Entrevistas

  • Além da Escuridão - Star Trek | Omelete Entrevista J.J. Abrams
  • Mama | Omelete Entrevista Guillermo del Toro e Andrés Muschietti
  • Invasão à Casa Branca | Omelete Entrevista Antoine Fuqua e Gerard Butler
  • Mama | Omelete Entrevista Nikolaj Coster-Waldau
  • G.I. Joe: Retaliação | Omelete Entrevista Adrianne Palicki e D.J. Cotrona
  • G.I. Joe: Retaliação | Omelete Entrevista Jon M. Chu e Lorenzo di Bonaventura
  • A Hospedeira | Omelete Entrevista Saoirse Ronan, Max Irons, Jake Abel e Diane Kruger
  • Bioshock Infinite | Omelete entrevista o produtor Don Roy
  • G.I. Joe - Retaliação | Omelete Entrevista Dwayne Johnson
  • A Hospedeira | Omelete Entrevista Saoirse Ronan
  • Os Croods | Omelete Entrevista Ryan Reynolds, Emma Stone e Nicolas Cage
  • O Hobbit - Uma Jornada Inesperada Blu-ray | Omelete Entrevista Martin Freeman
  • A Busca | Omelete Entrevista Diretor e Elenco
  • Anna Karenina | Omelete Entrevista Joe Wright, Keira Knightley e Jude Law
  • Linha de Ação | Omelete Entrevista Mark Wahlberg
  • A Busca | Omelete entrevista Wagner Moura
  • Ver todos

Além da Escuridão - Star Trek | Omelete Entrevista J.J. Abrams

Diretor fala sobre a produção do filme

Érico Borgo, em sua visita aos estúdios Bad Robot, conversou com J.J. Abrams, diretor e produtor de Além da Escuridão - Star Trek (Star Trek Into Darkness). No bate-papo, ele falou sobre como é manter a tradição de Star Trek viva, os maiores desafios do filme e também como consegue deixar as coisas do filme em segredo.

Primeiramente, eu tenho que dizer: obrigado pelo brilhante primeiro filme, como um Trekker.

J.J. Abrams: Obrigado.

E realmente estou ansioso por este filme.

JJA: Ótimo.

O primeiro filme era sobre juntar a tripulação. Sobre o que é "Além da Escuridão - Star Trek"?

JJA: "Além da Escuridão" é sobre esta, agora, família sendo testada como nunca fora antes. E, no primeiro filme, o personagem interpretado por Chris Pine... fica com a cadeira de capitão. Neste filme, ele o faz por merecer. E é realmente sobre este grupo sendo arremessado dentro desta aventura maluca e intensa que os leva, não só em outros lugares, mas na Terra também.

E o que você acha de manter a tradição "Star Trek" viva para novas gerações?

JJA: É engraçado, porque eu nunca fui um fã de "Star Trek". Então, para mim... Eu não senti a ligação emocional que muitos dos meus amigos sentiram enquanto cresciam. Então, não parecia que era um sacrilégio... mexer com esta história. Tendo dito isso, eu sou muito agradecido, não só ao que Gene Roddenberry criou, mas ao que os fãs carregaram por tantos anos e eu me sinto muito empolgado por continuar a brincar neste mundo que é inacreditavelmente imaginativo e precioso em relação a possibilidades e escopo.

Você se sente aceito pela comunidade "Star Trek"?

JJA: Eu acho que há muitos fãs de "Star Trek" que se envolveram, amaram o que fizemos, e se divertiram muito, e havia outros que se chamavam de puristas, que acharam que não era a série original e por este motivo... A ironia para mim é: se você é realmente um fã de "Star Trek"… É sobre ir onde ninguém já foi. Então, a ideia que as pessoas falem: "Isto não é o que eu sei." "Eu não gosto." Eu sinto... Eu entendo, mas eu também sinto que é um pouco de uma contradição, que o divertido de ver isto continuar, o que Leonard Nimoy gostou tanto do que fizemos no primeiro filme. É parte de deixar sua imaginação ir e ver o que acontece, sendo inspirado pelo que Gene Roddenberry criou. Então, eu sou agradecido a qualquer um que goste do filme, sendo um fã original de "Star Trek" ou não.

Quais foram os maiores desafios para fazer este filme?

JJA: Este filme é tão maior que o primeiro que fizemos. É de um tamanho enorme. Então, um dos maiores desafios foi descobrir como fazê-lo. E eu não queria filmar a maioria das coisas em telas verdes ou azuis. Eu... Sempre me deixa maluco. Então, parte dele, foi descobrir o que tínhamos que construir, onde filmarmos isso, como íamos realizar isso e isto foi importante. Parte dele foi ter certeza que todos os personagens tivessem uma nova introdução. Nós não podemos supor que as pessoas conheçam ou gostem ou se identifiquem com os personagens. Muitas sequências começam já supondo que você ama os personagens. E, para mim, é importante dizer: "Este é um filme completamente novo". Se você viu o primeiro filme, ótimo, fantástico, mas você não precisa. Então, parte do desafio foi reintroduzir todos os personagens, estabelecendo quem eles são, tendo certeza que todos tinham um papel importante no filme. Se algum dos personagens não fosse necessário, o filme não funcionaria. Então, foi realmente... Eram muitos personagens, e os roteiristas e eu, nós trabalhamos juntos por mais de um ano, só para ter certeza que o roteiro fosse um que nós todos amassem.

Você, obviamente, gosta de dar dicas e prestar pequenas homenagens à...

JJA: Claro.

… série clássica original. Mas, também, você gosta de deixar tudo no mistério. Você não gosta de revelar tudo. Isto foi algo que você aprendeu com "Lost"? Como deixar as coisas em segredo?

JJA: Honestamente, quando estávamos fazendo "Lost" ou o último filme de "Star Trek" ou quando eu estava fazendo "Alias", nós sempre queríamos que as pessoas ficassem surpresas com as coisas. Foi sempre parte do divertimento. É como eu ia assistir a filmes quando eu era criança. E eu não saberia spoilers, não teria lido vários artigos de revista e não teria visto featurettes de bastidores e... Muitas vezes, você vai assistir a um filme e você já viu meia hora de material em vídeo sobre "por trás das câmeras", você leu os maiores spoilers, você sabe quais atores estão interpretando quais personagens. Então, quando você vai ao cinema e se senta, antes do primeiro quadro aparecer, você pensa: "Eu sei como será." E aí você assiste e pensa: "Sim, era como eu esperava." ou "Foi um pouco melhor do que eu esperava." ou... Mas não é uma experiência pura, então para mim... deixar as pessoas irem ao cinema sabendo pouco sobre o filme... Isto deixa as pessoas curtirem o filme como eu planejei. Tendo dito isso, para fazê-las irem ao cinema, elas têm que saber alguma coisa. Elas não vão simplesmente estar lá. Então, você precisa descobrir a maneira de chamar as pessoas para o cinema, mas não revelar o suficiente que eles sintam que tudo foi... já dito para eles, então deve ser achar o equilíbrio.

Acabou? Certo. Eu tenho uma última pergunta ou acabou? Certo.

JJA: Acabou?

 

 

 

 

 

Além da Escuridão - Star Trek estreia 14 de junho nos cinemas.

Leia mais sobre Além da Escuridão - Star Trek

.

+Entrevistas

Comentários

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus
Publicidade

Trailers em destaque

Publicidade

Omeletop As 5+

  • Lidas
  1. 1 - Coringa em Batman vs Superman e o favorito a Homem-Aranha

    Coringa em Batman vs Superman e o favorito a Homem-Aranha
    E mais: Punho de Ferro, Batman e Tartarugas Ninja
  2. 2 - Guerra Civil ganha sua primeira imagem com Capitão e Homem de Ferro lutando
  3. 3 - Homem-Aranha deveria estar em Vingadores: Era de Ultron, segundo Joss Whedon
  4. 4 - Conheça o Esquadrão Suicida do cinema | OmeleTV #324.1
  5. 5 - Balanço da fase 2 da Marvel | OmeleTV #324.2
  6. Ver todos
Publicidade

Fotos

omeletv-308
omeletv
CCXP Exclusivo Kotobukiya Studio Geek Mundo Geek 02
comic-con-experience-convidados
Publicidade