HQ/Livros

It: A Coisa | Seis diferenças entre o livro e o novo filme

Diferença de décadas, participação de monstros e origem do universo são partes fundamentais do livro
-

Um dos maiores sucessos deste ano, It: A Coisa é um filme tão assustador quanto ao longa dos anos 90. Porém, para adaptar a história para o público atual, o cineasta Andy Muschietti realizou algumas mudanças pontuais e deixou alguns momentos do livro original de Stephen King de fora.

Confira algumas mudanças entre a publicação e o novo longa:

Atenção, cuidado com spoilers! 

Leia mais sobre It: A Coisa

MAIS LISTAS

O filme é ótimo, mas tem uma coisa que ele não mostrou o Bill e o George se chamando de c*z@0. Essa foi a primeira diferença entre eles que vi

no filme n faz sentido elas se perderem no esgoto, já q o Bill tinha o mapa do esgoto

Não, é na luta final.

Na cena do círculo da promessa deles que as mãos pareciam aranha?

A ideia da postagem até foi boa, mas faltou alguem que realmente tenha lido o livro se propor para fazê-la. Só acrescentando a todos os erros que os leitores aqui ja apontaram, Penny não se transforma deliberadamente em monstros clássicos, ele assume a forma que mais aterrorize sua vítima. É so lembrar de Stan com os garotos afogados na caixa d'água, Mike com o pássaro, fora as criaturas aleatórias que ele se transformou para matar alguns "figurantes". Outro detalhe, Pennywise não se "alimenta de medo". Ele se alimenta de CARNE, contudo ele considera que o medo deixa a carne com um sabor muito melhor.

"No filme, ele acaba cortando o braço do garoto, algo que não está no livro." está sim, é dito no livro que ele arrancou o braço do garoto sim.

O MBL não deixaria ninguém ver o filme se rolasse a tal orgia.

esse post ta todo errado

Ok. Não tenho nenhum problema com a mostra, O problema é dinheiro público.

comprei no kindle, tava 8 reais no sexta. Promoção. e li essa parte. kkk. agora vou ler tudo, mas é grande, diferente pro autor. Já li outro os da torre, e eram mais finos, mas vamos né.

Ele arranca sim. Eu tava lá e vi.

Cara que filme fodastico...Já se passaram anos desde que vi um filme tão bom como este.

Como é que é cumpade? e que tipo de SEXO entre CRIANÇAS tu consideraria puro?! kkkkkkk

No filme dos anos 90, eles só falam que o garoto foi mutilado e na cena o palhaço pega o guri pelo braço. Acho que o autor da matéria confundiu o filme original com o livro.

Eu tb n sou fã desse parte, mas quando se lê a situação dentro do contexto da história do livro, que tem muito mais informação sobre a conexão metafísca e etc, na minha opinião, essa parte passa meio batido, tipo "humm ok né" N precisa criar todo esse auê.

Se a definição de sexo pra vc é vídeo do xvídeos realmente não é puro.

Foi tosco mesmo e me deixou desconfortável com a ideia. Quando li o livro foi a única parte que me causou estranhamento. Se adaptassem isso pro cinema ficaria tão estranho quanto a própria imaginação dos leitores supõe que seja.

No livro ele arranca o braço do Georgie sim....Esse cara não leu o livro!!!

Kkkkkkkkkkkkkkk. Boa.

Pois é, mas o livro eu também não li, então não posso comentar.

O maior acerto da adaptação foi trazer para os anos 80 (melhores anos da Terra) o volume 1. Com menção honrosa para New Kids on the Block.

nem leu o livro!

A esquerda é tão histérica, falaciosa e um tanto quanto perigosa, a história esta aí para isso, isso não é uma questão ideológica,mas psicológica, tanto que modular um discurso ou uma retórica é a coisa mais fácil do mundo, basta dosar bem o tom populista que as massas arreganham os dentes. Mas, fato é que negar o terrorismo midiático escancarado e orquestrado por grupelhos que distorcem fatos livremente, incitam perseguição a quem lhes questiona, que lançam propagandas baseadas em meias verdades visando nichos eleitoreiros em meses de pré eleição é no mínimo assumir atestado de néscio ou obtuso...Joseph Goebbels se orgulharia dessa galerinha Mas como reza a lenda, existe um lugar aí cheio dessas boas intenções que apregoam tanto.

Não acho que o ponto ficou confuso. Distorcido, provavelmente. Ele deixa claro, por exemplo, que há público para obras medíocres, que não conseguem se sustentar sem apelar. Então que os apreciadores dessa categoria de arte financiem seu estranho deleite estético sem sonhar em botar as mãos no dinheiro de quem não compartilha de seu tão peculiar gosto artístico.

Tá dificil...o ponto que eu citei ficou confuso ??? Mas vamos lá, em minha humilde opinião crianças não tem a capacidade de discernimento, logo creio eu como tentei explicitar, a tal mostra não deveria ser indicada para crianças. Talvez como propôs o ministério publico se tal mostra insistisse em permanecer, que as obras consideradas mais "cabeludas" fossem direcionadas à setores mais restritos para pessoas que saibam separar e que (em teoria) possuem capacidade de discernimento

Acho que interpretação de texto te ajudaria um bocado nessa vida....se esforça mais um pouquinho vai

Mas no fim ficou em cima do muro, aprova piroca pra crianças com dinheiro público ou não. vc aprova isso que falou, mas e o que eu perguntei.?

Não existe bom senso em usar dinheiro público para financiar obras medíocres que não se sustentam por si mesmas. Embora haja a passagem polêmica na obra, ela não é a essência da história. Já os quadros da exposição do Santander apoia-se unicamente na exploração de imagens sexuais. Além do que, qualquer pessoa com um mínimo de discernimento perceberia a diferença entre o livro e a exposição. É preciso que as pessoas aprendam a pensar por si próprias ao invés de apenas aceitar a escrotidão da falsa intelectualidade da esquerda. Caça às bruxas é o que pessoal da esquerda têm feito ao caracterizar o boicote encabeçado pelo MBL como censura. Como sempre, querem ser donos da verdade. Como sempre, na falta de argumentos, partem para a histeria da qual acusam o outro lado.

Interpretação de texto é isso ai kkkk algo puro e sexo e crianças não combina :B

Todo dinheiro público para cinema grande acho errado (shows, teatro grandes, filmes em geral), mas pra piroca é pior ainda. Esse dinheiro deveria ir para casas de culturas, orquestras, fundações, bibliotecas, aulas de música (qualquer que seja). Menos pra mostrar pirocas. Isso (pirocas e cinema), acho que teriamos coisas mais importantes antes, como citei. E não sei como pirocas iam fazer crianças pensarem.

Acho que eles realmente não leram o livro.

"...mas decidiu trabalhar apenas com a imagem de Pennywise." O autor da matéria claramente não assistiu ao filme.

Eu to lendo o livro e o garoto perde o braço, sim...

Aprovo....que as pessoas aprendam a pensar por si mesmas e não serem manipuladas por qualquer discurso falacioso cheio de boas intenções duvidosas de grupos mais duvidosos ainda que adoram vomitar regras. Engraçado que não lembro desse auê todo sobre dinheiro público investido em cultura na época do lançamento de Tropa de Elite ou do filme sobre a Lava jato. Arte é isso,é o epíteto da subjetividade, nem tudo é Romero Brito...cabe a você usar o bom senso e saber separar quem tem a capacidade de discernimento.

eu li agora. cara. foi orgia sim, mesmo que um de cada vez e consensual, essa ideia de se unir para isso, foi tosca. Depois li o que ele falou, sobre, nossa, muita cocaína. Foi tosco, mas vou ler o livro, hehehehe.

isso e indicio de sadismo

Sim, ou faziam ou morriam perdidas no esgoto. A unica solução era tentar restaura a conexão. E essa foi a forma encontrada. N teve nenhuma festa de orgia como fica parecendo haha. Foi bastante desconcertante para todos.

putz cara, vc aprova dinheiro público pra mostrar piroca pra crianças,?

Elas fizeram?

Nem leram o livro pelo visto pr ficar apontando essas diferenças !

Eita Satanás Tem Poder!!! Kkkkkkkkkkkk...

2- A questão do sexo entre as crianças pode ser sim considerado controversa, mas dizer que a Bevy decide acalma-los e sugere sexo com ela, esta fora de contexto. Não foi uma simples orgia como fica parecendo. As crianças estavam "conectadas" em alma para destruir o IT. Desde o inicio, Maturin, usou-as como representantes de uma força que trabalhasse em favor da destruição do IT ( uma criatura do macroverso) A partir do momento que as crianças acreditaram que tinham destruído o It, essa conexão começa a se quebrar, pois o "trabalho" estaria feito. A própria "conexão de almas" serviu como guia para que eles chegassem ao covil do IT, pois a rede de esgotos é descrita como um labirinto impossível. Com a quebra da conexão espiritual, as crianças se perdem nos esgotos e a Bevy percebe intuitivamente que é preciso uma "reconexao" e a forma encontrada é o sexo. Mas n é uma orgia, é praticamente um ritual, uma conexao de almas, algo puro e sem malícia e não um sexo por sexo. Muitas das crianças inclusive nem queriam fazer.

1- O IT arranca o braço da criança no livro sim. A diferença é que o George morre na rua pela perda de sangue, enquanto no filme a criatura arrasta o George para dentro do bueiro - recurso usado inclusive como plot no filme para que as crianças investiguem os esgotos e o monstro. No livro a morte do menino fica clara. Ele é enterrado e Bill sabe de sua morte.

Tá foda isso aqui. Eu tô tentando publicar uma opinião e o site não aprova.

HAHAHAHAHAHAHAA

Pennywise veio do macroverso. A tartaruga não teve nada a ver com a criação dele.

Não lembro pois a vários anos li o livro. Pennywise não veio da tartaruga quando ela estava com dor de barriga e deu uma caganeira?

Exato, a unica diferença do livro é que no filme ele puxa o guri para dentro ao invés de deixar lá.

Ele arranca o braço do garoto sim. "O lado esquerdo do impermeável do garoto estava lavado em vivo sangue vermelho. Fluía sangue para o bueiro, escorrendo do buraco dilacerado em que estivera o braço esquerdo."

As melhores decisões possíveis foram tomadas, é assim que se faz uma adaptação. O público agradece por isso!

Resumindo, o filme foi melhor que o livro. Pelo menos pra mim. Essa orgia ai é algo de extremo mal gosto, digassi de passage. E a tal Tartaruga é muito tosca. Esse filme foi prova que uma adaptação bem feita pode melhorar uma história. Filme mais gostoso de assistir até agora do ano.

Isso e o fato que as crianças não matam ele com uma bala de prata

É...o MBL iria fazer uma campanha virtual contra o filme, acusando-o de propaganda esquerdista (uma releitura da máxima comunista come criancinhas), provavelmente teríamos momentos únicos de histeria coletiva com direito à queima de livros do Stephen King nas portas dos cinemas.

a cena do bueiro foi a melhor cena de todo o filme, não q as outras sejam ruins, mais aquela me pegou kk

stephen king loucão nas dorgas

e muito estranho quando ela fala pra eles penetrarem ela sei la...

Seria mesmo - quando o livro foi lançado, era outra época, outra visão. Tem sentido a passagem no livro, ainda que hoje seja totalmente estranho pensar nisso. Mas poderia ter sido conduzido de forma diferente realmente, mas o impacto para eles não seria o mesmo eu acho, nem para o leitor.

Tive essa impressão também. Parece que não tiveram um cuidado antes de publicar.

Quando li a primeira vez, lá pelos anos 90, eram dois livros também - e o impacto do terror era mais palpável. Li novamente este ano e não senti o medo que senti naquela época. Mas é um livro excelente. Continua sendo o melhor dele pra mim.

kkk

ainda bem que não teve sesgo entre as crianças seria estranho

só uma, por enquanto..

Pelo que sei soh tem duas partes. O livro alterna entre eles criancas e adultos, ja o filme separou

Eu lendo as primeiras 4 diferenças: - Humm, interessante. Lendo as duas ultimas: - W T F

Livro deveria ser proibido no brasil, apologia a orgia entre crianças???? absurdo, Vou avisar o pessoal do MDL, esse livro vai ser proibido...

quantas continuações estão programadas pra esse filme ?

Creio que o terceiro explica a origem de Pennywise

A cena do começo do bueiro foi top de mais, vai ficar na mente por anos!

concordo. Stephen King tem uma promiscuidade no livro que nao precisava ser representada nas telas, o filme ficou tão bom quanto o livro, ainda que incompleto ja que a parte 2 vem por ai e parece que terá duas partes formando uma trilogia

Estranhei também o fato - eu não vi o filme mas já o livro e o George morre exatamente em decorrência do braço arrancado. E acho estranho as pessoas reclamarem da falta de explicação do vilão - uma vez que terá outro filme contando a origem da coisa... assunto demais, conhecimento de menos.

A orgia infantil foi oque mais me chocou quando li o resumo no dia depois ver o filme e sinceridade o filme pra mim tem um que "relidade" que o livro e prefiro o filme que o livro embora esteja lendo o livro

Alguns fãs services, easter eggs que eu percebi no filme. Tartaruga de lego do george Um momento no filme, um radio ou um telefone começa a falar alguns nomes como se fosse uma propagada, pennywise fala o seu "nome", robert grey No final as mãos deles se transformam em uma especie de patas de aranha a fala da menina ao flutuar, de que viu eles adultos no mesmo esgoto com medo Em relação ao filme, putsss adorei. Sou fão do gênero de terror, e é um filme corajoso, verdadeiro. Nota 10. Extremamente ansioso pela continuação.

Pois é, a intenção foi boa, mas fizeram às pressas!

No Livro o Pennywise arranca o braço do George sim, a diferença é que ele não arrasta o menino p/ boeiro. Tem outros pontos que não estão de acordo, acredito que faltou um pouco de estudo em relação ao livro da pessoa que escreveu a matéria.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus