Elenco / Direção

(Bom)

Animação, Aventura

  • Estreia: 9 de Outubro de 2009
  • País / Ano de Produção: EUA / 2009
  • Duração: 79 minutos
Publicidade

Crítica: 9 - A Salvação

Animação produzida por Tim Burton tem visual impecável, mas desliza de leve na história

08/10/2009 - 16:00 - Marcelo Forlani

Bastaram duas palavras para que os holofotes se voltassem para a animação 9 - A Salvação (9, 2009): Tim Burton. O cineasta apadrinhou o jovem Shane Acker depois de assistir ao curta criado como trabalho de conclusão da faculdade. E não é difícil entender por que Burton gostou tanto do projeto. Estão ali elementos que lhe são bastante caros, como a atmosfera sombria de um mundo pós-apocalíptico, objetos detalhadamente pensados e recriados e a história de um solitário boneco, que passa seus dias pensando em formas de acabar com os monstros de metal que o perseguem.

Mas o caminho para transformar um curta em um longa-metragem é... longo. Foram quatro anos entre o anúncio de que a Focus Features ia apoiar o projeto e a sua estreia, no emblemático dia 09/09/09. E o desenvolvimento da história também é muito mais complexo passou por inúmeras mudanças. Para ajudar na criação do novo roteiro, Acker teve o apoio de Pamela Pettler, que já havia trabalhado com Burton no script de A Noiva Cadáver.

Em vez de apresentar o protagonista 9 (voz original de Elijah Wood) já colocando em funcionamento seus planos, o longa-metragem inicia com ele pendurado, ganhando consciência em um quarto cheio de anotações, projetos de robôs e recortes de jornais, que situam o espectador em um futuro pós-apocalíptico em que as máquinas tomaram conta e os humanos foram dizimados.

Não por acaso, aqueles que criaram os monstros que acabaram com o planeta são versões parodiadas dos nazistas e o mundo que 9 explora quando sai daquele quarto é bastante similar ao que vemos em fotos da Europa destruída depois da Segunda Guerra Mundial. Lindo trabalho dos designers de produção Robert St. Pierre e Fred Warter. São os dois também os responsáveis pela recriação digital de todos os objetos e texturas que já conhecemos, mas que passam a ter outros formatos quando vemos tudo tão de perto, como se o filme todo fosse visto através de uma lupa.

Com o desenrolar da trama, 9 vai conhecendo outros como ele, que lutam para sobreviver aos ataques das feras. Seu primeiro contato se dá com 2 (Martin Landau), exímio inventor e consertador. 5 (John C. Reilly) é o que se torna seu melhor amigo e vai junto com ele atrás de um futuro melhor. 7 (Jennifer Connely) é a menina aventureira que não sabe o que é ter medo. 8 (Fred Tatasciore) é o bruta-montes. 3 e 4 são os gêmeos curiosos e sem voz que passam o dia catalogando imagens. 6 ( Crispin Glover) é o excêntrico visionário que sabe como deter os monstros. E 1 (Christopher Plummer) é o ancião que prefere se manter escondido e salvo do que tentar mudar o mundo para melhor.

No curta não fica claro que aquela é uma versão do nosso mundo que foi destruído. Podia ser qualquer lugar. Mas ao cair no lugar-comum do pós-apocalipse em que o mundo foi dominado e destruído pelas máquinas, 9 acaba perdendo um pouco do seu encanto. O mundo que eles mostram ali é um Matrix extremo, sem humanos sendo usados como ray-o-vac, ou uma versão do Exterminador do Futuro em que o T-800 cumpriu a sua missão. Os cineastas precisam aprender que nem tudo precisa de uma explicação. A "salvação" do título nacional já seria motivação suficiente para fazer os bonecos com alma se envolverem em muitas aventuras repletas de cenas de ação envolvendo roldanas e fios, como aquelas máquinas em que um balão assusta a galinha, que bota um ovo, que cai na panela e por aí vai...

Assista a clipes e a um making of
Assista ao trailer
Saiba onde o filme está sendo exibido

Trailers em destaque

Publicidade
Publicidade

Comentários

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus
Publicidade
Publicidade
Publicidade