HQ/Livros

Mulher-Maravilha é gay, diz roteirista atual da HQ

"Pensando no conceito de Themyscira, não faz sentido pensar diferente", afirma Greg Rucka
-

Greg Rucka, o roteirista atual da HQ da Mulher-Maravilha, afirmou que a personagem é gay.

"Sim, (ela é gay). Mas acho que a explicação é mais complicada", explicou Rucka ao Comicosity"Este é o problema com Diana: tivemos uma longa história de pessoas que, por várias razões, só apontavam o dedo para as Amazonas e as chamavam de homossexuais. E, quando você começa a pensar no conceito de Themyscira, a resposta é: 'como elas não estão em relacionamentos entre si?' Não faz sentido pensar diferente."

"A ilha Themyscira é supostamente um paraíso. Você deveria viver de forma feliz. Você deveria ter a chance de ter um parceiro em um contexto no qual as pessoas podem viver felizes, e parte disso é poder ser relacionar de forma romântica. E lá, a únca opção são mulheres", explica Rucka.

Mas o roteirista diz que a homossexualidade não é vista da mesma forma entre elas. "Uma amazona não olha para a outra e diz 'você é gay'. Elas não fazem isso. Esse conceito não existe", esclarece.

Rucka também diz que Diana certamente já se relacionou com outras mulheres. "Ela precisa ter feito isso. Se não, ela deixa o paraíso apenas pela possibilidade de um relacionamento romântico com Steve Trevor. E isso diminui sua personagem. Isso machucaria a personagem, e tiraria seu heroísmo."

Rucka assumiu a HQ da Mulher-Maravilha em junho, com a reformulação Rebirth da DC Comics. A nova fase capitaneada pelo roteirista pretende endireitar a mitologia da personagem, intercalando mensalmente uma história nos dias de hoje e uma história de flashback, no estilo Ano Um.

Leia mais sobre Mulher-Maravilha

Cara, tu e um genio, so vi verdades

Isso eu entendi.

Mas foi o que tentei dizer desde o começo, vc que não estava entendendo quando disse que a Marvel é mais contida nesse quesito!!!

Não estou dizendo isso. Exemplifiquei .

E por acaso ele é um top da Marvel... acho que não!!!

Cautelosa como se o transformaram um personagem em homossexual sendo que ele não era. Rucka citou isso por causa de grana. Ele não é o criador ou um dos filhos do criador da personagem.

A Marvel é cautelosa no sentido de não expor o seu elenco principal sobre o público... Justamente esse que vc citou, não é um dos famosos como a mulher bi maravilha kkkk...

Dinheiro,esta é a resposta. Para ir no embalo do politicamente correto. A Marvel transformou o Homem de Gelo em homossexual como foi cautelosa nisso?

Que postagem hem senhor? Não vou nem falar nada, General bom caráter.

A DC foi bastante tola e inocênte em colocar um ícone da imagem feminina em decadência por uma fatalidade de um lado bissexual. A Marvel foi mais cautelosa a esse ponto.

Homosexualismo é um termo que você pode até optar por conservá-lo em seu vocabulário pessoal por achar ele mais adequado ao que você pensa sobre esse tipo de sexualidade, mas o termo foi abolido e não existe mais nos meios acadêmicos, científicos e sociais, hoje o termo correto a ser usado é homossexualidade e o porque você pode pesquisar se desejar. Você tem todo direito a seu modo de classificar uma condição sexual de "aberração natural" mas o que importa de verdade pro mundo como sociedade é saber que a ciência se viu obrigada a refazer o conceito de homossexualidade a ponto da OMS substituir os termos homossexualismo por homossexualidade pela simples e não menos determinante conclusão de que ser homosexual NÃO É DOENÇA...então se o que há de mais avançado nas pesquisas cientificas concluiu-se tal fato, fica a você e outras pessoas que pensam como você refazerem ou não seus conceitos, respeitar talvez haja quem respeite ou devemos partir do princípio de que todos devam respeitar, mas validar o que você pensa e diz seguindo o que dizia a velha escola, lamento mas a resposta é não. E o que é o respeito sem o devido reconhecimento em legitimar o que você pensa e diz ????...ao meu ver não passa de um mero ato de educação tão oco quanto vazio em toda a sua redundância.

Achar que a personagem é gay é um direito dele. Mas fazer uma afirmação baseado em teses pseudosociológicas é de um primarismo absurdo. Primeiro: Querer discutir a real sexualidade de uma personagem mitológica e fantasiosa já é uma coisa que foge ao razoável. Cada um pode falar a bobagem que quiser que nunca se chegará a uma conclusão. Segundo; Mesmo que se faça um ensaio hipotético partindo do pressuposto de que o comportamento desses personagens seja análogo ao humano, a tese também não se sustenta (a não ser como mais uma teoria vaga e falaciosa). Não há notícia na história da existência de qualquer sociedade humana em que a população seja majoritariamente gay.(ou lésbica). É sempre uma minoria. Pensar que, pelo simples fato de viver numa sociedade de mulheres, os membros da população seriam majoritariamente lésbicas ou bi, não passa de um delírio poético, não tem nenhuma base empírica. È uma tese mais ideológica do que científica. Nada contra a Mulher Maravilha ser gay. Mas tentar explicar o porquê disso já é querer inventar demais.

Sim ...as amazonas da Mitologia e as amazonas do seriado Xena por exemplo tinham essa faceta de ter que se relacionarem sexualmente para procriar e manter a existência do clã. Amazonas de Themyscera foram criadas pelos deuses do Olimpo como uma grande irmandade e muito fraterna para se relacionarem sexualmente entre si com muitos poderes e dons ...um deles...é a quase imortalidade...logo pensar que elas precisavam fazer sexo para continuar sua existência incoerente. Muito provavelmente as amazonas de Themyscera, exceto Diana, tiveram experiências sexuais com soldados na Antiga Grécia, mas após elas receberem uma punição dos deuses por uma desobediência elas herdaram uma ilha onde o castigo era ter que manter os demônios do Tártaro aprisionados, Netuno o deus dos mares abriu caminho pelo Oceano e a nação amazônica partiu definitivamente da Antiga Grécia rumo ao caminho aberto no mar rumo a destino desconhecido, a travessia durou muito dias e noites até chegarem numa ilha que foi batizada de Ilha Paraíso onde construíram uma cidade e a batizaram de Themyscera. Milênios depois num ritual entre Hypólita e os deuses Diana nasceu. Concordo também que se essa declaração conseguir apenas gerar polêmica e nada mais, vai ser tremendamente injusto pra personagem.

Bom, se for levar o mito em consideração, ela talvez não fosse gay, mas bi, pois, de acordo com algumas versões da história da tribo das Amazonas, elas se relacionavam com homens em algumas épocas, engravidavam, e após o parto entregavam os meninos aos pais e criavam as meninas. Mas acho bacana essa abordagem. Mas só espero que esse elemento seja usado de forma a enriquecer as narrativas, e não apenas como elemento excêntrico ou para gerar polêmica ou chamar uma atenção que não seria legal para a personagem. É aguardar pra ver.

SIM, eu me reservo no direito de achar não estranho mas descabida a declaração do roteirista Rucka tendo em vista o que eu sei da heroína por acompanha-la por tantos anos, pra mim a história diz quem ela é e ao longo seus 75 anos de existência a homossexualidade ou bissexualidade nunca fez parte de sua personalidade, não haveria problema algum se fosse desde que essa fosse a realidade da heroína, discordo plenamente do que esse roteirista diz e não me acho conservador por isso, acho que é uma questão de coerência e embora pareça bem coerente pensar que uma heroína que tem suas origens isolada da civilização moderna convivendo apenas com mulheres venha a desenvolver a homossexualidade no contexto da Mulher Maravilha tal hipótese é descabida, quem conhece as origens e a história da Mulher Maravilha e é capaz de analisar com profundidade seu contexto será capaz de concluir que as amazonas de Themyscera foram criadas num contexto tão próprio e tão lúdico que compará-las por exemplo a amazonas mortais da ilha de Lesbos é equivocar-se novamente num descabimento ainda maior. A Mitologia Grega serviu de base para a criação da Mulher Maravilha mas a personagem não existe de fato dentro da história mitológica, a Mulher Maravilha e todo seu universo foram criações contemporâneas que se incorporaram no mundo lúdico das HQ's e como tal não foram construídas reproduzindo obrigatoriamente os padrões das amazonas da Mitologia Grega, em muito as amazonas do Sr Moulton foram diferenciadas até pra dar o sentido lúdico que a história exigia. Se o Sr William Moulton Marston se mostrou moderno demais pros padrões da década de 30 e 40 vivendo um triângulo amoroso, não acredito com isso que ele tivesse outra intenção senão a de mostrar ao mundo que a figura da mulher podia ser livre e isenta de prejulgamentos morais ou seja de que a mulher era livre, moderna, dona de si, libertaria exatamente parte dos valores que ele transferiu para sua criação a Mulher Maravilha e tudo isso ao meu ver nada tem haver com homossexualidade ou bissexualidade. Opinião cada um tem a sua, esta é a minha, me propus a tentar responder com alguma profundidade a um questionamento igualmente inteligente como esse seu questionamento que é justo reconhecer que no mínimo é provocador de reflexão, e isso não é pouca coisa, grande mérito !.

Algumas são. nem todas são lésbicas. Algumas são celibatárias. Isso está escrito na wikia da DC Comics durante anos.

Como vc bem observou, qualquer tese pode e deve ser questionada. Rucka está questionando uma tese. Ele evidencia, nessa personagem, uma característica presente, como observaram um pouco acima, na cultura greco-romana, na qual ela é inspirada. Rucka afirma: "Pensando no CONCEITO de Themyscira, não faz sentido pensar diferente". E diz ainda: "Uma amazona não olha para a outra e diz 'você é gay'. Elas não fazem isso. Esse CONCEITO não existe". Até porque as pessoas não fazem sexo apenas pra se reproduzir. Isso poderia ocorrer entre as amazonas, apesar de que a mitologia informa que elas se relacionavam com homens para engravidar. Não faz sentido essa discussão sobre "gay" se considerarmos os elementos culturais que envolvem/inspiram a personagem e que podem ser associados à ela, tal como Oliver Stone fez em seu filme sobre o personagem histórico Alexandre Magno. É diferente, por exemplo, atribuir essa característica ao Batman ou ao Homem de Ferro, pois não há elementos que justifiquem tal associação, diferente do que ocorre com a Mulher-maravilha. É possível questionar a postura de Rucka, apesar de que a associação faz sentido, tanto pela cultura que envolve/inspira a personagem, quanto pela questão de explorar todo um mercado consumidor, como afirmaram. Agora, acredito que quem questiona isso apenas por REPULSA (não digo que "é" o seu caso) age de modo homofóbico.

Esse dia nunca chegará, homossexualismo é uma aberração natural, mas devemos sim respeitar as pessoas.

Então esse termo não cabe na discussão. Qualquer tese pode e deve ser questionada. E não faz o menor sentido deduzir que aquele que questiona a tese que afirma que Mulher Maravilha é gay, o faça por sentir "repulsa ou preconceito contra a homossexualidade ou os homossexuais". Este é um pressuposto falso e leviano.

De acordo com o dicionário aurélio online homofobia é: 1 Repulsa ou preconceito contra a homossexualidade ou os homossexuais. https://dicionariodoaurelio.com/homofobia Não sei se vc se encaixa nessa definição... Eu não vejo razão para sentir repulsa por alguém por sua opção sexual, ou por sua cor, condição socio-econômica ou por sua religião. Sexo, cor, condição socio-econômica, ou religião não definem se uma pessoa é "boa" ou "ruim". O que determina se uma pessoa é boa ou ruim são seus atos. Tento (embora nem sempre consiga) seguir esse critério. Mas tento...

Hahahahahahahaha. Concordo que ela é um personagem fictício. E é propriedade intelectual da DC. Que determina o que a personagem é. Não você, não o Marston, não eu. E infelizmente (pra vc) a DC que é dona da Mulher Maravilha decidiu que ela é Queer. =(

Qualquer termo pode ser usado de forma pejorativa ou em tom pejorativo. Alguns termos são usados de forma pejorativa para reduzir o debate e posar de forma moralmente superior. Como chamar o outro de homofóbico, por exemplo. Que pra mim também é uma ofensa gratuita que eu costumo responder no mesmo nível.

Que é que tem a ver. Informação inútil. Só porque o cara era galinha safado quer dizer que a personagem é gay? A única coisa que prova é que o cara era machão. Fofoca típica de Nelson Rubens.

Bem observado.

Se vc acha que "gay" é algo que pode ser utilizado como adjetivo num tom pejorativo, vc pensa como alguém preconceituoso. "Gay" é apenas um conceito (mesmo que não tão "rigoroso") atribuído à pessoas do mesmo sexo que se relacionam. Simples assim. P.S. não costumo responder pessoas que xingam gratuitamente. Aqui, foi uma exceção.

Que merd@ é essa??? ..." de maneira adjetivada, privilegiando um tom pejorativo"... Então o preconceito tá na forma e não no conteúdo? Quanta imbecilid@de. Tudo agora é preconceito. Se voce não concorda que qualquer personagem seja gay, voce é homofóbico. Se voce disser que o Superman não é negro, voce é racista. Se não concordar com a Olívia Palito gord@, voce é gordofóbico. Se acha esse tipo de pensamento uma idi@tice, voce é idiotifóbico. O pior é que os ign0beis nem percebem que chamam os outros de preconceituosos por puro preconceito. Pra eles, só há um resposta potencialmente definidora: Homofóbico é a Bucet@ da sua M@e!!!

Um adendo: Pessoas conservadoras acham estranho um roteirista (Rucka) explorar essa característica na personagem, própria da cultura greco-romana na qual Diana é inspirada. Será que achariam estranho o fato de que o CRIADOR da mulher-maravilha ter vivido um casamento "triplo", um tipo de relacionamento aberto, com 2 mulheres ao mesmo tempo, pelos idos dos anos 1930-40? Criador: https://en.wikipedia.org/wiki/William_Moulton_Marston Esposa: https://en.wikipedia.org/wiki/Elizabeth_Holloway_Marston "companheira" https://en.wikipedia.org/wiki/Olive_Byrne

Mania imbecil de chamar de chamar os outros de homofóbicos por questionarem teses falaciosas. O fato de viver numa sociedade exclusiva de mulheres não prova nada. É tão ofensivo dizer que Diana é gay, quanto dizer que luke cage é branco ou que o superman é marciano. Mulher Maravilha é um personagem fictíco com características individuais que só poderiam ser definidas pelo próprio criador, e não por teses pseudosociológias de botequim.

E se na verdade forem celibatárias?

é como disse antes: Se for contextualizar com a cultura greco-romana na qual a personagem se inspira, há, em certo sentido, alguma lógica. Basta lembrar dos casos que envolvem deuses, semideuses e personagens históricos como Alexandre Magno, Júlio Cesar, ou mesmo indícios entre Aquiles e Patroclo, além do Batalhão Sagrado de Tebas (Sacred Band of Thebes - Aprox. 371 a.C). Culturas diferentes compreendem elementos que para nós são naturais com outros olhos. Se a arte imita a vida, logo... no entanto, não deixa de ser, entre outras coisas, uma bela jogada de marketing na busca pela conquista de um mercado com inúmeros consumidores em potencial.

Se vc usa um termo privilegiando seu elemento potencialmente definidor, vc está pensando conceitualmente. Se vc usa um termo de maneira adjetivada, privilegiando um tom pejorativo, está pensando de modo preconceituoso.

Faz. E o pior vc tem. Pq este comentário foi apenas estratégico ter mais para vendagem.

Quem define a linha entre o "pre-conceito" e o "conceito"? Como alguem pode chamar outro de preconceituoso?

Vc derrubou a lógica ÓBVIA dele.

Todos somos iguais perante a lei, independente de credo, etnia, opção sexual, etc. E é assim que tem que ser. Me desculpe se te ofendi, apenas expressei minha opinião. E espero estar errado quanto a ela. Tolerância, é a melhor palavra para a convivência pacífica e ordem social.

Não é homofobia ter opinião própria e expressá-la, e sim personalidade. Assim como vc também é uma pessoa de personalidade. Mas qual é a real necessidade de dizer que a personagem é isso ou aquilo, quanto a sua sexualidade? O que vai contribuir para a história dela? Eu respondo: NADA. Então eu me volto para o real motivo desse roteirista propor tal mudança. Ele alega que não é uma mudança, que é uma condição óbvia da personagem, uma vez que as amazonas vivem em uma ilha sozinhas. Ele pode até estar certo, mas pode estar errado também. Na dúvida, deixa como está. Sinceramente, ainda não entendo o que leva uma pessoa a fazer esse tipo de mudança em uma personagem que já existe há 75 anos. Facilite a minha vida, por favor. O que deseja esse roteirista?

Se vc está falando...

As pessoas não assumem sua homofobia porque sabem que ela não tem justificativa, pois não passa de um pre-conceito. Aí, ficam de mimimi quanto a fidelidade, origem da personagem, etc, etc. se a homofobia fosse algo legítimo, ela se sustentaria por si só enquanto postura possível de ser adotada. seria um argumento dotado de lógica. Se a pessoa mudar sua opção sexual porque viu um personagem que possua uma característica "x", significa apenas que já estava inseguro quanto à opção que mostrava publicamente e que possuía receio em assumir a postura que realmente desejava;

Eu queria saber pq pra essa galera é tão ofensivo Diana ser gay. Durante o run do Azzarello ele transformou as Amazonas em estupradoras assassinas, mudou a origem da Diana de criada do Barro pra filha de Zeus, alterou totalmente a personalidade da personagem e n teve essa comoção aqui. Mas aí ela é QUEER (o que n quer dizer gay), o que faz todo sentido pq ela viveu a vida toda onde NÃO TEM HOMEM e NOSSA SENHORA CORROMPERAM DIANA. Se vcs querem ser homofóbicos crianças, pelo menos assumam. Pra vcs mesmos e pros outros.

¬¬ Rucka é hetero bb.

Vc acha que gay acontece como? Contágio? Moda? As pessoas estão decidindo ser gay? Se influenciando? Eu filho de pais heteros, avós heteros, tenho irmãos heteros, passei a infancia vendo herói hetero na TV, beijo hetero nas novela, casal hetero em todo canto, fui criado em colégio católico e sabe do que isso adiantou? Nada. Acorda mano. Homossexualidade é coisa da natureza. E os gays não querem oprimir nem tirar direitos dos heteros, a gente só quer ser tratado como as pessoas normais que somos.

Pois é, bem lembrado do Pigmeu. Ainda existem vários outros personagens baixinhos na Tropa dos Lanternas Verdes e no recente "Planeta Hulk" e sua continuação, "World War Hulk".

isso ja foi mencionado ha 10 anos atras..o coisa velha,.em uma estória dela.

Certo...então só tem mulher e elas TEM que se relacionar umas com as outras por falta de alternativa... nos temos homens e mulheres e por isso somos TODOS HETEROS...

Não ficou bem não kkkkkk... O seu ficou mais apropriado!!!

Se bem que esse Sérvio, leva vantagem nos dois Suíços no confronto direto...

E qual foi a sensação...

mas WW é um personagem extremamente popular, isso faz muita diferença...

Tá, vou ficar sentado observando vcs trazerem o caos à tona. Pode deixar, vou ficar quietinho.

Zeus? Nao era Ares? ou um deus preto escroto la....ele aparece no desenho da liga da justiça

Se esse dia chegar, de hétero ser minoria, e se essa minoria for oprimida, tem que fazer movimento mesmo, mas ate la, senta la Claudia.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Boa, kkkkkkkkkkkkkk Taí uma coisa que eu queria ver. Alguém dizer isso do Hulk. kkkkkkkkkkkkk

General Marguey ...General Marguey !!!!!!....boa você também é fuuuulll'dahora !!!kkkkk

Apesar dos pesares eu torço pra que o longa da Mulher Maravilha dê certo, pelo tempo que demorou e porque eu acho que a heroína merece, apesar de achar que tudo lá tá errado, opinião cada um tem a sua e essa é a minha, mas, de Xena a única coisa que o filme vai ter é a roupa o que pra mim já foi o primeiro erro. O resto é sorte pra dizer se deu certo ou não, mas a regra da sorte ou azar se aplica a tudo, inclusive nos filmes da Marvel !!!!!.

Depois que ele "largar" a Mulher Maravilha eu aqui fico imaginando um futuro perfeito....que ele vá trabalhar na Marvel e vá roteirizar o Hulk ....o que será que ele vai falar do personagem ????....e será que ele vai sugerir que o brutamontes mude de cor ....de verde pra rosa shock ????

Daqui a alguns anos, os héteros serão minoria. Haverá, então, vários movimentos héteros, reivindicando inclusão e representatividade.

