Samuel L. Jackson
Personalidades

Samuel L. Jackson

  • Nascimento: 21 de Dezembro de 1948 (Washington - D.C. - Estados Unidos)
  • Idade: 68
  • Atividades: Ator

Samuel L. Jackson (nascido em Washington, D.C., em 21 de dezembro de 1948) é um ator e produtor norte-americano.

Contabilizando mais de 150 participações em filmes, games e séries, Samuel L. Jackson entrou para o Guiness Book, em 2011, como o ator mais lucrativo de todos os tempos, arrecadando mais de 7,2 bilhões de dólares com suas produções.

Com todo esse histórico de participações em ideias com os mais variados orçamentos, a carreira de Jackson começa na década de setenta, quando participa do longa Together for Days, 1972. Quatro anos depois aparece em um episódio da série Movin' On, 1974-1976; e integra o elenco dos longas produzidos para TV, The Displaced Person, 1977 e The Trial of the Moke, 1978.

Depois disso, durante a década de oitenta, participa com pequenos papéis em diversas produções, mas dedica-se com mais intensadade ao teatro. Porém, o destaque desse momento em sua carreira cinematográfica fica por conta das produções dirigidas por Spike Lee, Lute Pela Coisa Certa (School Daze, 1988), com Laurence Fishburne, e Faça a Coisa Certa (Do the Right Thing, 1989), com Danny Aiello.

Já no início da década de noventa, mantendo um ritmo intenso de aparições, Jackson consegue um papel no filme de Martin Scorsese, Os Bons Companheiros (Goodfellas, 1990), com Robert De Niro, Ray Liotta e Joe Pesci. No ano seguinte participa de mais uma produção de Spike Lee, Febre da Selva (Jungle Fever, 1991), com Wesley Snipes, filme no qual realiza um trabalho marcante, a ponto do Festival de Cannes criar a categoria de Melhor Ator Coadjuvante, somente para premiá-lo.

Mantendo-se em produções de maior visibilidade, ingressa em Jogos Patrióticos (Patriot Games, 1992), com Harrison Ford, e uma sucessão de episódios na série O Fantasma Escritor (Ghostwriter, 1992-1995). Em seguida interpreta seu primeiro personagem principal, na comédia Máquina Quase Mortífera (Loaded Weapon 1, 1993), com Emilio Estevez, e no mesmo período integra o elenco de Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros (Jurassic Park, 1993), dirigido por Steven Spielberg. No ano seguinte ganha o papel que muda sua carreira em Pulp Fiction: Tempo de Violência (Pulp Fiction, 1994), escrito e dirigido por Quentin Tarantino, com John Travolta, Uma Thurman e Bruce Willis. Trabalho que lhe rende uma indicação ao Oscar e ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, conquistando o BAFTA na mesma categoria.

Seu trabalho seguinte é a produção de ação O Beijo da Morte (Kiss of Death, 1995), com Nicolas Cage, e a terceira parte da franquia Duro de Matar – A Vingança (Die Hard: With a Vengeance, 1995), com Bruce Willis e Jeremy Irons. Continua seguindo em direção à novas possibilidades artísticas ao participar da produção independente Jogada de Risco (Sydney, 1996), dirigido por Paul Thomas Anderson, com Gwyneth Paltrow, Ponto de Encontro (Trees Lounge, 1996), escrito e dirigido por Steve Buscemi, e entrega mais uma performance marcante em Tempo de Matar (A Time to Kill, 1996), com Matthew McConaughey e Sandra Bullock, pela qual recebe uma indicação ao Globo de Ouro na Categoria de Melhor Ator Coadjuvante. Ainda, antes do final da década, Jackson participa de algumas criações marcantes para sua carreira, como o longa-metragem de Tarantino, Jackie Brown (Jackie Brown, 1997), com Bridget Fonda, Michael Keaton e Robert De Niro, pelo qual recebe uma indicação ao Globo de Ouro na categoria Melhor Ator em Comédia ou Musical, atua e estreia na função de produtor no longa Amores Divididos (Eve's Bayou, 1997), ganha papel de destaque em Esfera (Sphere, 1998), com Dustin Hoffman e Sharon Stone, é o antagonista de Kevin Spacey em A Negociação (The Negotiator, 1998) e encerra o período como um dos personagens de Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma (Star Wars: Episode I - The Phantom Menace, 1999), escrito e dirigido por George Lucas, com participação de Ewan McGregor, Liam Neeson e Natalie Portman.

No início dos anos 2000, Jackson, além de manter-se em plena atividade no cinema, participando em uma média de quatro filmes por ano, também aprova que a sua fisionomia seja usada para o personagem dos quadrinhos Marvel, Nick Fury. Nesse mesmo período, participa de algumas produções importantes para sua carreira, como Shaft (Shaft, 2000), com Christian Bale, Corpo Fechado (Unbreakable, 2000), dirigido por M. Night Shyamalan, com Bruce Willis, Regras do Jogo (Rules of Engagement, 2000), com Tommy Lee Jones e Guy Pearce. No ano seguinte assume o cargo de produtor-executivo nos longas, Visões de um Crime (The Caveman's Valentine, 2001) e Baladas, Rachas e Um Louco de Kilt (The 51st State, 2001).

Posteriormente interpreta um dos personagens principais na trama Fora de Controle (Changing Lanes, 2002), com Bem Affleck, retorna para a sequência Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones (Star Wars: Episode II - Attack of the Clones, 2002), mais uma vez dirigido por George Lucas, e ingressa nas produções de ação Triplo X (xXx, 2002), com Vin Diesel, e S.W.A.T.: Comando Especial (S.W.A.T., 2003), com Colin Farrell e Michelle Rodriguez. Nessa mesma fase também faz pequena participação em Kill Bill Volume: 2 (Kill Bill: Vol. 2, 2004), dubla o vilão da animação Os Incríveis (The Incredibles, 2004), interpreta o personagem principal no longa Coach Carter: Treino para a Vida (Coach Carter, 2005), e regressa para as sequências xXx 2 - Estado de Emergência (xXx: State of the Union, 2005), com Ice Cube e Willem Dafoe, e Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith (Star Wars: Episode III - Revenge of the Sith, 2005).

Seu próximo trabalho acontece no filme cult, Serpentes a Bordo (Snakes on a Plane, 2006), seguindo para Entre o Céu e o Inferno (Black Snake Moan, 2006), com Christina Ricci e Justin Timberlake, O Resgate de um Campeão (Resurrecting the Champ, 2007), com Josh Hartnett, retornando para o segmento de animações, dublando e integrando a equipe de produção de Afro Samurai, 2007. Tambémparticipa da adaptação de um conto de Stephen King, o terror 1408 (1408, 2007), com John Cusack, e produz o longa Evidências de um Crime (Cleaner, 2007), com Ed Harris e Eva Mendes.

Em seguida, realiza sua primeira aparição como Nick Fury, em participação não creditada, em Homem de Ferro (Iron Man, 2008), com Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow e Terrence Howard, faz parte da adaptação dos quadrinhos The Spirit: O Filme (The Spirit, 2008), dirigido por Frank Miller, com Scarlett Johansson, também participa da produção Destinos Ligados (Mother and Child, 2009), com Naomi Watts e Annette Bening, ganha o crédito de produtor executivo para o filme de animação Afro Samurai: Ressurection, 2009; regressa para um trabalho mais consistente como Fury em Homem de Ferro 2 (Iron Man 2, 2010), segue para a produção dirigida por Tommy Lee Jones, The Sunset Limited, 2011; realiza mais uma participação não creditada em Thor (Thor, 2011), e segue para Capitão América: O Primeiro Vingador (Captain America: The First Avenger, 2011), com Chris Evans e Hugo Weaving.

No ano seguinte, atua e produz o longa Jogos do Crime (The Samaritan, 2012), retorna para o universo Marvel com The Avengers: Os Vingadores (The Avengers, 2012), dirigido por Joss Whedon, com Mark Ruffalo e Jeremy Renner, Django Livre (Django Unchained, 2012), com Jamie Foxx, Christoph Waltz, Leonardo DiCaprio, Oldboy: Dias de Vingança (Oldboy, 2013), com Josh Brolin, Elizabeth Olsen, Robocop (RoboCop, 2014), dirigido por José Padilha, com Gary Oldman e Michael Keaton.

Logo em seguida dá sequência às suas participações nas produções dos estúdios Marvel em Capitão América 2: O Soldado Invernal (Captain America: The Winter Soldier, 2014), participa de um episódio da série Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. (Agents of S.H.I.E.L.D., 2013-), seguindo para a produção Kingsman: Serviço Secreto (Kingsman: The Secret Service, 2014), dirigido por Matthew Vaughn, com Colin Firth, Taron Egerton e Michael Caine. Posteriormente, retorna para a sequência Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron, 2015) e vive um personagem de destaque no projeto dirigido por Tim Burton, O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares (Peregrine's Home for Peculiars, 2016), com Eva Green.

Curiosidades

Jackson iniciou seu trabalho como um viciado em Crack e Cocaína no longa Febre da Selva, apenas uma semana depois de sair da reabilitação para recuperar-se do vício em drogas.

Morgan Freeman foi mentor de Jackson durante alguns anos da década de 80.

Jackson esteve diretamente ligado ao movimento Black Power nos Estados Unidos durante o final da década de sessenta, início dos anos setenta. No entanto, após a equipe que fazia parte comprar armas e o FBI avisar sua mãe que, caso ele permanecesse envolvido com o grupo, poderia morrer em um ano, foi enviado por sua família para Los Angeles.

Quentin Tarantino escreveu o personagem Jules Winnfield, especialmente para Jackson.