava dialogar com a geração web, Duro de Matar 5 joga para o público pós-Bourne, pós-Black Ops.

E não há nada menos familiar a John McClane do que esse mundo dos agentes supertreinados e superarmados. Ao invés de desenvolver um contraponto entre o pai cabeça dura (cujo maior talento sempre foi a resistência à dor) e o filho eficiente (tão eficiente quanto os vilões sofisticados que McClane combatia), o filme nivela os dois.

Esse nivelamento fica claro quando McClane assume as rédeas da ação e resolve fazer as coisas do seu jeito, no improviso (é risível como Jack simplesmente deixa de telefonar para seus superior da CIA depois do meio do filme). Antigamente, esse jeitinho envolvia isqueiros, silver tape e, com sorte, a metralhadora subautomática que McClane tomava do bandido. Agora o "improviso" se limita a gastar toda a infinita munição que sobrou na mão do herói.

Transformaram o cara numa máquina de atirar, enfim.

O fato de Duro de Matar 5 adotar efeitos visuais estilizados à moda Zack Snyder no clímax - em estranha dissonância com a destruição em estilo documental do começo do filme - é o derradeiro malentendido. Ver e acreditar em John McClane machucado era um dos principais apelos da franquia, um fator de catarse. Aqui, isso se perde em meio à computação gráfica, ao exibicionismo*. Nem fingir dor o elenco sabe direito.

Se o cinema de ação virou um porta-malas cheio de granadas e fuzis, que sequer é preciso arrombar, então talvez esteja mesmo na hora de John McClane se aposentar.

*Há informações de que trechos mais gráficos, que mostram sangue em tiros e socos, foram suprimidos fora dos EUA (onde o filme pegou classificação 17 anos) para permitir censura 12 anos em alguns países. No Reino Unido o órgão que classifica os lançamentos reconhece essas mudanças. Procurada, a 20th Century Fox do Brasil - onde a classificação também é 12 anos - diz que não foi informada pela matriz americana de quaisquer alterações.

Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer | Omelete entrevista Bruce Willis

Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer | Omelete entrevista Jai Courtney e Yuliya Snigir

Duro de Matar - Um Bom Dia para Morrer | Cinemas e horários



Publicidade

Comentários (146)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Paulo Cesar (27/11/2013 12:11:48)   0 -1
Li todos os comentarios e nao vi na a respeito.
Que acompanha a franquia poderia me responder de onde saiu o filho dele ? Ja nem sabia da existencia da filha, mas tudo bem ! Outra, a mulher dele se separa em definitivo no 3 em que ele esta com o Samaritano, morre no 4 e aparece um filho no 5...oi ?
Acho que estou prestando atencao demais ou de menos ! Mesmo assim, John McClane é o cara ! So sinto saudades das risadas que ele dava no 1, quando alguem tentava mata-lo pela enesima vez !



Giovani Giovani (11/07/2013 14:43:28)   125 -1
Duro de assistir. larguei com meia hora de filme...



Velho Velho (05/07/2013 19:46:48)   60 1
Na verdade ele morreu de ataque cardíaco no final do quarto filme, esse aí é só um clone mal-ajambrado fazendo umas patetices sem fim num roteiro macabro, triste ver como os caras se perdem.



Caua Caua (01/07/2013 09:21:11)   -2 -1
Filmes assim não prendem minha atenção. Praticamente sei que uma bomba vai explodir, que um carro vai colidir, e que tudo isso vai ser recorrente no mesmo filme.

Dormi no filme, pra variar....

Nota 3



André Filipe André Filipe (29/06/2013 17:39:52)   1101 -1
olha,eu sempre foi fã do duro de matar,ate o 4 filme achei que mantiveram o msm nivel(uma das poucas franquias de filmes que se mantem otima ate seu 4 filme)

o problema nesse é que achei o roteiro fraco,e a entrada do filho dele foi meio que forçada,vilão sem nenhuma presença(em todos os duros de matar o vilão sempre conversa com o mclane,e mostra suas intenções),etc.

enfim,n entendi o que arrumaram nesse duro de matar,so sei que n funcionou,ao meu ver,concordo muito com a critica,parece que pegaram tudo de bom que a franquia tinha e jogaram fora.



Jefferson José Jefferson José (24/06/2013 18:17:55)   1533 1
John McClane sempre foi o 'velho' na hora e no lugar errado. Nesse primeiro filme que levam o policial de encontro com os problemas fica evidente que esqueceram da essência do personagem. A trama Russa é mal apresentada e a textura escura do país é exagerada e claustrofóbica, isso fica evidente quando no final os heróis voltam aos Estados Unidos com imagens à contra luz e finalmente revemos o sol. Os flares são exageradíssimos (olhando para trás J.J. Abrams é um gênio!), e de que adianta uma produção grande como essa se John Moore só filma com planos fechados? É de irritar! Nem o carisma de Willis souberam aproveitar ao darem espaço para o filho, já constataram que esse lance de passar o bastão não funciona (Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal). Antes ele tinha que se virar com pouco, agora ele tem muito só para explodir.
Não é um dia bom para morrer porque McClane merece um desfecho digno!

2#5



sem avatar Carlos (10/06/2013 04:29:47)   255 1
Nossa, esse filme é lotado de erros e furos, o pior deles foi um composto que elimina qualquer traço de radioatividade em alguns segundos.






sem avatar Alysson (12/06/2013 13:30:47)   -1 0
Consegui assistir 15 minutos...



Baxin Baxin (19/05/2013 00:05:44)   246 2
Assisti hoje,não achei o filme ruim não,porem é pior que os anteriores...



Claudio Claudio (30/03/2013 19:14:28)   6 -1
O que os atuais produtores da série não entendem é que o policial John McClane nunca foi um herói de ação, ele é apenas um sujeito azarado que tem o dom de estar no lugar errado e na hora errada, e precisa lutar praticamente contra todos para sair dessa situação. Nesse quinto filme ele se tornou um verdadeiro super-herói que só atira, explode e faz piada, ficando igual todos os outros heróis de ação do cinema.Uma pena.



Rodrigo Rodrigo (09/03/2013 01:58:05)   5 -1
BOM

Olha, confesso que me decepcionei com esse filme. Talvez porque fui esperando ver outro Duro de Matar 4.0.

Esse filme fugiu um pouco da linha da franquia. Dessa vez, incluíram um cenário político no meio, uma história mirabolante meio inverossímil, digna dos filmes do 007.

Além disso, John McClane agora divide muito espaço com o filho. Se querem que isso sirva de gancho para que o filho dele seja o protagonista nos próximos filmes ou se foi simplesmente para catapultar a carreira deste jovem ator eu não sei, mas que diminuiu a grandiosidade do policial que salvava o dia, isso diminuiu.

É um ótimo filme de ação, mas não tem a simplicidade dos outros e nem o John McClane é tão grandioso. Bom passatempo, mas talvez o pior filme da franquia.



Publicidade
André Filipe André Filipe (08/03/2013 10:40:05)   1101 1
cara,o que ferra é a ideias tipo da marvel,que o filho vai substituir o pai,já vimos que isso não deu certo (ex:novo filme do indiana jones)

acho isso ridiculo,seria melhor ter parado no 3,por mais que eu seja fã de duro de matar.




DAREDEVIL DAREDEVIL (03/03/2013 18:13:28)   351 -1
Assisti o filme e gostei. Claro q não é tão bom quanto os primeiros filmes da série mas é bem melhor q Duro de Matar 4.0. Oq mais gostei nesse longa foi a volta de John McClane,com seu bom humor e simpatia,bem diferente do sujeito seco e ranzinza interpretado por Willis em Duro de Matar 4.0,q era qualquer personagem do ator menos John McClane. As cenas de ação são muito boas,principalmente o clímax q é desde já uma das melhores cenas d ação do ano. A trama tem seus furos e podia ser um pouco mais bem trabalhada,mas não chega a comprometer a qualidade do filme. Uma coisa q notei é q a direção de John Moore nesse filme lembra muito a d Tony Scott,com montagem clipada e enquadramentos fechados na maior parte do tempo. Enfim gostei muito d Duro de Matar 5 q é na verdade uma boa homenagem aos primeiros filmes da série,trazendo McClane d volta com direito a Frank Sinatra,num bom espetáculo d ação. Q venha Die Hard 6.


Nicholas Nicholas (05/03/2013 13:47:49)   34 -1
Para mim, a personalidade do personagem faz todo o sentido em todos os filmes. No primeiro ele está num misto, pois o casamento não vai bem. No segundo é o que ele está mais solto, pois vive lua de mel com a esposa. No terceiro, ele está pra baixo de novo, após o divórcio. No quarto, seu pior momento, com até seus filhos lhe odiando. Já no quinto, ele recuperou o amor da filha e, pelo que se entende por algumas passagens do filme, retomou contato com a ex esposa, então ele está mais solto de novo. É o tipo de detalhes que, ao meu ver, trazem mais profundidade aos filmes da série.


sem avatar Camila (01/03/2013 11:13:27)   -1 -1
Eu particularmente gostei. O vilão não é nenhum Hans da vida mas a sacada de faze-lo morrer como o Hans foi genial. Aquele momento, tal pai tal filho. Aos que criticam os três primeiros filmes: o do Nakatomi é simplesmente genial, se assim não fosse,o filme não teria durado 25 longos anos. O segundo e principalmente o terceiro mostravam a essência do anti-herói John Mcclane pois no Duro de Matar- A Vingança ele era quase um alcoólatra, bem longe de ser um mocinho certinho, mas sim, um cara que se dá mal tentando fazer o bem só pq estava na hora errada e no lugar errado. O 4.0 é bem ruim mesmo, esse não tem jeito. O 5 só é bom se vc vê-lo como uma história isolada, um filme de ação em que os três primeiros não influenciam - pois se pensar na sequencia obviamente ele é muito inferior, o anti-herói que batia antes de matar simplesmente pq policiais só matam pessoas por auto defesa tornou-se uma maquina de tiros - mas, isoladamente ele é muito bom e tem um ritmo bem interessante. Deu gostinho de quero mais.



sem avatar Frederico (28/02/2013 20:22:01)   84 -1
Meu Deus do Céu, que filme monótono! Quase dormi durante a projeção. O que John McClane está fazendo nesse filme? É mesmo um ótimo filme de ação, mas p/ personagens totalmente desconhecidos! As piadas ditas pelo McClane não têm força alguma aqui e isso é uma tragédia! O cara repete cinquenta vezes que está de férias, como se não houvesse mais o que falar. E pior, NINGUÉM no cinema achou isso engraçado! Esse imbecil do Skip Woods deveria ser linchado em praça pública!

Alguém ligue p/ o McTiernan e peça p/ ele voltar, por favor, pelo menos assim ele chama uns terroristas decentes e manda todo mundo de novo lá p/ o Nakatomi Plaza.



Guy Guy (27/02/2013 23:09:25)   34 0
Nossa! Acabei de assistir...
Que pena. Resumindo esse filme beira ser chato! É sério! Como filme de ação até pode ser legal. Se o filme chamasse, sei lá, "Dois Tiras na Rússia", poderia ser legal. Pois esse filme está BEEEMM longe de ser um DURO DE MATAR!

Eu gosto de todos, gostei bastante do 4, o 3 é o que acho fraco, pois acaba muito abruptamente, mas também é excelente, a historia, Samuel L Jackson e Jeremy Irons é da hora. Um colega disse do Gary Oldman... vixi, poderia ser bem legal mesmo.



Guy Guy (27/02/2013 23:08:48)   34 0
A GENTE PODIA JOGAR AQUI E TENTAR BOLAR UMA HISTORA LEGAL PARA O MCLANE! QUE TAL? O QUE ACHAM?

Tomara que o sexto venha com uma boa história, retornando alguns dos personagens clássicos, como eu disse em outro comentário. E uma história simples, pois o simples nunca é simples para o John McCLane.



Guy Guy (27/02/2013 23:07:35)   34 0
Eu tenho premissas interessantes:
Dois anos após os acontecimentos em Moscou, John McCLane, aposentado da polícia de Nova York, finalmente está em paz, e conciliado com Holly Genero, ambos vivem contentes e felizes em Nova Jersey, mas tudo está meio parado demais, eis que McCLane recebe uma ligação perguntando se ele gostaria de voltar a ativa, mas para uma tarefa simples, treinar uma equipe de novatos, mostrar como as coisas às antigas funcionavam, e nada é simples para John e numa reviravolta ele se vê em meio ao caos tendo que ajudar essa equipe à todo custo, e sendo auxiliado por Powell, pelo Samuel L Jackson e até pelo Justin Long, em alguma cena onde ele precisaria de uma ajuda tecnológica/eletrônica, e claro, por essa nova aventurança lá estaria ele brigando com a Holly e depois fazendo as pazes de novo.

Numa outra premissa, está na hora de John se aposentar da polícia, tudo está indo bem até ele ter que se envolver, sem querer, com inimigos da pesada.



Guy Guy (27/02/2013 23:01:54)   34 -1
Nossa! Acabei de assistir...
Que pena. Resumindo esse filme beira ser chato! É sério! Como filme de ação até pode ser legal. Se o filme chamasse, sei lá, "Dois Tiras na Rússia", poderia ser legal. Pois esse filme está BEEEMM longe de ser um DURO DE MATAR!



sem avatar Cristiano (27/02/2013 17:57:08)   71 -1
"Jornada nas estrelas V - a fronteira final" foi um desastre, mas aí veio "Jornada nas estrelas VI - a terra desconhecida" e fechou a série com chave de ouro.
Mesma coisa com a série do Rocky.
Só quero dizer com isso que o John McCLane ainda tem muito fôlego (até porque a bilheteria continua boa, o que é uma coisa admirável).
Então, que venha o sexto, com um bom diretor e uma boa história.



Mel Gibson. Mel Gibson. (25/02/2013 13:15:43)   129 -1
Só irei assistir ao próximo "Die Hard" (se houver um é claro),se o John McTiernan retornar a direção.



Publicidade
sem avatar Alex (25/02/2013 10:40:35)   3 -1
Pra mim, Duro de Matar já começou a perder a essência no terceiro filme.

O primeiro (melhor, disparado) e o segundo, tinham algo em comum, q faz parte dessa essência: ocorrem em um ponto comum, um local "fechado" onde o policial está, no lugar certo e hora errada (entenda-se: o prédio Nakatomi Plaza no primeiro e o aeroporto de Nova York, no segundo). Eram uma ameaça na qual o protagonista estava enclausurado, não tinha pra onde correr. Essa idéia de isolamento, fazia parte do filme. Ver Maclane metralhando descalço um grupo limitado de 12 terroristas dentro de um prédio cheio de reféns é algo q nunca mais se repetiu a partir do terceiro filme.

A partir do terceiro filme, a ação vai "pra rua". A partir do quarto, a ameaça passa para um nível "global" e agora neste quinto (q ainda não ví), Mclane já está em outro país, com armas pesadas (coisa q nos primeiros filmes, ele não usava).

Infelizmente, os excessos acabaram tornando a franquia uma paródia.


Cleber Gio - Blog Has Tela Vista Cleber Gio - Blog Has Tela Vista (08/03/2013 04:58:28)   70 0
Concordo pra mim o terceiro filme é o mais fraco de todos justamente por ser o menos Duro de Matar deles (afinal o roteiro era pra outro filme) e realmente ali começou a se perder, mesmo o bom 4.0 já está com outra pegada.


Emanuel Emanuel (25/02/2013 09:33:52)   18 -1
Eu gostei do filme. As cenas de ação são bem legais. As piadas até que são engraçadas. É um bom filme pra assistir de galera e dar risadas pelo exagero de muitas cenas.



sem avatar Alexandre Floquet (24/02/2013 22:17:56)   157 -1
Muita ação e tiroteio pra pouca história.
Sem dúvida, o mais fraco da franquia.



Breno Breno (24/02/2013 17:04:53)   596 -1
Filme terrível. História pífia (não deveria estar reclamando disso num filme dessa franquia, mas é bom ressaltar), atuações medianas aonde só o Bruce Willis se salva, motivações e situações toscas...

Valeu mais a pena pois estava reunido com a galera, e aí foi divertido. Mas o filme em si é bem ruim.



jucelio jucelio (23/02/2013 20:38:49)   -135 -1
DURO 4.0 talvez o melhor da franquia???este novo,SÓ AÇÃO mais nada...fraco de mais.



Ronan Ronan (23/02/2013 18:04:07)   482 0
Esse filme foi realmente Duro de Assistir, esse personagem do filho é muito chato. Espero que o próximo filme seja sobre vingança pela morte do filho.

Nem as piadas funcionaram, resultado: R$16,00 de prejuízo.


Livio Livio (26/02/2013 15:50:35)   62 -1
cara vc deu R$16,00 reais pra assitir? poxa bem mais caro que aqui onde moro.


Rafael Rafael (23/02/2013 11:02:14)   154 0
Pior filme da série, com certeza. Tudo malfeito, furos inacreditáveis de roteiro e esse diretor... bom... eu disse numa notícia do ano passado sobre o filme: já haviam dado sopa pro azar com o Len Wiseman no 4.0 e por sorte, lá ele se saiu bem. Mas esse John Moore... benzadeus! Que cara fraco! Só fez filme ruim na carreira (Max Payne e A Profecia de 2006, gente!) e entregam o personagem mais icônico do cinema de ação nas mãos desse incompetente.

É torcer pra que encerrem com um sexto filme decente, isso se houver mesmo.


Alerson Alerson (23/02/2013 15:37:00)   1326 0
Apesar do filme ser o mais fraco da série,tá rendendo bastante de bilheteria tanto nos EUA como ao redor do mundo,ou seja,sem dúvida vem o 6 por aí.Só resta esperar que o próximo faça jus à John McLane,quem sabe o McTiernan volte a dirigir após resolver seu problema na justiça.


Charada Charada (23/02/2013 09:17:31)   195 0
Título do filme: Duro de Matar.

Críticas do Omelete: Duro de Engolir.



sem avatar Jan Filipe (23/02/2013 02:00:28)   53 -1
Assisti ontem na estréia e particulamente gostei MUITO.

Continuou no mesmo nivel do 3 e 4, o primeiro é insuperavel, e o 2 apesar de bom, pra mim é o mais fraquinho.

Sobre o filme, pra quem é fã de Duro de Matar, e principalmente de ação, deixem essa critica ridicula de lado, e assistam sem medo.

Esse John McClane de Bruce Willis nunca esteve tão sarcastico e humorado igual nesse filme, depois do que ele passou nos ultimos 4 filmes, parece que agora nada o incomoda.

Jai Courtney foi uma grande surpresa, já gostava do cara pelo papel de Varro no Spartacus, mas nesse filme ele provou também que é um McClane e é duro de matar, com um excelente fisico e postura e é candidato a possivel astro de ação.

A Direção de John Moore é firme, principalmente nas cenas de ação, a sequencia final é alucinante, eu fiquei totalmente vidrado na poltrona vendo aquele espetaculo de ação, assim como na cena do Jato vs Caminhão no 4.0.

O Roteiro infelizmente de fato tem alguns furos, uns até que incomodam, mas eu gostei da reviravolta no final, não foi aquela coisa Surpreendente, mas contou muito como ponto positivo.

Outro ponto positivo é a participação da radiante Mary Elizabeth Winstead, uma das atrizes mais belas que eu vi nos ultimos anos, é impressionante que em qualquer papel que ela faça, por menor que seja, quando aparece, encendeia a tela completamente.

No geral, no olhar mais critico eu daria 3 avos, mas na minha visão como fã da franquia eu dou 4 avos.



LuizCooler LuizCooler (22/02/2013 21:56:09)   482 0
Putz....

02 ovos e olhe lá...

O pior filme da série disparado...

o interessante que ainda assim o BRUCE WILIS ainda tem muito crédito como ator, para mim, é claro, ou seja, mesmo o filme sendo uma bomba, a sua imagem nunca sai arranhada, ao contrário de outros atores que se queimam fácil com alguns filmes, acho isso muito interessante...

acho que esse filme enterrou de vez essa franquia...



Publicidade
Shadow Play Shadow Play (22/02/2013 18:29:39)   389 0
Nunca houve um "Die Hard" ruim.Todos foram: Ou muito bons, ou excelentes (caso dos dois primeiros).

Mas concordo com os colegas abaixo.Tem que haver sempre um grande ator por trás do vilão.É uma tradição da série.

O quarto filme talvez tenha sido o mais mentiroso de todos.Eu ri em algumas cenas do final.Mas eu me diverti vendo.Os atores eram bons.O carisma do Justin Long funfou legal com o gênio do Bruce Willis.E a história do vilão era boa; e foi bem interpretado tambem.



nilton nilton (22/02/2013 17:29:40)   -2059 2
o primeiro duro de matar foi excelente, epico

o que mais se aproxima dele é o terceiro, e qual a semelhança dos dois? os viloes interpretados por otimos atores, rickman e dafoe

se rickman nao tivesse sido escolhido la nos anos 80 a franquia nao decolaria, se dafoe nao tivesse sido chamado nos anos 90 a franquia morreria

no sexto ou voltam a contratar um vilao interpretado por um ator foda ou fechem logo isso


Renato Renato (22/02/2013 18:07:26)   581 2
Concordo que são os dois melhores, mas em minha opinião a diferença principal era o diretor John McTiernan. E uma pequena correção...Os dois vilões excepcionais foram vividos pelo Alan Rickman no primeiro sim, mas no terceiro era o Jeremy Irons. Mas o Dafoe seria um bom vilão para a saga, verdade.

nilton nilton (22/02/2013 23:30:37)   -2059 -2
isso renato, confundi mesmo, era o irons que eh excepcional tb vlws


Diego Diego (22/02/2013 15:02:26)   40 2
To curioso pra ver este. Notei que alguns por aqui não gostam muito do terceiro. Sinceramente gosto mais dele do que o quarto. O fato de ampliar a ação para outros lugares ao meu ver foi um ponto positivo para a franquia. Quem não lembra de Mclane no Brooklin com uma placa racista levando uma garrafada na cabeça ou o tiroteio no elevador??
Óbvio que o primeiro filme é insuperável, fato! Repetir as mesmas fórmulas não seria legal, até porque choveram cópias assim pelos anos 90: velocidade máxima, a força em alerta entre outros...
Então acho que clamar por uma nova aventura ao estilo claustrofóbico do primeiro seria um imenso tiro no pé, visto que a obra prima já foi feita.


Renato Renato (22/02/2013 18:07:56)   581 2
Acho o terceiro disparado melhor que o 2 e que o 4 também.


Darkseid Darkseid (22/02/2013 11:05:55)   2446 -1
Desde quando mal-entendido (ou mal entendido) virou malentendido??? (uma palavra só?)

Corrige essa joça nessa crítica aí, Hessel!!!



Jefferson José Jefferson José (22/02/2013 11:05:43)   1533 2
Que pena que esse filme é inferior aos outros, gosto muito da franquia. Mesmo assim estou muito a fim de ver, só pelo carisma do Bruce Willis já vale a pena, pelo menos deve ser divertido.



rodrigo rodrigo (22/02/2013 11:05:32)   4 -1
o primeiro e segundo são clássicos, com a identidade DURO DE MATAR, são os meus favoritos, o primeiro é um pouco melhor que o segundo...O terceiro e o quarto não tem a cara DURO DE MATAR, são apenas bons filmes de ação. E tenho certeza que o quinto e o sexto vão no mesmo caminho...



Bruce Willis de Bigodinho Bruce Willis de Bigodinho (22/02/2013 10:41:11)   499 0
Dane-se... tô indo só pra ouvir o Yippee ki-yay, motherfucker! pela quinta vez...



André Filipe André Filipe (22/02/2013 07:54:48)   1101 -1
duro de matar foi bom ate o 3 filme,depois não continua mais sendo duro de matar,e vira um simples filme de ação.

sinceramente o Bruce ta velho ja gente,n sei pq insistem em fazer filmes de continuação onde n da pra fazer continuação cara,achei q dps do quatro eles tinham parado com isso.


Emissário Emissário (22/02/2013 08:40:37)   726 0
Discordo.
O 3º filme foi muito ruinzinho. O 4º foi show de bola. Agora é esperar pra ver se o quinto filme segura as rédeas.

sem avatar douglas henrique (22/02/2013 09:00:16)   27 0
concordo que até terceiro é bom...e 4 quarto é "simpático"...mas esse 5 que vi numa pré-estréia é triste demais, nota 2 foi muito tem problemas de roteiros gritantes, tem ir de volta a mesa de edição (maior exemplo disso é perseguição no começo do filme totalmente disconexa), a direção deprimente. Enfim só por que tem nome a franquia duro de matar senão provavelmente seria totalmente ignorado por critica e publico. obs: fiquei tempo sem vim ler essas criticas do hessel porque acho elas sempre equivocadas e vejo que não mudou nenhum problema ou qualidade técnica do filme foi a apontada o texto tem apenas analogias extretamente particulares do Hessel (leia-se que essas analogias são processadas de forma diferente para cada pessoa). Moral critica sem fundamento, e não to dizendo que não é permitido o critico fazer analogias e estudo psicologicos sobre os filmes mas estes tem de ser coerentes e não extremamente particulares e incoerentes. E que esquecer todos aspectos técnicos do filme é no minimo sem noção para qualquer crítico.

Dylan Dog - Dylan Dog - (22/02/2013 12:26:05)   1357 1
Pô,eu já acho o 3º e o 4º muito bons.O 2º que eu acho uma xerox do 1º filme.

sem avatar Renato (22/02/2013 17:22:09)   17 0
Concordo contigo, os três primeiros foram muito bons (os meus preferidos são o 1º e o 3º) sendo que o original é um clássico dos filmes de ação. O 4º já achei bem meia boca e este último parece ser ainda pior. A maioria dessas franquias deveriam se restringir à trilogias, mas a necessidade de arrecadar dinheiro sempre fala mais alto.


edgarascensao edgarascensao (22/02/2013 07:17:23)   20 2
Eu já adivinhava que o filme iria ser mau logo quando anunciaram qual o director para o filme: John Moore é péssimo, obviamente uma muito má escolha...



sem avatar Roberto (22/02/2013 05:29:45)   36 -1
Pessoal tirem uma dúvida desse humilde deslembrado:
Assisti os 4 primeiros filmes e ñ me lembro dele ter citado que tinha um filho.Tinha uma filha.No quinto explica isso?


Marcos Marcos (22/02/2013 06:03:49)   156 2
Sugiro você assistir novamente o primeiro filme e reparar que na foto de familia que a Holly tem na sala dela tem duas crianças. E que quando o repórter vai a casa dela aparecem duas crianças: um menino e uma menina.

Emissário Emissário (22/02/2013 08:42:15)   726 1
Caracas Marcos!!!
Essa eu tenho de tirar o Chapeu pra você (ainda vou conferir esse detalhe pra ver se é verdade), mas lembrar de um detalhe desses é digno de Sherlock Holmes.

sem avatar Roberto (22/02/2013 09:16:13)   36 0
Rapaz !Que memória !
Vou dar uma conferida no primeiro,então.
Valeu !


Publicidade
WillJazz WillJazz (22/02/2013 03:44:27)   79 0
Deu pra ver q essa incursão familiar do John MacClane não teve muito exito...vou assistir o 5º filme (fui assistir João e Maria e o filme é ruim mais compara-lo á Van Helsin do H. Jackman é uma puta falta de senso de proporção). Van Helsing é um filme onde nada, absolutamente nada aconteceu.
Eu gostei do ultimo Duro de Matar o 4.0 principalmente a cena do caça (ahh então o cara num pode fazer o q ele fez no caça mais pode transformar um taxi num torpedo pra atingir um helicóptero)
Concordo com o q os amigos disseram aqui: Coloca o MAcClane num lugar fechado como um shopping ou até um outro predio( Ver o MacClane se alto trollando por cair na mesma ``Sinuca de Bico`` mais q uma vez seria hilario) e dá um fim digno pro cara.
Ahh o 6º filme vai acontecer.

P.S1: o 6º seria ideal pro MacClane se aposentar e poderia rolar até uma namoradinha pra ele no final

P.S2: Como o Bruce Willis é zica o 6º vai bombar ( assim espero) sendo elogiado por publico e critica e vão querer fazer o 7º, 8º e por ai vai...


Thiago Andrey Thiago Andrey (22/02/2013 10:24:17)   91 -1
Não rola por o cara num local fechado, porque o negocio é sempre maior no proximo filme e assim quebraria a regra.
Tipo.. no 1 ele salva um predio, no 2 ele salva um aeroporto, no 3 ele salva uma cidade, no 4 ele salva os EUA, nesse 5 ele deve salvar o mundo e fechando a franquia com chave de ouro, no sexto e proximo filme ele deve salvar o universo, sei lá, ser visitado por Ashtar Sheran que vai levar o MacClane pra resolver uma parada intergalatica. rs.


sem avatar Marco A (22/02/2013 02:00:31)   695 1
Sejamos sinceros, desde o terceiro filme, já não é mais Duro de Matar. A única coisa que os relacionam é o protagonista e o fato dos vilões serem ladrões disfarçados de terrorista.
Tudo que está lá poderia ser (com um nome diferente) outro filme que não íamos nem achar que era uma continuação de Duro de Matar.
Gosto, particularmente do 4.0, acho um bom filme, apesar daquela cena ridícula do caça. Mas os filme não têm mais a essência de Duro de Matar, se perderam e se este último não consegue nem ser um bom filme de ação, estamos perdidos.
Bruce Willis, te faço um pedido, volte a fazer Duro de Matar como um filme menor: lugar fechado, você contra a rapa, enfim, o que fez a série ser um sucesso.



Alerson Alerson (22/02/2013 00:19:29)   1326 4
Dei uma pesquisadinha no IMDB e:

Direção de John Moore (Max Payne,O Voo da Fênix,remake de A Profeica)

Roteiro de Skip Woods(X-Men Origens Wolverine,Hitman - Assassino 47)

é McLane,difícil sair coisa boa daí.


André Filipe André Filipe (22/02/2013 07:50:23)   1101 0
kkkkkkkkkkk


Alerson Alerson (22/02/2013 00:04:03)   1326 -1
Infelizmente já tava esperando por uma crítica negativa do filme.Pois a crítica americana acabou com ele,tá com 16% de aprovação no rotten tomatoes.Uma pena,pois queria ver outra ótima aventura do McLane e não outra fraca como o 3.Mas como tá indo muito bem de bilheteria e o 6 já vem sendo falado,ainda há chance de outro bom filme da franquia.



vicente vicente (21/02/2013 23:42:28)   515 1
Só entrei para ter noção do que vou ver amanhã no cinema...agora que vi estes teus 2 ovos já sei que o filme é bom,obrigado hessel por me insentivar a ir ver o filme



Véi Véi (21/02/2013 23:34:22)   67 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Alerson Alerson (22/02/2013 00:00:10)   1326 2
Cara se vc segue essa opinião tudo bem,mas discordo bastante de vc.Sim,a maioria dos filmes de ação segue sempre a mesma fórmula,mas é a elaboração dela que torna um filme bom ou ruim.Vc perguntou a diferença entre esses filmes citados,Duro de Matar é a história de um simples policial que vira o herói(pelo menos nos primeiros,depois virou só sequência de ação,o 4 ainda conseguiu se sobressair).007 com exceção dos últimos do Pierce Brosnam tem uma história de fundo mais elaborada,tanto que há aqueles com mais ação,e outros com mais trama mesmo.Os Mercenários,esse sim,é o revival dos filmes de ação dos anos 80/90,com história fraca mas ótimas cenas de ação.As franquias de ação que se sobressaem são as que duram por bastante tempo,o problema desse novo Die Hard,é que ele está se afastando cada vez mais da fórmula original.

sem avatar Maran (22/02/2013 00:00:29)   1379 1
MUITA diferença, pode ter certeza.

sem avatar Marco A (22/02/2013 01:43:34)   695 0
Reveja seus conceitos.


Fabiano Fabiano (21/02/2013 22:58:22)   492 3
Se fizerem um sexto DURO DE MATAR, chamem um dos diretores dos melhores episódios da 1ª Temporada do 24 HORAS : STEPHEN HOPKINS. O mesmo de O PREDADOR 2, CONTAGEM REGRESSIVA e A SOMBRA E A ESCURIDÃO (Uma Super Obra-Prima).



Beto Sobral Beto Sobral (21/02/2013 22:14:31)   88 0
Espero que não me interpretem mal, mas não consigo gostar das criticas de Hessel , nada contra ele , mas é que os filme que ele gosta eu não gosto , acredito que o estilo de filme dele seja outro, as avaliações dos filmes de ação caberia melhor para o Borgo .
Espero que o Hessel não fique com raiva de mim, mas preferia que ele ficasse com as animações ou comedia leve .


@joaos_ @joaos_ (21/02/2013 23:22:45)   14 -2
Cara... eu acho que ele vai ficar com raiva sim...


Fabiano Fabiano (21/02/2013 21:58:52)   492 -1
Então segundo à crítica, o quinto Duro de Matar tem ritimo igual a seriado de Tv misturado com jogo de Playstation (Alias, 24 Horas e etc.). Saudade das décadas passadas quando 2 filmes anteriores (DURO DE MATAR 3 e 4) tinham ação mais ensandescida.



sem avatar George (21/02/2013 21:30:55)   -3 2
Sempre teremos NAKATOMI PLAZA!!!!!!!!




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.