Detesto esse tipo de roteirista porque esses caras não se matam.

Só o fato dele citar a palavra QUEER, já levanta a questão. Em 75 de história da personagem, ninguém nunca havia dito isso. Ele deve se achar um gênio, uma vez que só ele teve essa (equivocada) visão. E vc tem razão. Realmente ela ser gay ou não, não tem o menor impacto na história. O que torna, então, a abordagem desse tema totalmente desnecessária.

kkkkkkkkkkkkkkkkk

"Rucka assumiu a HQ da Mulher-Maravilha em junho, com a reformulação Rebirth da DC Comics. A nova fase capitaneada pelo roteirista pretende endireitar a mitologia da personagem..." ENDIREITAR ????????????? Ele vai transformar o perfil da personagem para o que ELE vai escrever, pois é o perfil DELE. Quando a personagem voltar para as mãos de um hétero, ela volta a sê-lo também. Não adianta, os personagens são influenciados pela personalidade do roteirista. Não tem como separar uma coisa da outra. E quando tivermos a felicidade desse senhor(a) largar o osso, nada melhor do que um reboot para ajeitar a personagem.

KKKKKK Boa !!!

Alexgay!!! .............Alex fuuuull kkkkkk

WW e Xena irão protagonizar cenas quentes nesse filmeco... uiuiuuuuui

kkkkkk

Mas já deu pro Bátema.

Querer definir a sexualidade de uma personagem específica baseado nas características da sociedade em que ela vive, é meio arriscado. Seria o mesmo que dizer que um sujeito é hetero por viver numa sociedade que favorece esse tipo de opção. Também é um pressuposto falacioso dizer que a felicidade para uma amazona inclui, necessariamente, a possibilidade de se relacionar de forma romântica. Sabe-se que o amor romântico é um conceito relativamente moderno e que não significa nada para uma sociedade de guerreiros. A receita de uma vida feliz para uma amazona está talvez mais próximo do que diria Conan "Destruir seus inimigos, vê-los fugindo de você, e ouvir os lamentos de suas mulheres!"

Olha que interessante...eu não sabia ...vou até procurar conhecer esses personagens. As HQ's estão cada vez mais próxima da realidade social o que pra mim é um avanço !!!

É verdade e vale observar também que as amazonas de Themyscera bem como a Mulher Maravilha não existem de fato dentro da Mitologia Grega, foram criações contemporâneas que se incorporaram no universo das HQs e como tal tiveram suas origens num contexto tão próprio e tão lúdico que se quer poderiam ser comparadas as amazonas de Lesbos. Amazonas de Themyscera foram criadas pelos deuses do Olimpo como uma irmandade muito fraterna pra se relacionarem sexualmente entre si e com muitos dons como a quase imortalidade, sendo assim, pensar na hipótese de sexo para procriação é igualmente descabida. Você tem toda razão, esse roteirista precisava ler mais sobre a origem e história da heroína que ele está roteirizando.

Sou meio desatualizado com o selo Vertigo, vou conferir. Acho bem legal o trabalho do Morrison.

Não sabia, fiz o comentário de zoeira mas é bom saber. Gosto do trabalho do Morrison.

Como pude esquecer do grande Xavier, um dos ícones dos quadrinhos. Eles estão muito bem representados, só falta anão pelo visto hahaaha

Falei zoando mesmo, ele foi bem coerente.

Acho que Rucka confundiu Themyscira com a ilha de Lesbos XD... Mas enfim, ela é uma amazona e na mitologia verdadeira amazonas capturavam homens apenas pra reproduzir e os matavam...

Agora tudo é gay....o He-Man é gay passou a se chamar He-Gay ....até meu pai é gay ...até ontem chamava Miguel ...hoje ele passou a se chamar Migay .

Ironia de que?

Existe um personagem transexual é o Xavin e o travesti brasileiro Lord Fanny de Os Invisíveis da Vertigo. Como o comentarista AgN68 mencionou [editado]

No INVISIVEIS do Grant Morrison, um dos personagens principais é travesti e do BRASIL

é dito na segunda edição no momento em que ela esta tomando banho na cachoeira e outras amazonas relatam as relações q ela teve

Mas é claroooo !

Pelo jeito que falam, parece que a Mulher Maravilha vai aparecer na HQ transando com outras mulheres e dizendo pra todos que gosta de bu ceta. Isso não vai acontecer! Leia a entrevista completa: Greg Rucka: Estamos falando sobre o "Problema Northstar". O personagem precisa se levantar e dizer "EU SOU GAY!" em grossas letras maiúsculas para isso ficar evidente. Para os meus propósitos, isso é uma escrita pobre. É o personagem declarando algo que não tem impacto na história. Nosso trabalho, meu, Nicola e do Liam, é servir ao personagem. Contar as melhores histórias que pudermos contar e fazer o melhor das nossas habilidades. É pra onde olhamos. Se, no caminho, nós andamos em bases que geram um maior entendimento da importância cultural da Diana e respondem perguntas que as pessoas tenham, ótimo! E eu sei que isso vai frustrar algumas pessoas, mas isto não está em primeira ordem no meu trabalho. Não pode estar. Porque, de outra forma, eu acabaria escrevendo uma polêmica e não uma história. Polêmica é uma narrativa pobre. Não importa se eu digo "Sim, ela já se relacionou com pessoas do mesmo sexo" ou "Não, ela não é gay". O que importa é o que vc vai tirar do livro. Você consegue encontrar? Está lá? Está na ação ou na escrita? Então, vc vai ter sua resposta. -------- Ou seja, se vc tem algum problema com crianças lendo sobre sexualidade, isso nao deveria ser um problema, pq esse não é o foco da historia e não vai ter destaque. Crianças podem ler e provavelmente vão curtir a historia sem entrar nessas questoes, caso elas nao tenham base pra perceber essas coisas.

Cada pessoa vai ler uma forma. Pra alguns vai ser representatividade, pra outros fetiche e pra outros imposição de uma "agenda gay". Já outros não ligam pra essas questões e vão curtir a história.

Mas leia a entrevista. Ele não é a favor de se criar representatividade só pra servir a esse proposito: Greg Rucka: E eu entendo o melhor que eu consigo o desejo de verem representação nas páginas. Eu não me oponho a isto de forma alguma. Mas meu trabalho antes de tudo é sempre servir aos personagens o melhor que eu consigo. Nosso trabalho, meu, Nicola e do Liam, é servir ao personagem. Contar as melhores histórias que pudermos contar e fazer o melhor das nossas habilidades. É pra onde olhamos. Se, no caminho, nós andamos em bases que geram um maior entendimento da importância cultural da Diana e respondem perguntas que as pessoas tenham, ótimo! E eu sei que isso vai frustrar algumas pessoas, mas isto não está em primeira ordem no meu trabalho. Não pode estar. Porque, de outra forma, eu acabaria escrevendo uma polêmica e não uma história. Polêmica é uma narrativa pobre. Não importa se eu digo "Sim, ela já se relacionou com pessoas do mesmo sexo" ou "Não, ela não é gay". O que importa é o que vc vai tirar do livro. Você consegue encontrar? Está lá? Está na ação ou na escrita? Então, vc vai ter sua resposta.

Mas leia a entrevista. Ele não é a favor de se criar representatividade só pra servir a esse proposito: Greg Rucka: E eu entendo o melhor que eu consigo o desejo de verem representação nas páginas. Eu não me oponho a isto de forma alguma. Mas meu trabalho antes de tudo é sempre servir aos personagens o melhor que eu consigo.

Galera, eu recomendo lerem a entrevista completa. Em nenhum momento se fala que Diana é gay. Se usa o termo queer que não significa que a pessoa só se relaciona apenas com o mesmo sexo. E não tem necessariamente a ver com sexo. E fica claro que a declaração dele não tem a ver com uma necessidade de impor uma agenda (da representatividade). Entrevistador: Eu definiria "queer" o envolvimento, ainda que não necessariamente exclusivo, romântico e/ou de interesse sexual, com pessoas do mesmo gênero. Greg Rucka: É uma pergunta espinhosa. E eu entendo o melhor que eu consigo o desejo de verem representação nas páginas. Eu não me oponho a isto de forma alguma. Mas meu trabalho antes de tudo é sempre servir aos personagens o melhor que eu consigo. Entrevistador: Como vc mencionou, existe definitivamente um desejo de uma parcela de leitores por proclamações definitvas sobre a sexualidade que não podem ser mudadas. Me fale sobre o que pensa sobre isso como escritor em termos de criação de história em Mulher Maravilha. Greg Rucka: Estamos falando sobre o "Problema Northstar". O personagem precisa se levantar e dizer "EU SOU GAY!" em grossas letras maiúsculas para isso ficar evidente. Para os meus propósitos, isso é uma escrita pobre. É o personagem declarando algo que não tem impacto na história. Nosso trabalho, meu, Nicola e do Liam, é servir ao personagem. Contar as melhores histórias que pudermos contar e fazer o melhor das nossas habilidades. É pra onde olhamos. Se, no caminho, nós andamos em bases que geram um maior entendimento da importância cultural da Diana e respondem perguntas que as pessoas tenham, ótimo! E eu sei que isso vai frustrar algumas pessoas, mas isto não está em primeira ordem no meu trabalho. Não pode estar. Porque, de outra forma, eu acabaria escrevendo uma polêmica e não uma história. Polêmica é uma narrativa pobre. Não importa se eu digo "Sim, ela já se relacionou com pessoas do mesmo sexo" ou "Não, ela não é gay". O que importa é o que vc vai tirar do livro. Você consegue encontrar? Está lá? Está na ação ou na escrita? Então, vc vai ter sua resposta.

anão tem o pigmeu, travesti so conheço a dos invisiveis. kkkkkkkkkkkkkkk

Pois é meu caro, tem toda razão estamos vivendo "tempos de trevas" onde vale qualquer polêmica descabida a troco de quinze minutos de fama, a impressão que eu tenho é que muita gente aqui nunca leu uma página da história da Mulher Maravilha comenta cada "pérola" e pensa que entende. Um pouco abaixo eu postei um "textão" daqueles introduzido por uma das versões que eu considero mais perfeitas sobre a origem e a história da Mulher Maravilha que é a versão de George Perez seguido de uma análise onde tentei mostrar que o contexto histórico da heroína prova que a afirmação desse roteirista é absurda e como você bem disse estamos falando de uma heroína com 75 anos de história o maior ícone feminino das HQ's e ainda há quem prefira opinar com base chacota ou na piada tirando um barato, coitados não conhecem nada da heroína. Bom será o dia em que pessoas vão lidar com certas questões inescrupulosas como essa afirmação desse roteirista de forma critica e pensante. Vai Brasil ou devo dizer Go Brazil !!!

Aos poucos estamos chegando lá...cadeirante já temos o Professor Xavier...anão e travesti não demora !!!!

você escreveu: "Mas elas têm a mesma fruta que a outra, qual o sentido de sentir prazer com aquilo que não lhes faz falta." como se a mulher só sentisse prazer com penetração de uma "fruta" diferente.

Falta interpretação de texto. Quando vc fala que um amigo seu é seu irmão, vc quer dizer que ele é mesmo seu irmão? Lógico que não. Quer dizer que ele tem uma relação forte de união com vc, de confiança, de respeito e de ajuda mútua. Quando as amazonas falam que são irmãs, ou se fala em sisterhood, querem dizer que elas são unidas, como pessoas de uma mesma família. Não tem nada de incestuoso se houvesse um relacionamento romantico entre amazonas. Isso nao perverte o sentido de irmandade.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Oh the irony....

Lendo esses comentarios, eu entendo o porquê do Caçador de Marte ter f*dido a sua mente (reino do amanha). Tnc todo mundo que concorda com essa m3rda.

Diversidade é bom, mas falta personagens anões, cadeirantes e travestis. Queria muito ler uma história com um herói cadeirante, que namora uma travesti e eles casam e adotam um filho africano e um palestino. Seria épico.

ela é filha de zeus agora, boa historia do azzarello

É verdade.....

Woman Lesbian Wonder KKKKKK

Há uma movimentação muito grande nestes últimos 5 anos das empresas de entretenimento em transformar os personagens tradicionais heterossexuais em homossexuais... até o omelete entrou nessa pois no inicio nem falavam sobre isso, só no que interessava, a nerdice. se isso vingar só vou comprar e assistir coisas antigas o "NOVO" que se foda.

greg rucka na dc nao ta indo bem, ele destruiu a historia do darkseid.

volta brian azzarello

o proximo a virar gay vai ser o batman e vai ser explicado o seu fetiche por robins. mania de sexualizar pqp

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus