Elenco / Direção

(Ótimo)

Drama

  • Estréia: 25 de Novembro de 2004
  • País / Ano de Produção: Alemanha / 2004
  • Duração: 126 minutos
Publicidade

The Edukators | Crítica

The Edukators


23/12/2004 - 1:00 - Mario "Fanaticc" Abbade

The Edukators
Die fetten jahre sind vorbei
Alemanha/Áustria 2004
Drama - 127 min.

Direção: Hans Weingartner
Roteiro: Hans Weingartner

Elenco: Daniel Bruhl, Julia Jentsch, Stipe Erceg, Burghart Klaußner

Durante o Festival do Rio 2004, o Cinema Unibanco 2 foi palco de uma sessão especialíssima. O diretor alemão Hans Weingartner participou da projeção junto com o público de seu novo filme The Edukators (Die fetten jahre sind vorbei, 2004). Visivelmente cansado, mas muito simpático e solícito, distribuiu adesivos do filme e colocou-se à disposição para trocar idéias após a sessão. Seu longa é o primeiro filme alemão a participar da competição oficial do Festival de Cannes 2004 nos últimos dez anos.

A história é centrada nos jovens Jan, Peter e Jule, que acreditam que podem mudar o mundo. Jan e Peter se autodenominam Os Edukadores, rebeldes contemporâneos que expressam sua indignação de forma pacífica: eles invadem mansões, trocam móveis e objetos de lugar e espalham mensagens de protesto. Mas, após a invasão da casa de um conhecido homem de negócios, Jule esquece um celular no local. No dia seguinte, eles são obrigados a retornar. O empresário os surpreende e acaba sendo seqüestrado.

The Edukators é um filme sensacional, com diálogos afiados, personagens encantadores e com uma mensagem perturbadora. O diretor e co-roteirista Hans Weingartner abre uma discussão interessante sobre a juventude rebelde. Ser rebelde, hoje em dia, ficou muito difícil. Quem quer ser um idealista no capitalismo selvagem em que vivemos? Weingartner nos mostra que a geração dos shoppings perdeu seu poder de protesto. No caso de Jan, Peter e Jule ainda existe uma esperança. Com estes personagens, ele quer chamar a atenção do jovem para as questões sociais e ainda revelar que os inconformados dos anos 1970, são os atuais capitalistas.

O filme é todo rodado em câmera digital. Isso ajuda a criar um clima realístico, dando uma idéia de registro. O roteiro guarda suas surpresas e prende a atenção do espectador. O trio de jovens é interpretado respectivamente por Daniel Brühl (Adeus Lênin), Julia Jentsch e Stipe Erceg. A atuação dos três jovens atores é arrebatadora e Burghart Klaussner dá ao empresário seqüestrado a credibilidade necessária.

The Edukators é um filme de reflexão. Um olhar surpreendente do jovem em sua tentativa de viver a sua própria versão dos protestos político dos anos 1960. Ao final da sessão, o diretor comentou que normalmente não devemos fazer aquilo que vemos nos filmes. Mas nesse caso deveríamos seguir a linha de pensamento dos personagens, mesmo que para isso, tivéssemos que superar nossos medos e temores. E concluiu com uma variação da frase do personagem Jan: "Todos nós participamos desse jogo inconscientemente. Só aqueles que tomam consciência da Matrix mudam a forma de jogar".

Trailers em destaque

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade